Clique no banner abaixo para comprar os livros de Hugo Goes

Evangelho do Dia 18 de julho de 2014 (Mateus 12,1-8)

Naquele tempo, 12 1 atravessava Jesus os campos de trigo num dia de sábado. Seus discípulos, tendo fome, começaram a arrancar as espigas para comê-las.
2 Vendo isto, os fariseus disseram-lhe: “Eis que teus discípulos fazem o que é proibido no dia de sábado”.
3 Jesus respondeu-lhes: “Não lestes o que fez Davi num dia em que teve fome, ele e seus companheiros,
4 como entrou na casa de Deus e comeu os pães da proposição? Ora, nem a ele nem àqueles que o acompanhavam era permitido comer esses pães reservados só aos sacerdotes.
5 Não lestes na lei que, nos dias de sábado, os sacerdotes transgridem no templo o descanso do sábado e não se tornam culpados?
6 Ora, eu vos declaro que aqui está quem é maior que o templo.
7 Se compreendêsseis o sentido destas palavras: ‘Quero a misericórdia e não o sacrifício’... não condenaríeis os inocentes.
8 Porque o Filho do Homem é senhor também do sábado”.
Palavra da Salvação.

3 comentários:

  1. Muito boa essa passagem. O próprio Jesus disse que é lícito certas obras no sábado e muitos ainda questionam o que ele disse.

    ResponderExcluir
  2. Professor Hugo no seu livro Manual de Direito Previdenciario o senhor fala sobre a EC 20 de 15.12.1988... onde posso encontrá-la.

    ResponderExcluir