Clique no banner abaixo para comprar os livros de Hugo Goes

Dica sobre Fator Previdenciário

6 comentários:

  1. Oi professor Hugo! Acompanho suas aulas pelo EVP e estou amando dir. Previdenciário. Mas fiquei com 2 dúvidas até agora. O senhor pode me responder?

    - o filho inválido se maior de 21 anos e casar ou arrumar emprego, ele deixa de ser dependente?
    - o filho de companheiro(a) pode ser considerado enteado, ou só filho do cônjuge?

    Desde já obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alice, sei que vc perguntou para o professor (quem sou eu kkk) mas acho q poderia ajudá-la.

      1 - o filho inválido só vai se perder a qualidade de dependente com a emancipação (salvo, se esta se der pela colação de grau em curso de nível superior, quando ele ainda continuará como dependente).
      O casamento ou o contrato de emprego são hipóteses de emancipação. Logo, no primeiro caso ele perde a qualidade de dependente.

      2 - Equiparam-se a filhos: enteados e menor sob tutela.
      O enteado é o filho da companheira ou do companheiro. Entretanto, só será equiparado a filho se cumprir, cumulativamente, alguns requisitos :
      - o segurado precisa declarar POR ESCRITO que o enteado é seu dependente;
      - o enteado precisa comprovar a dependência econômica em relação ao segurado;
      - o enteado não pode possuir bens suficientes para o seu sustento e educação.

      Bom, espero ter ajudado.

      Excluir
    2. Obrigada Marcos Vinícius!

      Excluir
  2. Bem explicado Professor Hugo

    Avante ...

    Foco força e fé

    ResponderExcluir
  3. Comprei o Curso de Exercícios no SÓ INSS, estou aguardando o término das gravações das aulas e disponibilização das mesmas

    ResponderExcluir