Clique no banner abaixo para comprar os livros de Hugo Goes

Maria sempre presente na vida de Jesus e da Igreja

As passagens Bíblicas abaixo mostram os momentos mais importantes para a Igreja Cristã. Maria sempre presente!

I - No anúncio do nascimento de Jesus (Lucas 1, 26-38)

26 Quando Isabel estava no sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré,
27 a uma virgem prometida em casamento a um homem de nome José, da casa de Davi. A virgem se chamava Maria.
28 O anjo entrou onde ela estava e disse: “Alegra-te, cheia de graça! - O Senhor está contigo”.
29 Ela perturbou-se com estas palavras e começou a pensar qual seria o significado da saudação.
30 O anjo, então, disse: “Não tenhas medo, Maria! Encontraste graça junto a Deus.
31 Conceberás e darás à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus.
32 Ele será grande; será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai.
33 Ele reinará para sempre sobre a descendência de Jacó, e o seu reino não terá fim”.
34 Maria, então, perguntou ao anjo: “Como acontecerá isso, se eu não conheço homem?”
35 O anjo respondeu: “O Espírito Santo descerá sobre ti, e o poder do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra. Por isso, aquele que vai nascer será chamado santo, Filho de Deus.
36 Também Isabel, tua parenta, concebeu um filho na sua velhice. Este já é o sexto mês daquela que era chamada estéril,
37 pois para Deus nada é impossível”.
38 Maria disse: “Eis aqui a serva do Senhor! Faça-se em mim segundo a tua palavra”. E o anjo retirou-se de junto dela.

II - Jesus no ventre de Maria (Lucas 1, 39-49)

39 Naqueles dias, Maria partiu apressadamente para a região montanhosa, dirigindo-se a uma cidade de Judá.
40 Ela entrou na casa de Zacarias e saudou Isabel.
41 Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança pulou de alegria em seu ventre, e Isabel ficou repleta do Espírito Santo.
42 Com voz forte, ela exclamou: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre!
43 Como mereço que a mãe do meu Senhor venha me visitar?
44 Logo que a tua saudação ressoou nos meus ouvidos, o menino pulou de alegria no meu ventre.
45 Feliz aquela que acreditou, pois o que lhe foi dito da parte do Senhor será cumprido!”.
46 Maria então disse:
47 “A minha alma engrandece o Senhor, e meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador,
48 porque ele olhou para a humildade de sua serva. Todas as gerações, de agora em diante, me chamarão bem-aventurada,
49 Porque me fez grandes coisas o Poderoso; E santo é seu nome.

III - No nascimento de Jesus (Lucas 2, 1-7)

1 Naqueles dias, saiu um decreto do imperador Augusto mandando fazer o recenseamento de toda a terra
2 – o primeiro recenseamento, feito quando Quirino era governador da Síria.
3 Todos iam registrar-se, cada um na sua cidade.
4 Também José, que era da família e da descendência de Davi, subiu da cidade de Nazaré, na Galileia, à cidade de Davi, chamada Belém, na Judeia,
5 para registrar-se com Maria, sua esposa, que estava grávida.
6 Quando estavam ali, chegou o tempo do parto.
7 Ela deu à luz o seu filho primogênito, envolveu-o em faixas e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na hospedaria.

IV - No início dos sinais (João 2, 1-12)

1 No terceiro dia, houve um casamento em Caná da Galileia, e a mãe de Jesus estava lá.
2 Também Jesus e seus discípulos foram convidados para o casamento.
3 Faltando o vinho, a mãe de Jesus lhe disse: “Eles não têm vinho!”
4 Jesus lhe respondeu: “Mulher, para que me dizes isso? A minha hora ainda não chegou”.
5 Sua mãe disse aos que estavam servindo: “Fazei tudo o que ele vos disser!
6 Estavam ali seis talhas de pedra, de quase cem litros cada, destinadas às purificações rituais dos judeus.
7 Jesus disse aos que estavam servindo: “Enchei as talhas de água”! E eles as encheram até à borda.
8 Então disse: “Agora, tirai e levai ao encarregado da festa”. E eles levaram.
9 O encarregado da festa provou da água mudada em vinho, sem saber de onde viesse, embora os serventes que tiraram a água o soubessem. Então chamou o noivo
10 e disse-lhe: “Todo mundo serve primeiro o vinho bom e, quando os convidados já beberam bastante, serve o menos bom. Tu guardaste o vinho bom até agora”.
11 Este início dos sinais, Jesus o realizou em Caná da Galileia. Manifestou sua glória, e os seus discípulos creram nele.
12 Depois disso, Jesus desceu para Cafarnaum, com sua mãe, seus irmãos e seus discípulos. Lá, permaneceram apenas alguns dias.

V - Ao pé da cruz (João 19, 25-30)

25 Junto à cruz de Jesus, estavam de pé sua mãe e a irmã de sua mãe, Maria de Cléofas, e Maria Madalena.
26 Jesus, ao ver sua mãe e, ao lado dela, o discípulo que ele amava, disse à mãe: “Mulher, eis o teu filho!”
27 Depois disse ao discípulo: “Eis a tua mãe!” A partir daquela hora, o discípulo a acolheu no que era seu.
28 Depois disso, sabendo Jesus que tudo estava consumado, e para que se cumprisse a Escritura até o fim, disse: “Tenho sede”!
29 Havia ali uma jarra cheia de vinagre. Amarraram num ramo de hissopo uma esponja embebida de vinagre e a levaram à sua boca.
30 Ele tomou o vinagre e disse: “Está consumado”. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito.

VI - Em Pentecostes, na vinda do Espírito Santo (Atos 1, 13-14 e 2, 1-4)

13 Entraram na cidade e subiram para a sala de cima onde costumavam ficar. Eram Pedro e João, Tiago e André, Filipe e Tomé, Bartolomeu e Mateus, Tiago, filho de Alfeu, Simão Zelota e Judas, filho de Tiago.
14 Todos eles perseveravam na oração em comum, junto com algumas mulheres – entre elas, Maria, mãe de Jesus – e com os irmãos dele.
[...]
1 Quando chegou o dia de Pentecostes, os discípulos estavam todos reunidos no mesmo lugar.
2 De repente, veio do céu um ruído como de um vento forte, que encheu toda a casa em que se encontravam.
3 Então apareceram línguas como de fogo que se repartiram e pousaram sobre cada um deles.
4 Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito lhes concedia expressar-se.

VII - A mulher e o dragão (Apocalipse 12, 1-6 e 13-18)

1 Então apareceu no céu um grande sinal: uma mulher vestida com o sol, tendo a lua debaixo dos pés e, sobre a cabeça, uma coroa de doze estrelas.
2 Estava grávida e gritava em dores de parto, atormentada para dar à luz.
3 Então apareceu outro sinal no céu: um grande Dragão, avermelhado como fogo. Tinha sete cabeças e dez chifres e, sobre as cabeças, sete diademas.
4 Com a cauda, varreu a terça parte das estrelas do céu, atirando-as sobre a terra. O Dragão parou diante da Mulher que estava para dar à luz, pronto para devorar o seu Filho, logo que ela o desse à luz.
5 E ela deu à luz um filho homem, que veio para governar todas as nações com cetro de ferro. Mas o filho foi levado para junto de Deus e do seu trono.
6 A mulher fugiu para o deserto, onde Deus lhe tinha preparado um lugar, para que aí fosse alimentada durante mil duzentos e sessenta dias.
[...]
A luta do dragão contra a mulher
13 Quando viu que tinha sido expulso para a terra, o Dragão começou a perseguir a Mulher que tinha dado à luz o menino.
14 Mas a Mulher recebeu as duas asas da grande águia e voou para o deserto, para o lugar onde é alimentada, por um tempo, dois tempos e meio tempo, bem longe da Serpente.
15 A Serpente, então, vomitou como um rio de água atrás da Mulher, a fim de a submergir.
16 A terra, porém, veio em socorro da Mulher: abriu a boca e engoliu o rio que o Dragão tinha vomitado.
17 Cheio de raiva por causa da Mulher, o Dragão começou a combater o resto dos filhos dela, os que observam os mandamentos de Deus e guardam o testemunho de Jesus.
18 E parou à beira do mar.

Textos selecionados e organizados por Hugo Goes

14 comentários:

  1. Maria, como boa serva do SENHOR, fez bem feita a parte dela. Façamos a nossa também. Sejamos fiéis a Deus e à Sua Santa Palavra.

    ResponderExcluir
  2. Meus queridos... a paz do Senhor esteja conosco!

    Protestantes e católicos pensam da mesma maneira, em um ponto, no que diz respeito à mãe de Jesus:

    Foi uma mulher formidável, brilhante e especial... sem dúvida.
    Ela mesma disse: "Porque atentou na baixeza de sua serva; Pois eis que desde agora todas as gerações me chamarão bem-aventurada" Lucas 1:48.
    Deus não teria escolhido qualquer uma para concretizar Seu plano de Salvação, e gerar o Cristo em forma humana!!!

    Todavia, muitos foram os personagens brilhantes registrados pela Bíblia, e nem por isso são dignos de Louvor e Adoração!!!!


    Eu gostaria que não houvesse desentendimentos entre nós (crentes protestantes) e vós (crentes católicos).

    Deveríamos ser um povo só... os Crentes!

    Até chegarmos nesse consentimento, gostaria de dizer a todos que visitam esse maravilhoso blog, que os Evangélicos admiram a mãe de Jesus, porém adoram somente o Filho de Davi, o Leão da tribo de Judá o nosso Redentor.

    Falo com amor... minha intenção não é atacar ou ferir nenhuma ideologia... apenas senti um forte desejo de expor a minha convicção nesse espaço!!

    Graça e paz a todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com tudo que foi escrito acima.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Muito bom esse assunto.
      Queria deixar bem claro q nós católicos não adoramos ninguém a não ser Jesus Cristo, Pai Filho e o Espirito Santo. Nós veneramos Maria não o adoramos, como esta na bíblia e bem ressaltado no blog “De hoje em diante, todas as gerações me chamarão bem-aventurada!” (Lc 1, 48).
      A Igreja Católica, por outro lado, dá continuidade à tendência das Sagradas Escrituras no que diz respeito a honrar Nossa Senhora.

      Encontramos um exemplo em Lucas 1, 28.30: “E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres. (…) Disse-lhe, então, o anjo: Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus”.

      Outro exemplo em Lucas 1, 41-45: ” E aconteceu que, ao ouvir Isabel a saudação de Maria, a criancinha saltou no seu ventre; e Isabel foi cheia do Espírito Santo. E exclamou com grande voz, e disse: Bendita és tu entre as mulheres, e bendito o fruto do teu ventre. E de onde me provém isto a mim, que venha visitar-me a mãe do meu Senhor? Pois eis que, ao chegar aos meus ouvidos a voz da tua saudação, a criancinha saltou de alegria no meu ventre. Bem-aventurada a que creu, pois hão de cumprir-se as coisas que da parte do Senhor lhe foram ditas”.

      Cheia do Espírito Santo, Isabel honra Maria como bendita entre as mulheres; sente-se honrada por estar na presença de Maria, já que ela é a Mãe do nosso Senhor Jesus. Nem o Anjo nem Isabel parecem pecar ao honrar Maria ou diminuir a adoração devida a Deus. Ao invés disso, ambos os exemplos demonstram que este tratamento é apropriado e não menoscaba o culto devido a Deus.

      Estas duas passagens são a base da primeira parte da forma mais comum de devoção mariana: a oração da Ave-Maria. A primeira frase da oração – “Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco” – é uma simples e antiga tradução da saudação do Anjo a Nossa Senhora. A seguinte frase – “Bendita sois vós entres as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus” – foi tirada da saudação de Isabel a Maria.
      NÃO SÃO MINHAS PALAVRAS, só escrevi o que esta na bíblia, que é a palavra de Deus e é infalível.

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir

  3. Ola Luth,concordo c vc,principalmente sobre não haver desentendimentos entre católicos e protestantes.
    Concordo também que só Deus é digno de Louvor e Adoração!Só a ele toda Honra,toda Glória e todo Louvor!
    Mas nós católicos, não adoramos nossa querida mãe Maria, nós a veneramos.Venerar que dizer:reverenciar, fazer memória, ter grande respeito...
    Só adoramos a Deus,a Maria, nos veneramos,a respeitamos,a temos com um grande exemplo de serva do Senhor!
    é isso...
    A paz do Senhor!
    E um abraço fraterno p vc,e para o querido professor Hugo!




    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns pelo seu esclarecimento Regiane!

      Excluir
    2. Vcs adoram sim, porque enganar vcs mesmo, eu não entendo!!

      Excluir
    3. Sinônimos de Venerar
      Venerar é sinônimo de: cultuar, idolatrar

      Excluir
  4. Professor:
    Maria seria a mesma Nossa Senhora Aparecida?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim. Qualquer "Nossa Senhora" é Maria.

      Exemplos: N. S. de Fátima, N. S. de Lourdes, N. S. . S. dos Remédios, N. S. da Boa Viagem, N. S.da conceição são títulos que são dados a Maria, a Mãe de Jesus e Mãe da Igreja.

      Excluir
    2. Aqui no Paraná temos Nossa Senhora do Rocio. Padroeira do estado. Sendo o dia dela 15/11.

      Excluir
  5. Nossa Senhora Aparecida! Mãe Rainha e admirável!
    Acredito que o mais importante é a nossa fé. Independente da nossa religião. Quando o nosso olhar está atento para nossos irmãos mais necessitados e deixamos o nosso coração encher do Espírito Santo, o amor verdadeiro transborda em nós!

    ResponderExcluir