Clique no banner abaixo para comprar os livros de Hugo Goes

Quem é essa mulher?

Por Hugo Goes

O texto abaixo é uma transcrição do capítulo 12 do livro de Apocalipse (que significa revelação).

A mulher e o dragão

1 Então apareceu no céu um grande sinal: uma mulher vestida com o sol, tendo a lua debaixo dos pés e, sobre a cabeça, uma coroa de doze estrelas.
2 Estava grávida e gritava em dores de parto, atormentada para dar à luz.
3 Então apareceu outro sinal no céu: um grande Dragão, avermelhado como fogo. Tinha sete cabeças e dez chifres e, sobre as cabeças, sete diademas.
4 Com a cauda, varreu a terça parte das estrelas do céu, atirando-as sobre a terra. O Dragão parou diante da Mulher que estava para dar à luz, pronto para devorar o seu Filho, logo que ela o desse à luz.
5 E ela deu à luz um filho homem, que veio para governar todas as nações com cetro de ferro. Mas o filho foi levado para junto de Deus e do seu trono.
6 A mulher fugiu para o deserto, onde Deus lhe tinha preparado um lugar, para que aí fosse alimentada durante mil duzentos e sessenta dias.

O dragão e os seus anjos foram expulsos do céu para a terra

7 Houve então uma batalha no céu: Miguel e seus anjos guerrearam contra o Dragão. O Dragão lutou, juntamente com os seus anjos,
8 mas foi derrotado; e eles perderam seu lugar no céu.
9 Assim foi expulso o grande Dragão, a antiga Serpente, que é chamado Diabo e Satanás, o sedutor do mundo inteiro. Ele foi expulso para a terra, e os seus anjos foram expulsos com ele.
10 Ouvi então uma voz forte no céu, proclamando: “Agora realizou-se a salvação, a força e a realeza do nosso Deus, e o poder do seu Cristo. Porque foi expulso o acusador dos nossos irmãos, aquele que os acusava dia e noite perante nosso Deus.
11 Eles venceram o Dragão pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu próprio testemunho, pois não se apegaram à vida: até deixaram-se matar.
12 Por isso, alegra-te, ó céu, e todos os que nele habitais. Mas ai da terra e do mar, porque o Diabo desceu para o meio de vós e está cheio de grande furor; pois sabe que lhe resta pouco tempo”.

A luta do dragão contra a mulher

13 Quando viu que tinha sido expulso para a terra, o Dragão começou a perseguir a Mulher que tinha dado à luz o menino.
14 Mas a Mulher recebeu as duas asas da grande águia e voou para o deserto, para o lugar onde é alimentada, por um tempo, dois tempos e meio tempo, bem longe da Serpente.
15 A Serpente, então, vomitou como um rio de água atrás da Mulher, a fim de a submergir.
16 A terra, porém, veio em socorro da Mulher: abriu a boca e engoliu o rio que o Dragão tinha vomitado.
17 Cheio de raiva por causa da Mulher, o Dragão começou a combater o resto dos filhos dela, os que observam os mandamentos de Deus e guardam o testemunho de Jesus.
18 E parou à beira do mar.

Vamos, agora, tentar decifrar o texto:

1. Quem é o dragão?

O texto é claro: o Dragão é a antiga Serpente, que é chamado Diabo e Satanás, o sedutor do mundo inteiro; o acusador dos nossos irmãos, aquele que os acusava dia e noite perante nosso Deus.

2. A mulher deu à luz um filho homem. Quem é o filho da mulher?

O texto diz que o filho da mulher é aquele que veio para governar todas as nações com cetro de ferro. É aquele a quem o Dragão pretendia devorar. É aquele que foi levado para junto de Deus e do seu trono.

3. Quem é a mulher?

Ora, se conseguirmos descobrir quem é o filho da mulher (pergunta nº 2), fica fácil descobrir quem é a mulher: é a mãe dele.

Descubra quem é o filho e você descobre quem é a sua mãe.

61 comentários:

  1. Prof. Hugo,
    Qual o seu e-mail? Vou lhe enviar um texto bem legal ref. uma palestra sobre Maria, Mãe de Deus e Nossa Mãe. (É que o texto excede a quantidade de palavras deste campo de comentário do blog).

    Abçs!

    Alexandre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Divida o texto em várias partes e pode postar aqui.

      Excluir
    2. O livro do Apocalipse é um livro que 85% simbólico, a grande maioria do que está escrito lá não se entende como se lê, foi escrito em símbolos para que os inimigos da verdade não o destruíssem, mas a chave para interpretá-lo está na própria bíblia, a bíblia se explica a si mesma, a profecia diz que a mulher foi enviada para o deserto e foi sustentada por 1.260 dias (em profecia 1 dia representa 1 ano) veja ( Ezequiel 4:6, 7; Números 14:34 ), a virgem Maria não pode ter vivido mais de 100 anos, imagine 1.260 ano? na época das perseguições de Roma dos imperadores e mais tarde da Roma "cristã" (inquisição), os verdadeiros cristãos fiéis e sinceros que não queriam negar ao seu SENHOR e queriam viver, tinham que fugir para lugares ermos e montanhas para continuarem empunhando o estandarte da verdade da palavra de Deus. este período de perseguição começou no ano 538, com o edito do Imperador Justiniano e terminou em 1798, quando o General Berthier levou preso o líder religioso da igreja, Chamado PAPA Pio VI. somando este período chegamos a 1.260 anos ou dias proféticos.

      Excluir
    3. Tenho Certeza que nada da palavra Deus é simbologia.

      Leia a bíblia, sinta a Deus e procure tirar conclusões próprias pela sabedoria do espirito santo e não o entendimento de alguns pastores que apenas usam a bíblia como lhes convêm.

      Abraço e boas leituras da bíblia.

      Excluir
    4. Tenho uma boa formação em história e garanto que o apocalipse não foi criado com nenhuma linguagem, nem códigos estranhos para o não entendimento dos pagãos não crentes da fé cristã, existia sim, o peixe e outros símbolos que eram usados para o encontro e disfarces para o envio de muitas cartas e textos bíblicos as comunidades cristãs, mas que eram claramente traduzidos, como aconteceu com todos os outros evangelhos de Cristo.

      Excluir
    5. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  2. Com certeza Maria, mãe de Jesus, merece credibilidade, pois Deus não a escolheu de forma aleatória.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só Jesus é digno de adoração...

      Excluir
  3. Professor Hugo, minha admiração pelo seu trabalho só aumenta. Essas postagens são muito boas, continue!

    ResponderExcluir
  4. E quem são os que guardam "...os que observam os mandamentos de Deus e guardam o testemunho de Jesus."...?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O resto dos filhos da mulher, segundo Apocalipse 12, 17.

      Excluir
    2. Professor a mulher é a Igreja de Deus.

      Excluir
    3. Ela estava grávida. Ela deu à luz um filho homem, que veio para governar todas as nações com cetro de ferro. Mas o filho foi levado para junto de Deus e do seu trono.

      Descubra quem é o filho.

      Depois faça a seguinte pergunta:

      Foi a Igreja que estava grávida e deu a luz a esse filho?

      Excluir
    4. Se você quiser enquadrar a Igreja no Capítulo 12 de Apocalipse, é mais sensato considerá-la como sendo "o resto dos (os demais) filhos da mulher (12:17).

      Excluir
    5. A Bíblia é cheia de simbologia, mas uma coisa é certa, ela não nos dar margem para irmos a Deus se não por meio de nosso Senhor Jesus Cristo, nada além Dele. Vou lhe fazer uma pergunta: Jesus é descendente de Davi por pelo pai ou pela mãe?

      Excluir
    6. A mulher pura representa a Igreja verdadeira. O Sol representa a Cristo ( Salmo 84:11 ). A Lua, que reflete a luz do Sol, é o sistema de sacrifícios do Antigo Testamento que refletia a obra de Jesus ( Hebreus 9:9-12, 23, 24 ). Aqui estamos frente ao símbolo da Igreja antes e depois da cruz. As doze estrelas da coroa estão simbolizando os santos apóstolos de Cristo. Assim como o mar representa multidões ( Apocalipse 17:15 ), o deserto significa lugares despovoados e secretos. Os fiéis de Cristo não podiam se reunir publicamente porque os matavam. Se aplicarmos aos 1.260 dias proféticos o princípio de um dia por ano ( Ezequiel 4:6, 7; Números 14:34 ), estamos frente a um período de 1.260 anos de perseguição que se localizam historicamente desde que entrou em vigência o Edito de Justiniano, no ano de 538, até o ano de 1798, quando por intervenção napoleônica caduca o código de Justiniano. Durante este período existiam muitas igrejas cristãs que funcionavam abertamente como organizações; não obstante, não podemos assinalá-las como verdadeiras porque Deus disse que durante esse período Sua verdadeira Igreja estava sendo mantida em segredo ( Apocalipse 12:6, 14 ). Os mandamentos de Deus são os que estão registrados em Êxodo. 20:3-17. são universais e imutáveis, é a lei moral de Deus e lá está dizendo que o quarto mandamento é a guarda do sábado e não domingo como registrado no catecismo e ainda há a proibição da adoração a imagens e estátuas que é o segundo mandamento, e a maioria do mundo cristão não observa especialmente o quarto mandamento, e o restante dos descendentes da mulher guardam os mandamentos de Deus (todos os 10), sem exceção.

      Excluir
    7. Tenho Certeza que nada da palavra Deus é simbologia.

      Leia a bíblia, sinta a Deus e procure tirar conclusões próprias pela sabedoria do espirito santo e não o entendimento de alguns pastores que apenas usam a bíblia como lhes convêm.

      Abraço e boas leituras da bíblia.

      Excluir
    8. Tenho uma boa formação em história e garanto que o apocalipse não foi criado com nenhuma linguagem, nem códigos estranhos para o não entendimento dos pagãos não crentes da fé cristã, existia sim, o peixe e outros símbolos que eram usados para o encontro e disfarces e para o envio de muitas cartas e textos bíblicos as comunidades cristãs, mas que eram claramente traduzidos, como aconteceu com todos os outros evangelhos de Cristo.

      Excluir
  5. O diabo realmente SEMPRE perseguiu a Jesus enquanto esteve aqui na Terra. Fato comprovado logo nos primeiros dias de Sua existência foi a "Matança dos Inocentes", descrita no Evangelho de Mateus (Mateus 2:13-23) quando da "Fuga para o Egito".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que curiosamente me chama a atenção neste texto escolhido pelo senhor, Professor, é a coincidência histórica dessa passagem (Vide
      Apocalipse 12:6: "durante mil duzentos e sessenta dias"), com tempo presumivelmente suficiente para que José e sua família retornassem do Egito após seu inimigo (Herodes) ter morrido. (Vide Mateus 2:15:"...e ali ficou até a morte de Herodes; para que se cumprisse o que dissera o Senhor pelo profeta: Do Egito chamei a meu Filho"...).

      Segundo Flávio Josefo, acredita-se que Herodes tenha morrido por volta de 4 a.C., tempo de aproximadamente 42 (quarenta e dois) meses
      (1260 dias/30 dias = 42 meses = 3,5 anos) no qual a José, Maria e Jesus teriam ficado no Egito (deserto) tempo este que coincidiria com o citado em Apocalipse.

      Mas, particularmente, não creio que, apesar das indicações textuais, temporais e históricas esta passagem deva ser entendida somente de maneira literal, pois, o fato dela se encontrar no livro do Apocalipse, livro este cheio de simbologia e de profecia, também deva ser considerado.

      Excluir
  6. Respostas
    1. Mas ao tentar substituir mulher por Igreja, você tem que ter o mínimo de coerência, sob pena de o texto se transformar numa heresia.

      A Igreja estava grávida?

      A Igreja pariu um filho? E quem é esse filho? Será Jesus? Assim, a Igreja gerou Jesus? Você não acha estranho?

      Excluir
    2. Tem alguns textos da Bíblia que nossos irmãos evangélicos fazem verdadeiros "contorcionismos" para tentar explicar. Exemplos: Apocalipse 12; Mateus 16, 18; entre outros.

      Excluir
    3. Mas eu tenho muita consideração pelos evangélicos. Aprendi a ler a Bíblia com os evangélicos; aprendi a orar com os evangélicos.

      Foi lendo a Bíblia evangélica que eu decidi voltar para a Igreja onde fui batizado: a Igreja fundada pelo próprio Cristo.

      E creio, firmemente, no que Jesus prometeu:

      João 10, 16 - Tenho ainda outras ovelhas, que não são deste redil; também a essas devo conduzir, e elas escutarão a minha voz, e haverá um só rebanho e um só pastor.

      Excluir
    4. Foi lendo, numa Bília evangélica, em Mateus 16:18 e em João 21: 15-17, que entendi que a única Igreja de Cristo é aquela que o nosso Salvador, depois da ressurreição, entregou a Pedro, com o encargo de a apascentar, confiando também a ele e aos outros apóstolos a sua difusão e governo. Esta Igreja, constituída e organizada neste mundo como uma sociedade, subsiste na Igreja Católica, governada pelo sucessor de Pedro e pelos bispos em comunhão com ele.

      Excluir
    5. Na verdade, foi apenas ao colégio apostólico, de que Pedro é o chefe, que o Senhor confiou todas as riquezas da nova Aliança, a fim de constituir na terra um só Corpo de Cristo, ao qual é necessário que sejam plenamente incorporados todos os que, de certo modo, pertencem já ao povo de Deus.

      Excluir
    6. Na Igreja de Cristo, una e única, já desde os primórdios surgiram algumas cisões. Nos séculos posteriores, porém, surgiram dissensões mais amplas. Importantes comunidades separaram-se da plena comunhão da Igreja Católica.

      Excluir
    7. Os que hoje nascem em comunidades provenientes de tais rupturas, e que vivem a fé de Cristo, não podem ser acusados do pecado da divisão. A Igreja Católica abraça-os com respeito e caridade fraterna [...]. Justificados pela fé recebida no Batismo, incorporados em Cristo, é a justo título que se honram com o nome de cristãos e os filhos da Igreja Católica reconhecem-nos legitimamente como irmãos no Senhor.

      Excluir
    8. Pois é professor, quando se fala que a Igreja teve um filho, significa que esse Filho saiu da Igreja, ou seja o povo de Deus.

      Excluir
  7. Quanto ao texto de apocalipse 12, o FILHO DA MULHER é Jesus, pois Jesus é aquele que que veio para governar todas as nações com cetro de ferro. Jesus é aquele que foi levado para junto de Deus e do seu trono.

    Se o filho da mulher é Jesus, a mulher é a mãe de Jesus. Não vamos complicar o que é simples.

    Maria: Mãe de Cristo e Mãe da Igreja.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é professor, capítulo 12 de Apocalipse diz: A mulher fugiu para o deserto, onde Deus havia preparado um lugar para ela. Ali ela será sustentada durante mil e duzentos e sessenta dias. Não pode ser Maria professor. A Bíblia nos relata que Jesus é o noivo da Igreja, e a Igreja a noiva de Jesus.

      Excluir
    2. Para os ditos "pastores" que interpretam a bíblia como lhes convêm não, mas não há como negar que a mulher do apocalipse é Maria mão de Deus e nossa mãe.

      Excluir
    3. Pois é Arnaldo, o povo é cego. Mãe da igreja, rsrs...

      Excluir
    4. Prof.,se a igreja católica romana foi a Igreja verdadeira como o Senhor disse,porque ela tentou acabar com o cristãos que buscavam ao Senhor as escondidas?! E quando viu que não seria possível dizimar o povo de Cristo,ou seja,a Igreja verdadeira do Senhor,resolveu se juntar a eles trazendo todos os seus dogmas politeístas e demais heresias..

      Excluir
    5. A carta de Lutero,fixada na porta da Igreja de Roma,trazia à tona justamente o que vinha sendo pregado erroneamente por essa igreja.Desculpas por ter saído do tema do post,mas o fato de ler que a Igreja de Roma foi a fundada pelo Senhor Jesus, me deixou intrigado!
      Com o devido respeito que o Senhor merece!

      Excluir
    6. Então temos duas mães professor Hugo Goes?
      Galatas 4:26 - Mas a Jerusalém do alto é livre, e ela é a nossa mãe.

      Excluir
    7. Qual a data da instituição do 1° papado depois de Pedro? ou o sucessor imediato de Pedro foi feito igual se faz hoje? ou teve um período sem Papa, logo no inicio da Igreja?
      Até na nomenclatura (Papa = pai, papai) dada ao líder/dirigente da Igreja vai ao encontro a Bíblia. Veja Mateus 23:9.

      Excluir
    8. Veja Mateus 23:9 - Na terra, não chame a ninguém de Pai, pois um só é o Pai de vocês, aquele que está no céu.
      (Comparar as coisas espirituais com espirituais)

      Excluir
  8. Mas não podemos nos esquecer do sentido figurado da palavra Filho. O Messias seria considerado como o "Filho de Davi". Na verdade Jesus foi o filho de José e Maria.

    Como é que o Messias podia ser o "Filho de Davi" quando o próprio Davi se referiu a Ele como "meu Senhor" (Marcos 12:35-37)? E como é que Jesus poderia ser o "Filho de Davi" se Davi viveu cerca de 1000 anos antes de Jesus?

    Jesus também foi considerado como o Leão da tribo de Judá, e na verdade Ele se auto-intitulou de “o Cordeiro de Deus".

    Na interpretação bíblica, principalmente no Apocalipse, devemos ser extremamente cuidadosos quanto ao sentido figurado das palavras. Se não analisarmos esta passagem de Apocalipse 12 no contexto bíblico, deixaremos passar, por exemplo a primeira vez que O Senhor se refere à mulher no sentido profético, na cena correspondente da mulher de Gênesis 3:15. (vide Gen. 3:15: "... Porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua descendência e a sua descendência; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar"). Embora seja verdade que Maria deu à luz Jesus, também é verdade que Jesus, o filho de Davi da tribo de Judá, veio de Israel. Em certo sentido, Israel deu à luz (gerou) Cristo Jesus, ou seja, a igreja cristã teve a sua origem do judaísmo.

    E se caso insistirmos na tentação de colocar a mulher de Apocalipse 12 como sendo Maria, poderemos encarar tudo de modo literal, como por exemplo, o que João realmente quis dizer com o fato de haver comido o livro e este lhe ser na boca doce como mel e no estômago amargo como fel? E se João realmente comeu o livro, como ainda temos o Apocalipse vivo entre nós? O que dizer então no simbólico número 666 e do fato dele ser o número de um homem, ou dos 144.000? Serão estes apenas os únicos salvos?

    O livro do Apocalipse é um livro REPLETO de linguagens simbólicas que não podem, de modo algum, ser interpretadas de modo literal, e principalmente sem antes entendermos as profecias de Daniel que tanto trazem luz e interligam-se grandemente. É necessário que sejam analisados todo o contexto histórico e da própria Bíblia em si para chegarmos a uma interpretação correta do Apocalipse!

    Se entendermos a palavra mulher como Maria corremos o risco de nos esquecermos de que desde o Gênesis, Deus tem mantido um povo “santo, zeloso e de boas obras” desde o começo até o final da história deste mundo, a despeito de qualquer instituição religiosa, não é mesmo?!

    ResponderExcluir
  9. João 19, 26-27
    26 Jesus, ao ver sua mãe e, ao lado dela, o discípulo que ele amava, disse à mãe: “Mulher, eis o teu filho!”
    27 Depois disse ao discípulo: “Eis a tua mãe!” A partir daquela hora, o discípulo a acolheu no que era seu.

    Maria, aqui também chamada de "mulher": Mãe de Jesus e Mãe da Igreja.

    ResponderExcluir
  10. Apocalipse 12:14:
    "...E foram dadas à mulher (Maria?) duas asas de grande águia, para que voasse para o deserto..."

    Novamente, se entendermos o texto literalmente, como explicaríamos as "asas de grande águia"?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você pode até entender que, em Apocalipse 12, o apóstolo e evangelista João faz uma analogia de Maria, mãe de Jesus, com a Igreja de Jesus.

      Mas dizer que Apocalipse 12 não tem nada a ver com Maria é uma verdadeira "forçação de barra". É o mesmo que dizer que Mateus 16, 18 nada tem a ver com o apóstolo Pedro.

      Excluir
    2. Respeito-lhe a opinião, mas, como tenho a minha, e esta embasada na Palavra de João 8:32 ("...E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará"...) acredito que "forçada de barra" seria trocar a fundamentação da minha fé em Deus pela tradição imposta por homens. Respeito Maria mesmo porque foi a palavra de Deus quem me ensinou que "...Maria foi bem-aventurada entre todas as mulheres" (Lucas 1:48). Mas como meu professor de hebraico e grego costumava dizer: "Salvação é coisa fina", e como creio no que diz I Timóteo 2:5 ("...Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.") creio que em 2000 (dois mil) anos de história muitas inverdades e tradições impostas por homens foram se adicionando à "depositária da fé cristã". Espero SINCERAMENTE, em Deus, que perscruta o coração "daqueles que O temem", que o mantenha, assim como Saulo de Tarso, na busca zelosa e incessante pela verdade. Espero também que, se "caíres do cavalo", ainda haja tempo, antes que a porta da graça se feche, para que encontres a verdade, e que ela te liberte!

      Fique com Deus!
      "O SENHOR te abençoe e te guarde;
      O SENHOR faça resplandecer o seu rosto sobre ti, e tenha misericórdia de ti;
      O SENHOR sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz."
      Números 6:24-26

      Excluir
  11. O grande problema da "livre interpretação da Bíblia" é que cada um interpreta de acordo com seus próprios interesses.

    Prefiro, humildemente, aceitar a interpretação da Igreja que tem 2.000 anos com depositária de fé cristã.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também prefiro aceitar a palavra de Deus como ela realmente sempre foi, do que como alguns pastores com igrejas de 5 anos interpretam como lhes convêm.

      Excluir
    2. Em breve a BESTA se revelará e aí todos vão ficar de cara! A serpente é boazinha com todos, mas nas "escondidas" derrama o seu veneno. Acho um retrocesso a humanidade acreditar no que a IGREJA, papa, pastores ou qualquer denominação do tipo. A palavra diz que não podemos confiar no homem.

      Vocês também nunca pararam para pensar que em nenhum momento da bília cita o casamento como é feito hoje em dia. Pq hoje precisa existir casamentos para o Padre, pastor ou sei lá o quê abençoar... Se nunca existiu isso, PORQUE AGORA É NECESSÁRIO EXISTIR? (Isso foi apenas um exemplo) Como podemos aceitar tantas coisas nunca vistas antes calados? E sobre as escrituras que hj se chama bílias, em que foi queimada pela igreja católica. E sobre os vídeos dos padres falando que eles é quem criaram a bíblia? Lógico que criaram né, já que a igreja queimou boa parte das escrituras reconstruindo depois a Bíblia da forma que ela queria e que hoje está em nossas mãos, ou seja, a BÍBLIA que contém partes da verdadeira escritura. Existem muitas coisas ocultas, mas para entendermos essa MATRIX, é preciso voltarmos ao passado, ao passado que grande parte das pessoas ignoram. Quem acredita em seus padres, pastores, bispos, papa e tudo que envolve essa denominação RELIGIOSA, tudo bem, somos formadores de opiniões e é necessário respeitar o espaço de todos. No final, somos filhos de um único PAI e CRIADOR de todas as coisas, mas eu lhes pergunto, qual era a RELIGIÃO do ETERNO? Em um mundo que oculta o verdadeiro nome do Eterno, que oculta o fato da TERRA SER PLANA e não um esfera, dentre outras coisas mais bizarras e inacreditável , podemos confiar em mais o quê, nos mesmos homens que ocultam tudo isso??? Repito, próprio eterno pede para não confiarmos nos homens! Vamos pesquisar pessoal e tirarmos as nossas própria conclusões ao invés de acomodar e acreditar em tudo que os donos do mundo lhes dizem. Vamos sair da MATRIX.

      Excluir
  12. Professor, se possível assista esse vídeo no YouTube com uma explicação bem detalhada de Apocalipse 12 (programa Bíblia Fácil - TV Novo Tempo - canal 39):
    https://m.youtube.com/watch?v=phfPJOmi3bo

    ResponderExcluir
  13. O livro de Apocalipse não é literal e simbólico, quando se fala em mulher que dizer igreja, nada ver dizer que essa mulher e Maria mãe de Jesus. O erro da igreja romana e ensinar a bíblia aos seus fiéis tudo de maneira literal, esse texto de Apocalipse 12 diz que essa mulher igreja guarda os mandamentos e tem o testemunho de Jesus, a igreja católica mudou os mandamentos de Deus, criando novos mandamentos de homens.

    ResponderExcluir
  14. Professor, são apenas 20 minutos que podem mudar sua maneira de interpretar as profecias e conseguintemente sua vida. https://www.youtube.com/watch?v=mxWGDH0XmUA

    ResponderExcluir
  15. Professor, esse texto é polêmico igual ao CESPE. rsrs. Mas acredito que essa mulher que a Bíblia relata não é Maria, além do mais, ela, na sua trajetória, não passou por esse essas situações descritas no texto, nem de forma simbólica. Acredito que a mulher à qual a Bíblia se refere é a IGREJA. Já que há diversos textos neste livro que compara a IGREJA com a MULHER. Outra outra coisa, nessa descrição do livro, dá-se a entender que o lapso de tempo foi muito grande, desde a queda de Satanás até a primeira vinda de Jesus. Logo é possível entender que Maria não viveria todo esse tempo. Assim, com todo repeito às correntes contrárias à minha, acredito que essa MULHER não é MARIA, mas sim uma forma simbólica de REPRESENTAR a IGREJA de Cristo.

    ResponderExcluir
  16. Falar que a igreja Católica é depositária da fé cristã, não passa de demagogia. Basta examinar a história da igreja católica, como também o seu próprio rito para identificar o quanto ela está distante da verdade revelada nas Sagradas Escrituras. Voltemos a Palavra como o próprio Senhor Jesus disse "Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam" João 5:39.

    ResponderExcluir
  17. Professor Hugo, a mulher ou mãe não é a igreja nem Maria, mas Israel de quem Cristo descente. Veja o comentário do Teólogo Macarthur sobre o texto: "Não uma mulher como tal, mas uma representação simbólica de Israel, retratada no Antigo testamento como a esposa de Deus (Is 54. 5-6; jr 3. 6-8; 31. 32; Ez 16. 32) Outras três mulheres simbólicas aparecem em Ap: Jezabel que representa o paganismo 2.20; a mulher escarlate que simboliza a igreja apóstata 17.3-6; a esposa do Cordeiro que simboliza a Igreja. 'Vestida de sol...lua debaixo dos pés... doze estrelas' Ser vestida de sol representa a glória e posição exaltada de Israel como povo da promessa (alianças). A lua debaixo dos pés descreve o relacionamento de Deus na sua aliança com Israel pois luas novas eram associadas ao culto (ICr 23.31; 2Cr 2.4). As 12 estrelas representam as 12 tribos de Israel. Ainda, Israel é muitas vezes representado como uma mãe dando à luz (Is 26.17-18; 54.1; 66. 7-12; Os 13.13; Mq 4.10; 5. 2-3; Mt 24.8). E o dragão representa Satanás." Esse é o comentário de Macarthur. Eu sei que Maria foi um grande exemplo de fé, assim como Paulo e Pedro, mas como cristãos sabemos que devemos imitá-los e não adorá-los. Pelas escrituras, entendemos que a adoração é exclusiva para o Criador. Contudo, sei que fé é algo muito particular de cada um. E digo que muitas igrejas com rótulo de evangélicas são verdadeiras falsificadoras do evangelho pois muitos comercializam a fé e promovem muitas crendices. Abraço professor! Estou aguardando resultado INSS. Admiro você e sei que é um homem de fé.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comentário extremamente sensato! Glórias a Deus por conhecermos a verdade!

      Excluir
    2. Comentário extremamente sensato! Glórias a Deus por conhecermos a verdade!

      Excluir
  18. Determinado ponto da palavra de Deus, qdo nosso Senhor Jesus Cristo estava dentro de uma casa ensinando, alguém mandou-lhe chamar dizendo: Senhor, os teus irmãos e tua mãe (Maria) estão lá fora e desejam te ver. Disse - lhes o Senhor: OS MEUS IRMÃOSE MINHA MÃE SÃO TODOS AQUELES QUE OBEDECEM AO MEU PAI QUE ESTAS NOS CÉUS!....... Hipócritas! Até quando estarão presos em TRADICOES HUMANAS ou em eternas discussoes infindaveis??!! Disse o Senhor: Fugi das doutrinas heregeis, que procuras indagações infindas. Aprendei de Mim, que Sou manso e Humilde de coração! As minhas ovelhas ouvirão a minha voz! TIRAI ESSE JULGUE SOBRE AS COSTAS DE MARIA! DE ROUBAR A GLÓRIA DE DEUS E DE SEU UNIGENITO FILHO! ........ DIZ O SENHOR: A MINHA GLÓRIA A OUTRO NÃO DAREI! NEM OS MEUS LOUVORES A IMAGEM DE ESCULTURA!


    SOMOS LIVRES PARA CRER E ADORAR A QUEM QUISER! ! QUANTO AO NOSSO SALVADOR JESUS CRISTO, SEUS OLHOS PROCURAM OS SINCEROS NA TERRA, PARA REVELA- LOS SUA GRAÇA. AQUELES QUE O BUSCAR DE UM PURO E SINCERO CORAÇÃO, O ACHARÁ!! Saulo, um pagão de ROMA, cheio de tradições, cheio de ROMA, juntamente com os sacerdotes que atualmente são os PAPAS, por sua sinceridade alcançou graça e misericórdia diante do Senhor, o qual abrindo- lhe aos olhos disse- lhe: SAULO, SAULO!Porque me persegues? ( Saulo em seu próprio entendimento achou que estava lhe servindo) porém não cabe a nós, mas ao Próprio Senhor esclarecer a mente e o coração de quem O busca!

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  20. Então temos duas mães professor Hugo Goes?
    Galatas 4:26 - Mas a Jerusalém do alto é livre, e ela é a nossa mãe.
    Os mortos não louvam a Deus, nem intercede!

    ResponderExcluir
  21. Devemos ler a palavra e praticá - la, o que a palavra nos manda, nós cumpre. Não querer saber mais que o necessário, Maria foi como Sara e Raquel, uma mulher justa, digna e exemplo as demais.
    Agora temos de ter o cuidado para não transformar o Deus Espírito e Verdade e seus discípulos e discípulas nos personagens do Êxodo 20:4.
    Não podemos forçar a barra, a bíblia não dá base para ela ser intercessora.
    Abraços a todos!

    ResponderExcluir
  22. Então temos duas mães professor Hugo Goes?
    Galatas 4:26 - Mas a Jerusalém do alto é livre, e ela é a nossa mãe.
    Os mortos não louvam a Deus, nem intercede!

    ResponderExcluir

Clique no banner abaixo para comprar os livros de Hugo Goes