Clique no banner abaixo para comprar os livros de Hugo Goes

Questões ESAF - Nº 413

413. (ESAF - 2009 - Receita Federal) Maria Clara, contribuinte empregada pelo Regime Geral de Previdência Social desde 1994, deseja contribuir acima do valor máximo permitido pela previdência social. Assim, propõe na justiça ação contra o Instituto Nacional do Seguro Social - INSS, alegando que tem direito de contribuir acima do limite legal, pois deseja se aposentar com um valor acima do valor máximo pago pelo INSS. Assim, é correto afirmar, perante a legislação previdenciária de Custeio, que o pedido de Maria
 a) pode ser aceito, desde que ela contribua até 10% do valor máximo.
 b) não pode ser aceito, pois não cabe a Maria a escolha do montante a ser pago.
 c) pode ser aceito, desde que ela comprove ter despesas familiares acima do valor máximo.
 d) pode ser aceito, pois o pagamento da contribuição social tem natureza jurídica privada de forma contratual.



Gabarito: B

MAIS QUESTÕES

72 comentários:

  1. Pessoal, numa assertiva do tipo "o salário-maternidade e o auxílio-doença integram o salário-de-contribuição", só desse jeito estaria correta?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. onde tem doença lê-se acidente.

      Excluir
    3. Eu marcaria errado, pois o caso em que o auxílio-acidente integra(para concessão de aposentadoria) é uma excessão a "regra" digamos assim, de modo que é complicado considerar tal afirmação como correta. Acho mais prudente assinalar como errada, já que em regra o único benefício que integra o SC é o Salário Maternidade.

      Excluir
    4. Eu marcaria errada, temos que diferenciar a regra da exceção.

      Excluir
    5. marcaria errada , veja só se fosse : é possivel integrar poderiamos considerar correto pois é uma possibilidade que excede a regra !! Fé em Deus!!1

      Excluir
    6. Errada. Da forma que esta escrito, salario maternidade sempre integra, e esta ok. Ja o auxilio.acidente so integra sc para fins de qualquer aposentadoria, e na frase integra sempre e isso e falso.

      Excluir
    7. Errada. Da forma que esta escrito, salario maternidade sempre integra, e esta ok. Ja o auxilio.acidente so integra sc para fins de qualquer aposentadoria, e na frase integra sempre e isso e falso.

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De acordo com a literalidade da lei não integram o sc.

      Excluir
  3. Letra B. Questão bacaninha ^^
    Foi ótimo o aulao ontem com questões Cespe, Professor! Parabéns!! =)
    Bom domingo a todos!

    ResponderExcluir
  4. B, Maria se quiser receber mais tem a opção de se filiar a uma previdência privada!

    ResponderExcluir
  5. B, Maria se quiser receber mais tem a opção de se filiar a uma previdência privada!

    ResponderExcluir
  6. b) não pode ser aceito, pois não cabe a Maria a escolha do montante a ser pago.

    ResponderExcluir
  7. Letra B.

    Galera, estou com uma dúvida, será que alguém poderia me ajudar? É o seguinte: De acordo com a lei 8.213, os dependentes de classe I tem presumida a dependência econômica em relação ao segurado. Entretanto, o art. 76 da própria lei, em seu § 1º dispõe diversamente:

    "§ 1.º O cônjuge ausente não exclui do direito à pensão por morte o companheiro ou a companheira, que somente fará jus ao benefício a partir da data de sua habilitação e mediante prova de dependência econômica."

    Então, dessa maneira, posso afirmar que a presunção de dependencia da classe I cabe ressalva?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! além dessa, há uma outra hipótese: o caso do menor tutelado que apesar de ser da classe I deve comprovar dependência econômica.

      Vlw

      Excluir
  8. Letra B

    Não pode ser aceito, pois não cabe a Maria a escolha do montante a ser pago.

    Bons Estudos.

    ResponderExcluir
  9. Letra B. (uma dessa não cai na prova...)

    ResponderExcluir
  10. Letra B. (uma dessa não cai na prova...)

    ResponderExcluir

Clique no banner abaixo para comprar os livros de Hugo Goes