Clique no banner abaixo para comprar os livros de Hugo Goes

Anulação de questão de concurso pelo Judiciário

O Superior Tribunal de Justiça tem entendido que, em regra, não compete ao Poder Judiciário apreciar critérios de formulação e correção de provas, em concursos públicos. Com efeito, em respeito ao princípio da separação de poderes consagrado na Constituição Federal, é da banca examinadora desses certames a responsabilidade pelo seu exame (RMS 33884 / RS, Rel. Min. MAURO CAMPBELL MARQUES, DJe 13/12/2011).

Mas quando o vício que macula a questão é "gritante" (onde fica caracterizado o erro crasso na elaboração da questão), o STJ tem entendido que é possível sua anulação pelo judiciário. Nesse sentido, confira-se o seguinte julgado do STJ:

ADMINISTRATIVO – RECURSO EM MANDADO DE SEGURANÇA – CONCURSO PÚBLICO – CONTROLE JURISDICIONAL – ANULAÇÃO DE QUESTÃO OBJETIVA – POSSIBILIDADE – LIMITE – VÍCIO EVIDENTE – PRECEDENTES – PREVISÃO DA MATÉRIA NO EDITAL DO CERTAME.
1. É possível a anulação judicial de questão objetiva de concurso público, em caráter excepcional, quando o vício que a macula se manifesta de forma evidente e insofismável, ou seja, quando se apresente primo ictu oculi. Precedentes.
[...]
(STJ, RMS 28204 / MG, Rel. Min. ELIANA CALMON, SEGUNDA TURMA, DJe 18/02/2009).

Resumindo o entendimento do STJ:
A jurisprudência do STJ admite a revisão dos critérios adotados pela banca examinadora de concurso público apenas em situações excepcionais, onde fica caracterizado o erro crasso (grosseiro) na elaboração da questão. Mas em regra, o STJ entende que não cabe ao Poder Judiciário, no controle jurisdicional da legalidade do concurso público, tomar o lugar da banca examinadora, nos critérios de correção de provas e de atribuição de notas (STJ, AgRg no RMS 33968 / RS, Rel. Min. HUMBERTO MARTINS, DJe 01/07/2011).

Discussão da matéria no STF
O STF reconheceu a existência de repercussão geral no RE 632853, que discute a possibilidade de o Poder Judiciário realizar o controle jurisdicional sobre o ato administrativo que profere avaliação de questões em concurso público.
A decisão a ser proferida pelo STF no RE 632853 vai servir como um balizador para todos os processos em que se discute idêntica controvérsia.

Vale também conferir o seguinte julgado do STF:

EMENTA: Concurso público: controle jurisdicional admissível, quando não se cuida de aferir da correção dos critérios da banca examinadora, na formulação das questões ou na avaliação das respostas, mas apenas de verificar que as questões formuladas não se continham no programa do certame, dado que o edital - nele incluído o programa - é a lei do concurso.
(STF, RE 434708 / RS, Rel. Min. SEPÚLVEDA PERTENCE, DJ 09-09-2005 PP-00046).


Significado de "primo ictu oculi": ao primeiro golpe de vista.

124 comentários:

  1. Há alguma questão da prova do inss que se enquadre nestes termos professor ?

    ResponderExcluir
  2. Prof. Hugo, tomara que o "primo ictu oculi" Esteja presente na questão que fala do MEI e do auxílio reclusão.Rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  3. Agora mesmo eu tinha acabado de ler sobre esse assunto no livro "Direito Constitucional Descomplicado".
    INSS - Dessa vez eu acho que não ingresso no serviço público, pois mesmo que anulem questões acho que não será suficiente. Fiz apenas 44. Mesmo assim fico numa tímida torcida!

    Seja o que Deus quiser!

    Poder Judiciário, dá uma força aí para os concurseiros!

    ResponderExcluir
  4. Legal, agora é continuar estudando Inss so fiz 40 mas outros concursos virão

    ResponderExcluir
  5. Acho que se for assim..não tem,na verdade,nenhuma questao "gritante"assim..pq a banca deixou muito aberta as questoes..podendo ter mais de uma interpretaçao...fiz 52 tou esperando..

    ResponderExcluir
  6. MEI , AUXILIO RECLUSAO E SALARIO FAMILIA ...

    ResponderExcluir
  7. Possibilidade real de anulação de questões objetivas. Ver http://jus.com.br/revista/texto/21015/da-legitimidade-do-poder-judiciario-para-anular-quesitos-de-certames-publicos-eivados-de-vicios-evidentes

    ResponderExcluir
  8. Não sei as outras, mas pelo menos essa do auxílio reclusão o primo ictu oculi se apresenta..kk

    ResponderExcluir
  9. Realmente é continuar estudando para os próximos. Parabéns àqueles que obtiveram boa pontuação. É evidente que a sorte ajudou um pouco. Mas existem várias questões duvidosas e jamais a FCC irá reconhecer seu erro. É declarar sua imcompetência para a realização deste certame.

    ResponderExcluir
  10. NO JOGO DO PERDE GANHA ,GANHA QUEM SABE SAIR PERDENDO.
    RUMO AO ATA.

    ResponderExcluir
  11. Sorte vá com sorte pro mercadinho fazer as compras!!!

    ResponderExcluir
  12. Professor, esse suposto erro de impressão notado por alguns candidatos, cuja prova era tipo 2, questão 50 e 51, se não me engano, após análises de suas defesas terão os pontos atribuídos caso o erro de impressão lhes tenham causado o prejuízo, certo? Isso é o correto a ser feito, não é?

    Mas eu pergunto. Isso seria suficiente para algum ávido, sergipano ou não, pleitear a anulação do certame?

    Abraços!

    ResponderExcluir
  13. Já vi que concurso não é só estudo não..é ter controle emocional e saber fazer também..questao boba como a dos automoveis..errei,depois aqui em casa fiz em 1 minuto..tão facil..boba..quem conseguir esse controle..tá feito na vida de concurseiro..rsrsr

    ResponderExcluir
  14. Questoes 60- empregado empresa Sao Joao..., 53- aux. reclusao, 45- atividade rural - merecem anulacao
    Info - 19 e 20 redes (nao pedido em edital) idem

    ResponderExcluir
  15. GEEENTE PÔE AÊEE OS PONTOS DE VCS:

    http://www.superconcurseiros.com.br/index.php?option=com_rankings&view=rankingscargos&cid=370&Itemid=91

    ResponderExcluir
  16. Diante do iminente edital para ATA_ministério da fazenda, tenho algumas dúvidas. Caso alguém possa responde-lás desde já agradeço a atenção. Sei que essas dúvidas podem ser de outros também:
    Dúvidas:
    1) A remuneração de um ATA é muito inferior ao de Técnico do INSS ?
    2) Quem possuí nível superior completo recebe algo a mais ?
    3) Quais benefícios são oferecidos (plano de saúde, auxílio transporte, alimentação, etc.) ?

    ResponderExcluir
  17. O STF reconheceu a existência de repercussão geral no RE 632853. A questão a ser analisada refere-se à possibilidade de o Poder Judiciário realizar o controle jurisdicional sobre o ato administrativo que profere avaliação de questões em concurso público.

    A decisão do STF no RE 632853 vai servir como um balizador para todos os processos em que se discute idêntica controvérsia.

    ResponderExcluir
  18. André disse...
    Professor, esse suposto erro de impressão notado por alguns candidatos, cuja prova era tipo 2, questão 50 e 51, se não me engano, após análises de suas defesas terão os pontos atribuídos caso o erro de impressão lhes tenham causado o prejuízo, certo? Isso é o correto a ser feito, não é?

    Mas eu pergunto. Isso seria suficiente para algum ávido, sergipano ou não, pleitear a anulação do certame?

    RESPOSTA: isso pode ser motivo para alguém entrar na Justiça, pedindo a anulação do concurso. Ou seja, ajuizar uma ação, qualquer um pode. O importante é saber o que o Judiciário vai decidir. Isso ninguém sabe.

    ResponderExcluir
  19. NA do Auxílio Reclusão de José o erro é gritante, já imprimi meu recurso e outras fundamentaçoes mais esta jurisprudência, caso o recurso não seja deferido entrarei na justiça independentmente se o resultado me garanta a vaga ou não. Esta questão do auxílio relcusão não pode passar batida.

    ResponderExcluir
  20. A QUESTÃO QUE VERSAVA SOBRE EXTINÇÃO DOS CONTRATOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, NÃO CONSTAVA NO EDITAL!!


    NINGUÉM NOTOU ISSO ?

    ResponderExcluir
  21. Claro que constava, é tema de serviços públicos.

    ResponderExcluir
  22. há questões no meu entender mais confusas do que auxilio reclusão e a do MEI, que devem ser anuladas é o caso da questão que menciona que maria trabalhou 2 anos e meio e contraiu moléstia não relacionada ao trabalho, marquei a alternativa que menciona que maria terá o direito ao auxilio doença que nesse caso independe de carência, a lei é clara, e diz que tem direito, no gabarito esta que é a letra "d" pra mim é absurdo, a outra questão é aquela que fala que maria era funcionaria de uma empresa e contribuiu com mais de 120 contribuições pela lei ela tem direito há 36 meses de periodo de graça como ja passaram se 24 meses ela tem direito de 12 meses, esta claro isso a fcc colocou que ela tem direito de 24 meses, isso é um absurdo também.

    ResponderExcluir
  23. Mensagem postada por um candidato no Correio Web


    Enviada: Ter Fev 21, 2012 14:28 pm Assunto:

    --------------------------------------------------------------------------------

    E-MAIL SIMILAR A ESSE PORÉM ADAPTADO FOI MANDADO PARA A FCC

    Concursos Públicos se submetem ao critério da transparência e ao princípio da Publicidade consignado no artigo 37 "caput" da Constituição da Republica do Brasil, razão pela qual, o candidato tem direito a acesso de sua prova, direito este negado pela Fundação Carlos Chagas, banca escolhida para aplicar a prova da INSS.

    O argumento utilizado pela FCC seria a preservação dos direitos autorais, liberalidade da organizadora, até aí, vai.

    Contudo, diante da situação, mister se faz preservar o princípio da publicidade e da supremacia do interesse público, senão vejamos.

    O concurso do INSS teve aplicação no dia 12/02/212, tendo duração de 3 horas, e vedação ao candidato a levar o seu respectivo caderno de questões, momento em que poderia levar consigo um gabarito pessoal, em folha disponibilizada pela própria FCC e que era destacada da folha de provas. Folha esta, que consistia no número da questão e um quadrado ao lado, no qual poderia marcar a letra que tinha assinalado referente aquela questão.

    Entretanto, ao liberar o gabarito no site da FCC, descobri que havia errado algumas questões que pensava ter certeza e esperei a liberação das matrizes de prova no site organizadora a fim de elaborar os recursos.
    Mas, para minha surpresa, a matriz de prova disponibilizada no site não era a mesma que eu tinha respondido no dia da aplicação de provas.

    Ainda não acreditando, resolvi confirmar e novamente entrei no site, coloquei o número da minha inscrição e do caderno de provas, mas para o meu espanto novamente apareceu a prova ´´desconhecida``.

    Não satisfeita, resolvi olhar as outras matrizes de prova disponibilizada no site na esperança de ser um erro do sistema e descobri que nenhuma das provas disponibilizada no site equivalia a prova que respondi no dia da prova.

    Assim, minuciosamente conferi questão por questão e ao passo que lia a prova constatei que algumas questões tinham a ordem trocada, ou seja, na prova que respondi a alternativa correta estava na letra ´´a`` e na matriz de prova essa mesma alternativa está constando na letra ´´d``, por exemplo.

    Pensando nesse ocorrido, cogitei que talvez poderia ter me enganado na hora de passar o gabarito, e continuei humildemente conferindo as demais questões e para o meu espanto encontrei mais quatro questões com a mesma ´´inconstância``.

    Ocorre, que ao conversar com demais colegas que também fizeram a prova descobri outros com o mesmo problema e esse fato tomou força e foi constatado que algumas determinadas questões estão dando essa divergência, momento em que suspeitamos de que há um lote inteiro de provas com esse problema.

    Diante do exposto eu questiono: Senhor Presidente, que provas foram essas que eu e alguns concursandos fizemos??!!

    Que centenas de provas foram essas com meia duzia de questões trocadas e que nem sequer consta na matriz de provas disponibilizada no site da Fundação Carlos Chagas??

    Que lote de provas é esse que talvez tenha surgido para beneficiar alguns poucos, mas que foram percebidas por alguns concursandos atentos???

    E que situação grotesca é essa senão um indício de fraude e desrespeito ao povo brasileiro?

    É com essas e outras questões que encerro esse e-mail.

    As medidas judiciais já foram tomadas e com certeza esse fato será investigado.

    A FCC será obrigada a liberar o espelho do caderno de questões de cada candidato e deverá fornecer explicações sobre o ocorrido.

    Felizmente, a ferramenta internet possibilita que varias pessoas lesadas e com o mesmo problema possam se unir e formar forças contra a corrupção e maldade.

    Justiça seja feita.

    Att.

    ResponderExcluir
  24. Confesso que se houve realmente este problema o concurso será anulado, uma vez que não vejo possibilidade de corrigir tantos erros de uma única vez sem prejudicar ninguém ou gerar desconfiança em todo o resto do processo seletivo.

    Não gostaria que fosse anulado, pois tirei uma boa nota, apesar de não garantir nada.

    Diante do barulho que estão fazendo, creio que não tem outra saída se não a anulação da prova, infelizmente.

    Tomara que esteja errado, pois esse INSS cansou minha beleza. :)

    ResponderExcluir
  25. Claro que constava no edital, direito administrativo, item 7.

    ResponderExcluir
  26. Independente de quem tenha sido beneficiado ou prejudicado os fatos deverão ser elucidados. Acredito que o Poder Judiciário deverá ser acionado. Não será fácil a Fundação reconhecer a falta de competência para a realização deste concurso.

    ResponderExcluir
  27. pessoal, alguém contate a televisão, mostre as provas ao vivo, se mexam.....eu fiz cocurso do tj q foi anulado por fraude, venda de gabarito, demorou, mas teve de novo...ratinho, band, sbt, russomano...

    ResponderExcluir
  28. Anular o concurso!? auhdsuahsuhshau!! Tão viajando legal... A galera acha q é prova de colégio que pede pra tia reaplicar!! Vamos deixar as fantasias no fantástico mundo de Bob!!!

    ResponderExcluir
  29. gente vamos se mexer nós que estudamos não podemos sair prejudicado por uma banca que não tem competência para elaborar uma prova, acho que a dica da colega é valida tem que acionar a televisão, pois depois que o casa ganha repercussão todos vão se pronunciar ministro, presidente do inss, enquanto so discutimos aqui no blog não adianta nada.

    ResponderExcluir
  30. Alguém ja entrou na justiça pedindo para investigar o certame pois foi várias irregularidades. Suposta lista de concorrência vazada, suposto gabarito, não tinha detector de metais, respostas erradas como os colegas comentaram. Quem passou um mês estudando acertou mais do que nós que estudamos e pensamos antes de responder as questões, pois o candidato não é obrigado a pensar no que o examinador queis dizer, mas o que esta na lei por isso não vamos deixar algo assim impune.

    ResponderExcluir
  31. Meu amigo pra você não sabe varios certames já foram anulados por irregularidades, agora se você acha que sabe demais e não quer falar nada nao irrite quem ta sendo prejudicado.

    ResponderExcluir
  32. Professor Hugo Goes, gostaria de saber se após a nomeação o técnico do INSS ainda deve passar por alguma fase de treinamento ou o servidor já pode entrar em exercício nos quinzes dias suqsequentes à nomeação. Outra dúvida é a respeito do servidor poder optar pela jornada de trabalho de 30 horas semanais, é possível isso?

    ResponderExcluir
  33. justiça seja feita, se realmente alguns candidatos saíram prejudicados por erro da fcc essa prova tem que ser anulada..Espero que as autoridades tomem providências..

    ResponderExcluir
  34. Galera

    Alguém aqui que teve problema de ter marcado a questão correta e no gabarito estiver trocado, e estiver disposto a relatar o fato a uma televisão, favor entrar em contato com o email marta.ora@gmail.com

    ResponderExcluir
  35. Precisa anular nao é so dispobibilizar as provas e as folhas respostas!!

    ResponderExcluir
  36. É a torcida do Botafogo!!! "E ninguém cala esse chororôô, chora todo mundo, chora candidato que não estudou"

    To torcendo bastante por todos q foram, ou q acham q foram prejudicados! Vão a luta! entrem no ufc!

    ResponderExcluir
  37. leão vc gabaritou????
    Tenho certeza que não!!
    DEUS é justo!!!

    ResponderExcluir
  38. Se a FCC disponibilizar os cadernos para os candidatos interessados já resolverá esse problema tranquilamente!!!

    Entendo que o único motivo da banca reter os cadernos assinados seria para tirar dúvidas posteriores. Que assim seja feito então!!

    ResponderExcluir
  39. Danilo,

    Assim como você, eu também acho que sendo disponibilizado o caderno de prova a todos e o gabarito seja corrigido de acordo com o caderno. Tudo estará resolvido.

    O que não pode acontecer é alguns candidatos que têm cadernos de provas que divergem do divulgado pela Banca terem suas provas corrigidas de forma errônea, sob pena de se estar se cometendo uma flagrante ilegalidade.

    ResponderExcluir
  40. Vocês acham que a fcc vai liberar os cadernos, pois so ouvi gente dizendo aqui no blog que tem prova que tem questões que nas outras não tem ai vai dá problema de novo. Mais na opinião de vocês, alguém acha que a fcc vai liberar o caderno?

    ResponderExcluir
  41. danilo mais você no acha que por trás desse certame ha irregularidades. Suposto vazemnto de concorrência e gabarito depois demora pra divulgar o gabarito pois preciso presionar, acho que no final das contas muitos concursandos vão ser prejudicado qual sua opinião sobre o caso?

    ResponderExcluir
  42. Jailson,

    No meu caso, se não liberar por bem, a justiça a obrigará.

    ResponderExcluir
  43. Mas cara você acha que a fcc vai anular as questõe e fazer as correçoes para que vc não seja prejudicado. Eu acho que tem tanto erro que acho que a fcc não tinha coregem de assumir tanta lambuça, o que vc acha?

    ResponderExcluir
  44. Também não sou a favor do cancelamento do concurso de forma alguma. Só da disponibilização do caderno e pronto.

    Lembrar que da mesma forma que alguns podem estar sendo prejudicados com uma possível falha da FCC, outros podem estar sendo beneficiados...

    ResponderExcluir
  45. Se constatar iregularidades que não podem ser sanadas a anulação é o certo a fazer!!
    Mas até agora ninguem provou nada, esse nosso caso e facil de resolver!!
    SOBRE OS RECURSOS DAS QUESTOES ACHO DIFICIL ELA ANULAR MAIS DE UMA QUESTÃO!!!

    ResponderExcluir
  46. é verdade, então pra fcc ser justa devia anular todas as questões que necesseriamente precisa ser anulada

    ResponderExcluir
  47. Mas vocês não acham que se por falta de anulação de questão que seja justa anular, é claro que os candidatos que vão ser prejudicado vão buscar a via judicial

    ResponderExcluir
  48. Amigos,
    Aqui ninguém quer anular a prova, apenas queremos ver nossas provas pra conferir com o nosso gabarito...
    João
    Seria interessante vc divulgar o teu caso na mídia, mas sem nomes, pois existe o sigilo da fonte, né?
    Assim você pode relatar tudo que ocorreu e obrigar o presidente do INSS e a Banca FCC se manifestar, o que achas?
    Manda pra esse e-mail o teu relato
    marta.oraARROBA.gmail.com

    E pros demais colegas que estão passando pela mesma situação também mandem, qto mais casos melhor pra sensibilizarmos o presidente do INSS pressionar a Banca!
    Também acredito que com o espelho da nossa prova, tudo se resolva sem anular nada!!
    Abs.
    Liz:)

    ResponderExcluir
  49. Questão e interpretação é complicado nem conto com recurso nenhum!!!
    Acho que por isso o concurso não sera anulado!!

    ResponderExcluir
  50. Tenho certeza absoluta que mpf vai nos confirmar nosso direito!!

    ResponderExcluir
  51. Eu tambem não quero a anulação do concurso quero apenas que o examinador reconheça seu desconhecimento da metéria de direito previdenciario e anule as questões que devem ser anuladas, para que ninguém seja prejudicado.

    ResponderExcluir
  52. vc fez quantos pontos jailson??

    ResponderExcluir
  53. danilo infelizmente não deu tempo pegar meu gabarito.apenas entrei com recurso nessas questões de erros gritantes pois lembro a que marquei e vc fez quantos pontos?

    ResponderExcluir
  54. Amigos,
    Esqueci que aqui aceita e-mails...
    aí vai...
    marta.ora@gmail.com
    Todos q quiserem relatar o ocorrido, inclusive das questões erradas!!
    Só assim conseguiremos ver nossas provas e anular as questões mais gritantes, que ao meu ver são 6...
    Abs.
    Liz:)

    ResponderExcluir
  55. danilo o que está em jogo aqui não é sermos aprovados ou não, mas é claro que todos nós queriamos, mas mesmo que não sejamos aprovados pelo menos que saiamos deste concurso com ar de justiça, de dever cumprido e não deixar passar isso em branco, pois é uma injustiça muito grande. O que peço aqui é um correção justa dos recursos, se é que o examinador vai ler. Então se eles anular ou trocar o gabarito das questões que deve trocar e liberar a provas que vocês reividem então sera justo, ai passara realmente quem mereceu.

    ResponderExcluir
  56. Olá, Norina.
    Tu foi melhor que eu. Minha nota está no superconcurseiros. Eu iria postar aqui, mas já tinha até uma criatura que escreveu o nome da cidade errado e jura que tirou 60.
    Eu errei várias que podem ser anuladas, mas, mesmo se empatasse, tu tem mais acertos em previdenciário. É quase certo que tu se mantenha na frente quando sair o resultado final. Qualquer coisa o meu e-mail está visível no perfil do site citado. (Escrevi aqui para o caso de tu não voltar aos comentários do post anterior)

    ResponderExcluir
  57. Agora é esperar o resultado.

    ResponderExcluir
  58. agora não tem jeito é esperar o resultado.

    ResponderExcluir
  59. FEFÊ:A QUESTÃO QUE VERSAVA SOBRE EXTINÇÃO DOS CONTRATOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, NÃO CONSTAVA NO EDITAL!!


    NINGUÉM NOTOU ISSO ?

    Fefe,
    Alguns professores (Cursinhos Alfa e Garra) fizeram recurso sobre essa questão, realmente não constava no edital. Eu fui uma das que mandou o recurso.

    ResponderExcluir
  60. Se todos fossem atrás dos seus direitos como fez o João Paulo de Oliveira não aconteceria tanta corrupção. É evidente que esse concurso está com fraude por tudo o que aconteceu ao longo desses 2 meses (vazar lista, não querer divulgar gabarito 48h depois, etc).

    Parabéns, João!

    ResponderExcluir
  61. Victória disse...
    FEFÊ:A QUESTÃO QUE VERSAVA SOBRE EXTINÇÃO DOS CONTRATOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, NÃO CONSTAVA NO EDITAL!!


    NINGUÉM NOTOU ISSO ?

    Fefe,
    Alguns professores (Cursinhos Alfa e Garra) fizeram recurso sobre essa questão, realmente não constava no edital. Eu fui uma das que mandou o recurso.

    .............................

    ERREI ESTA QUESTÃO, MAS QUEM ESTUDOU SERVIÇOS PÚBLICOS PODE TER ACERTADO!!!!

    ResponderExcluir
  62. Quanto mais gente enviar seu relato, mais chances de virar pauta de noticia na tv, só queremos o direito de ver nossas provas, mandem email para marta.ora@gmail.com, vamos pressionar, só com a uniao comseguiremos alguma coisa

    ResponderExcluir
  63. Ë acho que a FCC poderia disponibilizar sim só para ficar tudo bem claro,mas acho dificil acatar tantos recursos porque cada recurso aceito diz que ele errou,nao conheço banca que goste ou aceite isso..creio que deve acatar um ou dois no maximo.Gostaria que tudo tivesse saido bem,assim todos estariam concorrendo em igualdade,se tivesse sido um concurso com redaçao bem feita,bem clara,dai sim acertava quem sabia,desse jeito uns foram beneficiados outros não...por exemplo eu só errei a da procuração e a da instr. normativa fonte secundaria- mas pq nao analisei demais a prova na hora..sai lendo e pensando..ha essa quer saber sobre o salario maternindade de quem adota com 6 anos, há essa quer saber se sabemos que qdo o preso foge perde o auxilio reclusao...há essa quer saber se sabemos que o MEI pode pagar 5% da nova alteraçao..e por ai foi..depois que fui pensar nas questoes fiquei com medo,vi que se eu fosse ficar analisando poderia ter outras respostas...mas o gabarito me favoreceu..porem realmente essa prova tá uma trapalhada só.

    ResponderExcluir
  64. Martinha leia os relatos aqui no blog, em algumas comunidades do INSS no orkut, no site Correio Web (fórum INSS) e no próprio Twitter do Presidente do INSS, Mauro Hauschild.

    Se alguém ou alguma TV quer ganhar dinheiro com a nossa angústia que tenha pelo menos algum trabalho com isso. Quer tudo mastigado?

    ResponderExcluir
  65. Me parece q a prova tipo B é que teve problemas. O mesmo aconteceu comigo na questão 60 da prova B02 tipo 01. Marquei na prova a resposta dada como correta (letra a- não terá direito a auxílio doença), mas no gabarito e na prova q foi disponibilizada no site a resposta veio na assertiva E.

    ResponderExcluir
  66. Aos que estão se sentindo lesados sugiro-lhes: apresentar a notícia dos fatos ao Ministério Público Federal mais próximo, se não houver, recomendo ir até o Ministério Público Estadual e pedir orientações.

    ResponderExcluir
  67. Lembro bem de um tópico do Professor Hugo Góes:

    "Tem gente querendo anular o concurso a qualquer custo.

    Cada um deve ter cuidado para não ser usado como massa de manobra".

    ResponderExcluir
  68. Só pode ser Daniel da negas!!!!!!!!caroção!! o cara esta certo!!!

    ResponderExcluir
  69. Democracia sabem o que é isso???

    ResponderExcluir
  70. Joao

    Eles não querem tudo mastigado, mas eles não vão virar uma pauta por cauda de meia dúzia, eu acho que o interesse é nosso de fazer uma pressão.

    ResponderExcluir
  71. O daniel .... vc não sabe o que esta falando!!

    ResponderExcluir
  72. Professor Hugo Goes, peço, humildemente, desculpas se causei algum prejuízo a esse espaço maravilhoso que o Sr. nos proporciona com a sua nobre e admirável disponibilidade.

    Como sei que não resolverei meu problema aqui. Irei continuar acompanhando o blog, mas sem postar, como sempre fiz. Evitando assim ataques desmerecidos de pessoas que não sabem como é a sensação de se correr o risco de perder 2 pontos devido a um erro técnico. Justamente 2 pontos que podem vir a consagrar mais de um ano de intenso estudo com a aprovação.

    Para os que estão enfrentando algum problema, acho válido citar a máxima latina:

    "Dormientibus non sucurrit jus"

    O direito não socorre os que dormem.

    Que Deus sempre lhe abençoe!

    Forte abraço!

    ResponderExcluir
  73. è isso ao joão tudo vai da certo!!
    FÉ em DEUS sempre!!

    ResponderExcluir
  74. Olha, no forum PCI a coisa já está mudando de foco, querem alem de receber a prova "obrigar a banca a anular as respostas com erros gritantes" isso vai prejudicar o foco principal - divergência nos cadernos. Erros gritantes- não pensa assim quem acertou todas de previdenciário- quer dizer que quem acertou tem que ser prejudicado porque os que erram - julgam a resposta certa do gabarito como "erro gritante"?
    .
    Essa é ótima, a pretenção mais do que justa de se exigir o caderno de provas vai por água abaixo dessa forma, pois fica parecendo que não passa de uma forma de pressionar a Banca a confeccionar um gabarto que atenda os interesses da maioria - e em concursos a maioria ERRA.

    ResponderExcluir
  75. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  76. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  77. João
    Eu e 99% dos que fizeram a prova não queremos a anulação da prova e muito menos do concurso, mas ao irmos ao MP, não estaremos dando armas pros que querem anular a prova????
    Acho mais fácil relatarmos a nossa história, como os fatos realmente aconteceram e o que pensamos a respeito, mas não se preocupe, pois não terá os nosso nomes e muito menos a nossa experiência de vida ou vida pessoal, apenas ralataremnos o que houve e o que pretendemos com isso, acredito que com a mídia do nosso lado, vamos pressionar a FCC e o Presidente do INSS a se manifestar a respeito e inclusive a liberar o espelho da prova e anular as questões com erros gritantes como as apresentadas pelo Ilustre e querido Professor Hugo Goes...
    É só fazermos cada um a sua parte....
    Professor Hugo,
    Em nenhum momento estamos querendo tumultuar o seu Blog, se isso ocorreu de alguma forma eu peço Desculpas!!
    Abs.
    Liz:)

    ResponderExcluir
  78. Alunos estudam
    Professores Ensinam
    Candidatos fazem a prova e/ou recorrem
    A Banca Julga
    .
    .
    Cada um no seu quadrado..
    .
    Querem transformar este concurso em um certame do tipo em que quem acerta erra e que erra acerta - ai não.

    ResponderExcluir
  79. SE TIVER ERROS NAS IMPRESSÕES TÊM QUE SER IGUAIS E NUMAS 20 MIL PROVAS; NA MÁQUINA PASSAM MILHARES DE FOLHAS POR HORA, VOCÊS REALMENTE ACHAM QUE ISSO IRIA ACONTECER COM UMA DIVERSIDADE TÃO GRANDE DE QUESTÕES?

    EU PENSO QUE MUITOS ESTÃO EQUIVOCADOS, PODE SER QUE TENHAM ALGUNS ERROS MAS NESTA QUANTIDADE TÃO VARIADA NÃO!!!

    ResponderExcluir
  80. A análise de alguns recursos foi equivocada, a questão do MEI por exemplo foi analisada pelo ponto de vista de um Douto em previdenciário, a prova era de (((nível médio))) isto sim é tentar matar um mosquito com uma bazuca, a questão claramente queria saber se o candidato sabia ou não alíquota atual de contribuição do MEI.

    ResponderExcluir
  81. NÃO VAI SER ANULADA NENHUMA QUESTÃO !!
    PROVA FC É ASSIM!!
    QUESTÕES INCOMPLETAS QUE NÃO ESTAO ERRADAS!!

    ResponderExcluir
  82. Eu não estou entendendo nada que está acontecendo,sei que fiz 49 pontos,também acho que tem mentira nas notas do Blog.
    Dia 5 vai ser a verdade.

    ResponderExcluir
  83. Quase impossível que consigam anular o concurso.
    Ele só seria anulado se houvesse comprovação de fraude... vazamento das provas, venda de gabaritos, essas coisas.
    Anular alegando que as questões foram mal redigidas ou coisa do tipo, como vejo muitos dizendo, não vai servir de argumento. Pois a mesma prova foi aplicada para todos, e alguns foram muito bem.
    Tem muita gente dizendo que vai entrar no Judiciário... mas quando virem o quanto cu$tará, vão dar pra trás.
    O melhor seria esperar a resposta dos recursos e somente aqueles que realmente acreditam que possam ainda conseguir passar tentar entrar com processo. Esse povo que fez 45-49 questões, deveria começar a estudar para um próximo concurso e esquecer INSS e FCC.

    ResponderExcluir
  84. Bem no Gabarito que eu trouxe tem cinco questoes com letra "A" que no gabarito oficial é "B" mas antes msm de sair a prova no site vi alguns comentarios nas comu e lembro que na minha prova era "B" msm e eram as questoes mais faceis com aquela da constituição da seguridade social nem por isso vou colocar a culpa na banca ou troquei na hora de marcar o gabarito ou na hora de passar para aquele papel.

    ResponderExcluir
  85. Desde a divulgação do edital, muitas pessoas tinham interesse em anular este concurso, agora, estão pegando carona no caso destas que alegam a divergência, acredito que algumas tenham boa fé, mas tem muita gente mal intencionada se infiltrando e usando este caso como pretexto para conseguirem alcançar os seus objetivos, ter uma nova chance de fazer a prova.

    ResponderExcluir
  86. JA DIZIA DARWIN " AS ESPÉCIES QUE MAIS SOBREVIVEM NÃO SÃO AS MAIS FORTES. E SIM ,AS QUE MAIS SE ADAPTAM ". NUNCA VOU ENCARAR UM CONCURSO PÚBLICO COMO UM ÚNICO SUSPIRO,MAS COMO MEIO DE MUDAR A MINHA QUALIDADE DE VIDA.

    ResponderExcluir
  87. Fiz 49 pontos, mas terei 52 se anularem os exercícios do salário-maternidade (eu devia ter procurado a tal Maria antes de fazer a prova e perguntado se ela era ou não segurada do RGPS rs), do agricultor que virou pedreiro e aquele de informática baseado num gráfico errado (Intranets diminuía em vez de crescer). Pelo que pesquisei, estaria em quarto ou quinto na APS que concorri se houvesse a justa anulação dessas questões... É duro estudar tanto e errar simplesmente pela mal elaboração das questões... com o coração na mão, aguardando os resultados...

    ResponderExcluir
  88. Fiz uma prova do Trf de minas gerais,em 2007. Teve uma cidade em que os cadernos de prova estavam com erro de impressão(nao foi meu caso). Isso aconteceu em APENAS uma cidade. Sabem o que aconteceu?????? Anulação!!!!
    Tivemos que fazer a prova novamente,alguns meses depois. Nao acreditam???? Procurem no Google "concurso trf mg 2007 anulado"

    ResponderExcluir
  89. Eu só sei que se meu apêndice inflamar, vou querer me aposentar por invalidez... é assim que a FCC diz que tem que ser!!!

    ResponderExcluir
  90. Rodrigo

    "Me parece q a prova tipo B é que teve problemas. O mesmo aconteceu comigo na questão 60 da prova B02 tipo 01. Marquei na prova a resposta dada como correta (letra a- não terá direito a auxílio doença), mas no gabarito e na prova q foi disponibilizada no site a resposta veio na assertiva E."

    Aconteceu comigo na questão 60 da prova B02 tipo 03. Marquei: não terá direito ao auxílio doença (alternativa E), mas no gabarito do site está alternativa A. Espero que eu esteje enganado.

    ResponderExcluir
  91. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  92. Diz uma questão em uma prova de Direito Previdenciário:

    Maria trabalhou de 02 de janeiro de 2006 a 02 de julho de 2006 como empregada de uma empresa, vindo a contrair moléstia não relacionada ao trabalho, com prejuízo do exercício de suas atividades habituais. Nessa situação, Maria...
    .
    A questão fala que Maria perdeu a qualidade - NÃO

    Gente, não há dúvidas ai - é só fazer a conta da carência e correr para o abraço. que qué isso... viajaram na hora da prova e não chegaram ainda :/

    ResponderExcluir
  93. oi gente, estou querendo compra o livro de direito administrativo descomplicado do Vicente e Alexandrino alguem poderia me dizer qual é a edição mais recente.

    ResponderExcluir
  94. A PALAVRA CARÊNCIA APARECEU EM 4 DAS 5 ALTERNATIVAS E IMPLÍCITA EM UMA DELAS, o que o examidor queria saber???????????

    ResponderExcluir
  95. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  96. marcoshonorio,

    Cara, a questão não disse que as INTRANETS estão crescendo, e sim que o ACESSO SEM FIO à internet e intranets está crescendo...

    ISSO É INTERPRETAÇÃO DE TEXTO!

    ResponderExcluir
  97. Algumas questões desta prova foram sim é muito bem elaboradas, tão bem elaboradas que até agora algumas pessoas não conseguiram resolvê-las, esta da intranet teve até professor de informática recorrendo...

    ResponderExcluir
  98. Tem um povo ai dando como certa a anulacao das questoes. Nao contem com isso, pois nao eh garantido! Estao esperando um monte de anulacoes (mas so daquelas que erraram, claro) para se dar bem na prova. E vao cair do cavalo!
    Vao ser anuladas NO MAXIMO duas questoes e todos vao ganhar pontos com isso. Vai acabar nao fazendo diferenca para ninguem.
    Facam como eu! Voltem a estudar!

    ResponderExcluir
  99. Acho que vai fazer diferença para aqueles que gabaritaram ou chegaram perto, porque com essas anulações vai ter um monte de gente gabaritando e o desempate vai acabar sendo pela idade.

    ResponderExcluir
  100. Penso que quem estudou só (03) três meses estavam mais descompromissados com o concurso e saíram-se melhor do que aqueles como eu que levou muita informação e um peso de responsabilidade muito maior para prova. O certame ficou marcado; repito pela falta de compromisso da cúpula, em especial, junto à banca. Fico chateado porque esses não aparecem nem para pedir desculpas e culpam exclusivamente a banca. A cúpula falseia paliativos a fim de encobrir as suas responsabilidades, exemplo; Como chamar excedente, fazer um concurso de analista. Esses poderão até acontecer, mas não apagará e nem qualificará essas pessoas que se dizem defender a eficiência e transparência. Tenho certeza que daqui doravante não terá mais espaço para esses tipos de posturas dessas pessoas.

    ResponderExcluir
  101. Pelo contrário, quem estudou mais, quem se preparou mais, quem assumiu os erros do passado e aprendeu com isso, se deu melhor, o contráio é absurdo, o primeiro passo para melhorar em algo é descobrir no que falhamos, foi assim que fiz em outros concursos em que não passei, assim já fiz em relação as quatro que errei, foi um misto de falha e exaustão, quanto a outra, a do auxílio reclusão, não considero ter errado.

    ResponderExcluir
  102. PROFESSOR EM RELACAO AO COMENTARIO DO CANDIDATO João Paulo de Oliveira , QUE ALGUMAS PESSOAS ACHARAM QUE A PROVA QUE RESPONDERAM FOI DIFERENTE DA DISPONIBILIZADA NO SITE..

    NOTEI QUE TAMBEM TEM 3 QUESTOES SIMPLES QUE ACERTEI, QUE SABIA COM MUITA CLAREZA, MAIS QUE NA PROVA DISPONIBILIZADA NO SITE ESTA COM A ALTERNATIVA DIFERENTE DA PROVA QUE RESPONDI.. E AI O QUE FAZER PROFESSOR ??


    AGUARDO

    ResponderExcluir
  103. Tambem acho que se tiver questao anulada será uma, duas, no maximo,mas troca de gabarito não creio muito não...de qualquer forma já tou juntando forças pra estudar para outro daqui do meu estado,retornando..retornando...Na verdade se tiver troca de gabarito vou descer e não subir...rsrs..pra mim vai ser pessimo!

    ResponderExcluir
  104. Galera, esse ranking é muito bom, postem suas notas aqui
    http://www.superconcurseiros.com.br/index.php?option=com_rankings&view=rankingscargos&cid=370&Itemid=91

    ResponderExcluir
  105. BOM DIA ! FELIZ ANO NOVO! MEU INICIO DE ANO, COMEÇA AGORA.

    PRIMEIRA SEMANA DE ESTUDO , RUMO AO ATA/MF. AQUEÇAM OS MOTORES.

    6. (ESAF/AFRF/2005)
    · Podem os Municípios instituir contribuição para o custeio do serviço
    de iluminação pública, cobrando-a na fatura de consumo de energia
    elétrica?
    · Podem os Estados cobrar contribuição previdenciária de seus
    servidores, para o custeio, em benefício destes, de regime
    previdenciário, com alíquota inferior à da contribuição dos servidores
    titulares de cargos efetivos da União?
    · As contribuições sociais de intervenção no domínio econômico e de
    interesse das categorias profissionais ou econômicas, como
    instrumento de sua atuação nas respectivas áreas, poderão incidir
    sobre as receitas decorrentes de exportação?
    a) Não, sim, não.
    b) Sim, não, sim.
    c) Sim, não, não.
    d) Não, não, sim.
    e) Sim, sim, não.

    20. (AFT-MTE 2010/ESAF) O departamento de vendas de uma empresa possui 10
    funcionários, sendo 4 homens e 6 mulheres. Quantas opções possíveis existem para
    se formar uma equipe de vendas de 3 funcionários, havendo na equipe pelo menos
    um homem e pelo menos uma mulher?
    a) 192.
    b) 36.
    c) 96.
    d) 48.
    e) 60.

    ResponderExcluir
  106. Vejo que muitos aqui estão preocupados com a correção da prova que possivelmente irá reduzir os seus pontos mas estão se esquecendo da legalidade estampada na nossa CF. Nem tudo que é legal é moral e nem tudo que é moral é legal, o que é imoral pode ser legal ou não, nesse caso da prova temos dois gravames, o imoral junto com o ilegal. E não vai ser meia dúzia que irão convencer, acorda povão! Tá na hora de mostrar essa balbúrdia ao MP!

    ResponderExcluir
  107. Giancarlo,
    Minha prova é tipo 3 e na questão 60 a aternativa "não terá direito ao auxílio-doença" é realmente a letra A

    na sua questão 59, qual é a alternativa que fala da junta de recursos?

    ResponderExcluir
  108. Em quatro anos prestando concursos (e sendo hoje servidora pública federal) NUNCA fiz uma prova em que não se alegassem motivos para a anulação dos certames. Isso em absolutamente todas as provas que fiz. Entrar com ação na justiça qualquer um pode, e deve, caso tenha sido realmente prejudicado. Mas o que mais tenho visto em todos esses anos é gente inconformada querendo passar no tapetão, aprendendo a matéria só na hora de elaborar recursos e reclamando da banca, quando poderiam obter mais êxito olhando pra si mesmos e se esforçando mais da próxima vez.

    ResponderExcluir
  109. Olá professor,
    Tenho uma dúvida sobre a questão do concurso do inss que fala sobre o salario de benefício na prova tipo 05 Na questao 39, a FCC diz ser correta a letra D,mas o próprio texto não corresponde ao texto da Lei, pois a alternativa fala em média aritmetica simples dos 80% maiores salarios -de- contribuição de todo período contributivo e a Lei diz que são os maiores salarios correspodentes a 80% de todo periodo contributivo . O texo do decreto 3048 é o seguinte:

    Art. 32. O salário-de-benefício consiste: (Redação dada pelo Decreto nº 3.265 , de 1999)

    I - para as aposentadorias por idade e por tempo de contribuição, na média aritmética simples dos maiores salários-de-contribuição correspondentes a oitenta por cento de todo o período contributivo, multiplicada pelo fator previdenciário; (Incluído pelo Decreto nº 3.265 , de 1999)
    Dessa forma, matematicamente, a inversão dos termos, se for considerada,não alterará o valor da RMI?

    ResponderExcluir
  110. Tomara que esta moda de pedir anulação de questão pela via judicial não pegue. Do jeito que o judiciário é rápido, lascou tudo. Enquanto o julgamento vai durar uma porrada de tempo, o órgão vai por terceirizados no lugar dos aprovados no concurso.

    ResponderExcluir
  111. A FCC MUDOU A RESPOSTA DA PROVA B2 001...A QUESTAO 60....A RESPOSTA ERA, NAO TEM DIREITO A AUX DOENÇA...SO KE QNDO SAIU A PROVA ELES MUDARAO DE "A" PARA "E"

    ResponderExcluir
  112. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  113. Quem realmente estudou para este concurso vai se dar mal se a banca no lugar de mudar o gabarito,simplesmente anular as questões!!
    Sou a favor da correção mais do que anulação pois se anularem as questões, quem "chutou" e acertou sem ter estudado vai continuar com a mesma pontuação, sendo que,se corrigirem o gabarito ai sim vão estar sendo justos com quem realmente estudou.está na cara que quem acertou as questões com as respostas absurdas não estudaram mesmo!
    Se o fcc corrigir mais do que anular,ai sim vão estar sendo justos com quem estudou!!!!!!

    ResponderExcluir
  114. Quem realmente estudou para este concurso vai se dar mal se a banca no lugar de mudar o gabarito,simplesmente anular as questões!!
    Sou a favor da correção mais do que anulação pois se anularem as questões, quem "chutou" e acertou sem ter estudado vai continuar com a mesma pontuação, sendo que,se corrigirem o gabarito ai sim vão estar sendo justos com quem realmente estudou.está na cara que quem acertou as questões com as respostas absurdas não estudaram mesmo!
    Se o fcc corrigir mais do que anular,ai sim vão estar sendo justos com quem estudou!!!!!!

    ResponderExcluir
  115. Boa tarde, alguém sabe me informar, se é possível a banca aplicadora do concurso, não querer entregar o caderno de perguntas ao concursando.Ao meu ver eles não podem fazer isso,pois o que da pra entender é que não querem que os candidatos analisem as questões e façam recursos por possíveis erros.

    ResponderExcluir
  116. Boa tarde! Acabo de sair de um concurso que me deixou com uma pulga atrás da orelha, gostaria de orientação. No edital do concurso, na verdade um processo seletivo, constava que o conteúdo seria composto de: Língua Portuguesa – 15 questões (valor: 15 pontos); Matemática – 10 questões (valor 10 pontos); Informática – 15 questões (valor 15 pontos) ... porém dentro das questões de português eles colocaram (da questão 11 à 15) 5 questões de conhecimento específico... mas conhecimento específico não constava nem no quadro de conteúdo, nem no anexo com a lista de conteúdos... que foi onde me pautei para estudar... eles podem fazer isso ou devo entrar com recurso? Se sim, como devo proceder já que no site da empresa que elaborou a prova não existem informações sobre recurso?
    Obrigada, Marília.

    ResponderExcluir
  117. Professor, obrigado pela atenção que o senhor tem com nós alunos. É de grande valia seu posicionamento!!!

    ResponderExcluir

Clique no banner abaixo para comprar os livros de Hugo Goes