Clique no banner abaixo para comprar os livros de Hugo Goes

FalaConcurseiro do dia 21/11/2015

21 comentários:

  1. Professor, quanto aos requisitos para o segurado deficiente ter direito à aposentadoria por idade/tempo de contribuição da pessoa com deficiência, a lei complementar nº 142 exige apenas um tempo de contribuição mínimo nos dois casos. Ou seja, seria correto afirmar que essas aposentadorias prescinde de carência?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apesar da lei não chamar de "cadência" mas sim, podemos considerar como carência.

      Excluir
    2. O Regulamento da Previdência Social estabelece que, em ambos os casos, estabelece carência de 180 contribuições mensais.

      Excluir
    3. Criamos um grupo no whatsapp da galera
      que frequenta o blog do prof. Hugo Goes.
      Nosso objetivo é compartilhar duvidas, material
      e conhecimento. Nada de briga, pornografia ou algo
      parecido

      Manda seu nº para niltoncsj2@gmail.com que
      add vc. Vlw

      Está convidadíssimo professor. =D

      Excluir
    4. Obrigado, professor! Obrigado, Nilton!
      Professor, em suas aulas, o senhor não afirma isso. Obrigado mais uma vez!

      Excluir
  2. Só querendo ajudar um pouco Napoleão Júnior, para que o segurado deficiente tenha direito a aposentadoria por tempo de contribuição da pessoa com deficiência, cumprida a carência, é devida ao segurado empregado, inclusive o doméstico, trabalhador avulso, C.I. e facultativo, que cumpra os seguintes requisitos, Homem: 25, 29 e 33 anos de TC para as deficiências Grave, Moderada e Leve respectivamente e Mulher: 20, 24 e 28 anos de TC para as deficiências Grave, Moderada e Leve respectivamente. Vale ressaltar que o segurado especial, desde que recolha contribuições com alíquota de 20% sobre o SC durante os períodos supramencionados, também terá direito a aposentadoria por TC da pessoa com deficiência. Para a aposentadoria por idade da pessoa com deficiência exige-se também carência.
    Espero ter ajudado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De nada! Estamos aqui compartilhando conhecimentos, para que futuramente se Deus quiser, seremos aprovados e nomeados para Técnico do Seguro Social em 2016.

      Excluir
    2. Olá querem adquirir um edital sintetizado e aumentar a chance de aprovação em pouco tempo de estudo? Então acesse este site: http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-721564471-edital-sintetizado-inss-cespeunb-2015-_JM#D[S:HOME,L:RECOMITEM-CORE-UNO-HISTORYITEMS,V:0] e confira tudo...

      Excluir
  3. Proofessor, neste caso acima aposenta - se com 35 anos de contribuição, mas incide o FP não é? Para não incidir o FP tem que entrar na nova regra do 65 + 35 = 100 não é?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na prática, um homem que completar 95 pontos em 2017 (60 anos de idade e 35 de contribuição, por exemplo) precisará de um ponto a mais para se aposentar, seja em idade ou por tempo de contribuição. Para se aposentar em 2019, vai precisar de mais um ponto, além dos 96 necessários pelo cálculo.

      Excluir
    2. Nadia, acho que vc tá confundindo, essa regra 35+60=95 de homem, vale até 31/12/2018 que é a data que essa soma ganha mais um ponto e passa a ser exigido uma soma de 96 pontos.

      Excluir
    3. Mudou novamente? Pois era 95 até 2016.

      Excluir
  4. Telesmarques, para cair na regra 95/85, ele poderá se aposentar aos 60 anos e 35 anos de contribuição para homem, não incidirá fator Previdenciário.

    ResponderExcluir
  5. Só foi um Ex. para não ter a incidência do FP, eu sei como funciona a regra...

    ResponderExcluir
  6. Estou com uma dúvida no auxilio doença: Após o termino da concessão do auxilio doença, há um prazo minimo para concessão de um outro auxilio doença?

    ResponderExcluir
  7. Galerinha, perguntinha básica:

    Em consonância com a legislação previdenciária, as empresas deverão conter em seus quadros de funcionários, os seguintes percentuais de pessoas com deficiência ou reabilitados; até 200 - 2%, de 201 a 500 - 3%, de 501 a 1000 - 4% e de 1000 em diante 5%. Portanto, a empresa deverá também, para esses cargos supracitados, reservar cargos e a contratação direta de pessoas com deficiência, incluído o aprendiz com deficiência, e o reabilitado de acidente de trabalho.

    C / E?

    ResponderExcluir

Clique no banner abaixo para comprar os livros de Hugo Goes