Clique no banner abaixo para comprar os livros de Hugo Goes

Questão nº 510

510. (ESAF – 2005 – RFB) É falso afirmar que, quanto ao segurado e ao dependente, o Regime Geral da Previdência Social compreende as seguintes prestações, devidas inclusive em razão de eventos decorrentes de acidente de trabalho, expressas em benefícios e serviços, exceto.
a) a pensão por morte.
b) o auxílio-doença.
c) o salário-família.
d) a reabilitação profissional.
e) o salário-maternidade.



Gabarito: D

MAIS QUESTÕES

243 comentários:

  1. Questão.


    O princípio da irredutibilidade assegura que o benefício legalmente concedido – pela Previdência Social ou pela Assistência Social – não tenha seu valor nominal reduzido . Assim, uma vez definido o valor do benefício, este não pode ser reduzido nominalmente, salvo se houve erro na sua concessão.

    C
    E

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia pessoal.
      Tenho dúvida neste tema... alguém me ajuda?
      Entendo que a questão está correta. E esta também é a posição do STF.
      Mas e com relação ao valor real?
      Levo para a prova como?
      Segundo a lei e a CF é assegurado o reajuste pelo valor real e nominal?

      Obrigada desde já.

      Excluir
    2. Bem Certim! Conforme o Grande Mestre Hugo

      Excluir
    3. Certo como 1 + 1 = 3 (entenda ok?)

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Duas palavras com sentido negativo = palavra com sentido positivo.

    Traduzindo para o português: É CORRETO afirmar que, quanto ao segurado e ao dependente, o Regime Geral da Previdência Social compreende as seguintes prestações, devidas inclusive em razão de eventos decorrentes de acidente de trabalho, expressas em benefícios e serviços, CORRETAMENTE: d) a reabilitação profissional.

    ResponderExcluir
  4. Duas palavras com sentido negativo = palavra com sentido positivo.

    Traduzindo para o português: É CORRETO afirmar que, quanto ao segurado e ao dependente, o Regime Geral da Previdência Social compreende as seguintes prestações, devidas inclusive em razão de eventos decorrentes de acidente de trabalho, expressas em benefícios e serviços, CORRETAMENTE: d) a reabilitação profissional.

    ResponderExcluir
  5. D
    Negação da negação=verdade

    ResponderExcluir
  6. Letra D.
    Algumas questões de Windows 10 lá blog, respondam lá.

    Bom dia!

    ResponderExcluir
  7. Rolou um raciocinio logico! Negação da negação! "D" Bom dia 😊

    ResponderExcluir
  8. eu não entendi o que a questão pediu.

    ResponderExcluir
  9. CESPE - INSS 2016. Questões tranquilas, conforme o edital.
    Cada um dos itens que se seguem apresenta uma situação hipotética, seguida de uma assertiva a ser julgada, acerca da legislação previdenciária brasileira.

    1 Leandro, brasileiro nato domiciliado no Uruguai, foi contratado no Brasil, pela construtora brasileira intitulada Odebrecht Sanguessuga S/A, para trabalhar em uma obra na capital do Uruguai pelo prazo de dois anos. Nessa situação, Leandro estará enquadrado como contribuinte individual do Regime Geral de Previdência Social do Brasil.

    2 Jean, brasileiro naturalizado, e sua esposa Thalía, mexicana, foram contratados para prestarem serviço ao consulado Mexicano, localizado em São Paulo. Thalía ficará temporariamente no Brasil e logo retornará ao seu país de origem, por isso, ela foi amparada pela legislação previdenciária do consulado mexicano. Entretanto, Jean decidiu fixar residência no país e não foi acobertado pelo regime próprio da repartição consular do México. Neste caso, ambos serão segurados obrigatório da Previdência Social do Brasil, na qualidade de segurado empregado.

    3 Celso Ricco, brasileiro civil, foi contratado pela Organização Mundial do Comércio – OMC, esta é um organismo oficial do qual o Brasil é membro efetivo, para trabalhar na sua sede em Genebra, na Suíça. Sua tarefa, será desenvolver uma pesquisa sobre os impactos da crise econômica brasileira no mundo e devido à celeridade do trabalho não será amparado por regime próprio de previdência social. Nessa situação, Celso Ricco será considerado contribuinte individual do RGPS.

    4 Em 2015, Marlon tornou-se, através de concurso público, titular do cartório de registro de imóveis da cidade em que reside. Logo em seguida, contratou Darivaldo para desempenhar a função de escrevente. Nessa situação, Marlon é segurado da previdência social brasileira na condição de contribuinte individual, enquanto Darivaldo é segurado empregado.

    5 Thiago, jovem idealizador e filiado ao Regime Próprio de Previdência Social da União, decidiu se candidatar a vereador nas eleições de 2016. Após as apurações, Thiago é eleito como o vereador mais votado de sua cidade. Nessa situação, caso Thiago tome posse na carreira política e havendo compatibilidade de horários deverá se filiar obrigatoriamente ao Regime Geral de Previdência Social na qualidade de segurado empregado, embora já possua vínculo com um Regime Próprio.

    6 O trabalhador rural contrato por produtor rural pessoa física, por pequeno prazo para o exercício de atividades de natureza temporária, filia-se ao RGPS como segurado especial.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia a todos!
      1 - E
      2 - E
      3 - C
      4 - C
      5 - C
      6 - E

      Excluir
    2. Ótimas questões...
      1) E
      CI É APENAS BRASILEIRO CIVIL QUE TRABALHA NO EXTERIOR PARA ORGANISMO OFICIAL INTERNACIONAL DO QUAL O BRASIL É MEMBRO EFETIVO.
      2) E, ACHO QUE APENAS JEAN SERIA SEGURADO EMPREGADO.
      3) C
      4) C
      5) C
      6) E SEGURADO EMPREGADO

      Excluir
    3. Boas questões. Com certeza nível da prova!

      1-E
      2-E
      3-C
      4-c
      5-c
      6-E

      Dá uma olhada naquela questão que postei ontem do PRPF. Justifiquei lá, Willian.

      Excluir
    4. Bom dia! :)

      1. E
      2. E
      3. C
      4. C
      5. C
      6. E

      Excluir
    5. 1 - ERRADO - Leandro é domiciliado no Uruguai =)
      2 - ERRADO - AMBOS NÃO
      3 - CERTÃO
      4 - CERTÃO
      5 - CERTÃO
      6 - ERRADO - Ele deve ser empregado

      Excluir
    6. 1 - E (Tem q ser domiciliado e contratado no Brasil)

      2 - E

      3 - C (Filé D +)

      4 - C (Uhm, gostaria que fosse TSS)

      5 - C (E ainda poderá ter dois salários, tá de boa Thiago Em??)

      6 - E

      Excluir
    7. Minha dedicatória para as questões do colega Willian: "Suas lindas!! vcs são o filé todo". Às vezes me dou bem e às vezes me arrombo todo. rsrsr

      Excluir
    8. E
      E
      C
      C
      E - (vi que errei essa mas não poderia deixar de postar rs, é errando que se aprende)
      E

      Excluir
    9. 1- E
      2- E
      3- C
      4- E
      5- C
      6- E

      Pq a maioria marcou o 4 como C ? falou em concurso publico acho que nesse caso será RPPS :s

      Excluir
    10. 1-E 2-E 3-C 4-E 5-C 6-E
      Questão 4 - Marlon concursado como pode ser contribuinte individual ??
      Kd o gabarito, William ?

      Excluir
    11. Gabarito Oficial:

      1. Errado - Será segurado empregado, conforme legislação previdenciária.
      2. Errado - Somente Jean será segurado obrigatório na qualidade de empregado.(Essa foi a mais linda!)
      3. Certo - Foi contratado diretamente pela OMC e não pela União.
      4. Certo - Interpretação gramatical da legislação pertinente. (Victor e Diego, para ser titular de cartório é necessário concurso público, somente em alguns casos excepcionais que é dispensado).
      5. Certo - (GOES, Hugo. Hugo. MDP. 10° ed. Pág. 90)
      6. Errado - Será segurado empregado!

      Todas as questões foram elaboradas com base no RPS Art. 9°.

      Excluir
    12. Obrigado Marlon, elaborar questões no estilo da banca me deixa mais preparado.

      Renan, li ontem mesmo sua justificativa, obrigado.

      Excluir
    13. 1-E
      2-E
      3-C
      4-C
      5-C (nesse caso, como eu moro em uma cidadezinha bem pequena, perto de Campina Grande, só precisei do votos da minha família pra ser empossado como vereador. Tipo 23 votos. Rsrsrs
      6- E
      No caso, esse produtor rural poderá ser tanto SE como CI. Só pra lembrar a questão de Renan de ontem. Por falar nisso como ficou? Vi que a última postagem foi a de Renan? Houve consenso?

      Excluir
    14. Verdade Marlon. As questões de Willian são muito boas mesmo. Obrigado nobre.

      Excluir
    15. Cheguei atrasado mais vou postar assim msmo.
      1 - E (domiciliado no uruguai)
      2 - E (Só o Jean é empregado)
      3 - C
      4 - C
      5 - C
      6 - E (Filia-se como empregado)

      Excluir
  10. Respostas
    1. Questãozinha Pra relembrar -

      01- As receitas da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios destinadas à seguridade social constarão dos respectivos orçamentos, não integrando o orçamento da União.

      C ou E

      Excluir
    2. E -

      E qual é o erro? Como é que a receita da UNIÃO não vai integrar a própria receita dela?? rsrsrs. Tira fora receitas da UNIÃO que fica filé da Bahia

      Excluir
    3. GABARITO: ERRADO.

      Malonlon matou a pegadinha!E tirou a casca de banana do meio do caminho.

      Excluir
  11. Carlos, segurado empregado do RGPS, tem 27 anos de idade e é casado com Júlia há 3 anos. Carlos trabalhou na empresa Hugo Goes Previdência por 6 meses sendo esse o seu primeiro vínculo de emprego. No 7 mês de trabalho, durante o exercício desse, sofreu um acidente e faleceu.
    Com base nas informações expostas é possível afirmar que Júlia receberá pensão por morte durante 10 anos.
    C ou E?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E...A questão não cita a idade da esposa. (?)

      Excluir
    2. Errado - Quem tinha 27 anos era Carlos, o finado. Se fosse a Júlia estaria certa.

      Excluir
    3. E - Não é possível afirmar.uma vez que não se sabe a idade de Júlia.

      Excluir
    4. Anulada, faltou elementos para julgar a questão..kk

      Excluir
    5. E

      Estudo Eficaz já explicou.

      Obrigado pela questão Acuã

      Excluir
    6. Mesmo que tivesse a idade de JULIA ainda assim estaria errada, pois trabalhou por apenas 6 meses e na legislação diz que "se o óbito ocorrer depois de vertidas 18 contribuições mensais"

      Excluir
    7. Luciano, observe que a morte foi por acidente.

      Excluir
    8. Acho que a "banca" queria colocar a idade de 27 anos em Júlia ou fez de propósito?rsrs

      Luciano, o motivo foi por acidente, logo dispensa tempo de contribuição e tempo de casamento.

      Excluir
    9. Se ligue Luciano Borges. Em caso de acidente de qualquer natureza ou causa vai direto pra tabela.

      Excluir
    10. ERRADO -Cadê a idade da esposa e a informação do acidente (se foi acidente de trabalho ou de qualquer natureza?)

      Excluir
    11. Gabarito oficial: Errado
      A intenção da banca BHG (Blog do Hugo Goes) foi tentar confundir o candidato apresentando somente a idade do segurado e não apresentando a idade do conjuge. Observe que a questão afirma: " com base na informações expostas é possível concluir" mas não há informação sobre a idade do cônjuge, então não é possível afirmar o tempo de duração da pensão por morte.
      Recursos improvidos. kkkk

      Excluir
    12. Errado.
      Droga, cheguei muito atrasado.
      Bom te ver aqui Acuã.

      Excluir
    13. Errado
      Droga, cheguei mais atrasado ainda.

      Excluir
    14. Errado - To numa moleza esses tempos, depois do edital que ficou pra 15/05 tirei o pe forte, nas festividades !!!

      Excluir
  12. A...a pensão por morte é devida somente ao dependente.

    ResponderExcluir
  13. Questões postadas ontem no face:

    01- O reconhecimento da atividade exercida, como especial, é disciplinado pela lei vigente à época da prestação do serviço, por força do princípio tempus regit actum, passando a integrar, como direito adquirido, o patrimônio jurídico do trabalhador, não se aplicando retroativamente legislação nova mais restritiva. (C/E)

    02- A justificação a administrativa, utilizada para a comprovação de tempo de serviço, de dependência econômica, de identidade e de relação de parentesco, deve, para produzir efeito, estar baseado em prova material, não sendo admitida prova exclusivamente testemunhal. (C/E)

    03 - Não se insere na condição de segurado especial o membro de grupo familiar que possuir outra fonte de rendimento, salvo no caso de percepção dos benefícios de pensão por morte, aux-acidente ou aux-reclusão, cujo valor não supere o do menor benefício de prestação continuada da previdência social. (C/E)

    04 - O valor mensal dos benefícios que, eventualmente, substituam o salário de contribuição ou o rendimento não poderá ser inferior a um salário mínimo. Esse princípio da seguridade social brasileira tem aplicação tanto na assistência quanto na previdência social, sendo excepcionado apenas na área da saúde, pois está não possui prestações continuadas pagas em espécie. (C/E)

    05 - A pensão por morte concedida ao cônjuge ou companheiro inválido ou deficiente cessará sempre quando o dependente deixar de atender uma dessas condições. (C/E)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 01- (C)
      02- (C)
      03- (C)
      04- (E)
      05- (E)

      Excluir
    2. 1 - C

      2 - C (Essa é a regra tem muita gente boa que se apega ao "SALVO")

      3 - C

      4 - E (O nome dessa questão é: Drácula e por quê? tem dois erros claros e muita malícia. Saúde tem prestações pecuniárias SIMMM. Há benefícios da assistência que são menores que um salário mínimo SIMMM. E há uma outra discussão de que esse princípio só se aplica a previdência, de toda forma já daria pra matar a questão com os dois erros mencionados.

      5 - E (E pra onde vai tabelinha da gravidez? oh! desculpe, das idades?)

      Excluir
    3. Obrigado pelas questões Jovem Paola

      Excluir
    4. 1. C (Com uma pitada de jurisprudência)
      2. E (Marcaria como Errada, caso o gabarito fosse certo entraria com recurso, visto que a banca CESPE considera a exceção, em alguns casos, motivo para dá o gabarito como errado. A exemplo do que ela cobra na estabilidade de doze meses para o segurado que sofreu acidente, onde ela cobrou a regra geral e deu como errada!
      3. C
      4. E (Questão da cespe - vide Marlon)
      5. E (Deve-se respeitar a tabela da idade)

      Excluir
    5. William, se eu fosse o examinador iria INDEFERIRIA seu recurso na 2 e por quê?

      porque agora que não precisamos nos valer da jurisprudência o que vale é a regra. O CESPE vai nos julgar pela regra e em nenhum momento a questão pediu a exceção. É precisa tomar cuidado com o avanço das interpretações. Veja o que diz a lei:

      8.213

      § 3º A comprovação do tempo de serviço para os efeitos desta Lei, inclusive mediante justificação administrativa ou judicial, conforme o disposto no art. 108, só produzirá efeito quando baseada em início de prova material, não sendo admitida prova exclusivamente testemunhal, salvo na ocorrência de motivo de força maior ou caso fortuito, conforme disposto no Regulamento.

      Excluir
    6. Marlonlon2 qual é essa prestação pecuniária que existe na saúde?

      Excluir
    7. Marlonlon2 qual é essa prestação pecuniária que existe na saúde?

      Excluir
    8. auxílio psicossocial pago a deficientes mentais que recebem tratamento em casa

      Excluir
    9. O Pouco Famoso "auxílio-reabilitação psicossocial" da LEI No 10.708 que até hoje só vi o Fred Amando falando a respeito.

      Excluir
    10. 1-C
      2-C
      3-C
      4-C >> benefícios que, eventualmente, substituam o salário de contribuição...
      5-E

      Excluir
    11. Quer dizer que se na prova, disser que todos os ramos da seguridade social dispõem de benefícios, eu devo marcar certo?

      Excluir
    12. Marlon, o artigo que você postou traz a ressalva no final, não tem nada haver com jurisprudência, está no texto legal!

      No momento, não tenho tempo para procurar a questão sobre os doze meses de estabilidade cobrada pela CESPE, que a mesma, deu como errado, simplesmente por ter uma ressalva. Não obstante, há questão da mesma banca que dá questão com regra geral, sem a exceção, como certa. Então, sempre haverá recursos nesses tipos de questões e a base será as questões anteriores da CESPE.

      Excluir
    13. William o gabarito oficial dessa questão é CERTO. Jogue o jogo da banca. Simples assim!!

      Excluir
    14. 1-E Disciplinado pela lei vigente à época da prestação do serviço ou pela vigente à época do requerimento do benefício?
      2-C
      3-C
      4-E
      5-E

      Excluir
    15. Gabarito:

      1. C
      2. C
      3. C
      4. E
      5. E

      O que posso dizer quanto à questão 2 é que Willian e Marlon estão corretos. Contrassenso? Sim, a própria banca Cespe é uma contradição. Percebemos isso em várias questões ora adota a regra geral, ora a exceção. Qual postura devemos adotar? Nesse momento é que eu digo que a sorte reina, obviamente com dados estatísticos e resolvendo questões podemos aumentar a margem a nosso favor, mas ainda sim não há como evitar. Esse é o tipo de questão que não adianta entrar com recurso, pois haverá justificativa para ambas alternativas.

      Willian, não é uma crítica, apenas uma observação, vejo muitaaaas pessoas dizerem enfaticamente que entrariam com recursos, lógico e assim deve ser, mas meu amigo num contexto de 120 questões se ela alterar o gabarito de 5 é muito e olhe que a galera encontra justificativa pra tudo, inclusive pra uma virgula dizendo que ela prejudicou o contexto da questão. Apesar do pouco tempo de estudo já vi muitos absurdos, ferindo claramente as regras e ainda sim optou por não alterar o gabarito. A banca é imperativa, o ego dela fala mais alto, então não podemos contar muito com os recursos, afinal de contas a Cespe tem uma imagem a zelar.

      A questão 2 foi aplicada em 2013 na prova do MTE e a banca deu como gabarito oficial C tenho certeza que choveu recursos, mas não conseguiram derrubar a questão.

      Abs,

      Excluir
    16. Pessoal me ajudem ...
      Tenho certeza que já li que para os pais comprovarem dependência financeira somente a prova testemunhal é suficiente.
      Não é isso ???

      Excluir
  14. Letra D

    reabilitação profissional.


    Bons Estudos.

    ResponderExcluir
  15. Não entendi o que a questão pede.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A questão pede o benefício/serviço não devido exclusivamente ao dependente ou ao segurado?

      Excluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  18. Professor Hugo, seus livros - Manual e Resumo - estão totalmente atualizados com o que será cobrado no concurso ?

    ResponderExcluir
  19. O professor Ali do Estratégia, em seu simulado, colocou uma questão do qual discordo com o gabarito. Queria que vocês avaliassem a questão e o recurso que mandei para ele. Entendo que é uma parte sensível da legislação, em que as normas são conflitantes.

    QUESTÃO:
    Clair, empregado na loja Fashion, em meio período, e empregado na
    indústria Metal Pesado, também em meio período, sofre um acidente de
    trabalho na referida indústria, que o incapacitou para o exercício no ramo
    industrial, mas que não influenciou no seu emprego na loja citada. Diante
    do caso concreto, é correto afirmar que ele não se afastará do emprego
    na loja e receberá o benefício do Auxílio Doença enquanto essa
    incapacidade não se estender para a outra atividade exercida.

    Gabarito do professor: Certo.
    Justificativa dele:
    "estamos diante da hipótese do Auxílio Doença “ad
    aeternum” (para sempre). Nessa situação, o segurado somente
    pode se afastar das demais atividades que exerce após o
    conhecimento da reavaliação médica-pericial do INSS."

    MEU RECURSO:


    Professor, Quanto a questão 17 da aula 07 queria entrar com recurso..rs.

    Entendo que o há um conflito nas leis em relação à concessão de auxílio doença indefinidamente e a transformação deste em auxílio acidente quando há "impossibilidade do desempenho de uma atividade que exerciam à época do acidente, porém que permita o desempenho de outra". (Anexo III, Decreto 3048 [Explícito no edital).

    Nesse caso, é necessária uma interpretação sistemática. Além disso há doutrinadores que deixam claro que o auxílio doença nunca é concecidido indefinidamente na prática do INSS. Parece-me uma posição razoável, visto que, quando permitida outra atividade, o texto legal deixa claro em concessão de auxílio acidente.

    Na referida questão, então, não me parece correto dizer que "receberá o benefício do Auxílio Doença enquanto essa
    incapacidade não se estender para a outra atividade exercida".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu concordo com a resposta da questão, afinal, é o que diz o RPS:

      Art. 74. Quando o segurado que exercer mais de uma atividade se incapacitar definitivamente para uma delas, deverá o auxílio-doença ser mantido indefinidamente, não cabendo sua transformação em aposentadoria por invalidez, enquanto essa incapacidade não se estender às demais atividades.

      Excluir
    2. Eu sei desse artigo. Por isso falei que é conflitante. Como faz com a parte do Decreto que falei? Não seria melhor uma interpretação sistemática e ver qual o entendimento mais razoável? Sendo assim, podendo o sujeito trabalhar e se manter para outra atividade, não é mais razoável a transformação em auxilio acidente como forma de indenização? Falar em auxilio doença PARA SEMPRE (ou indefinidamente) me parece um tanto absurdo e contraditório.

      Excluir
    3. Estando ele recebendo auxílio-doença, ele pode se recuperar a qualquer momento. Já auxílio-acidente é definitivo.

      Excluir
    4. Também não enxerguei problemas quanto ao gabarito do Ali.
      Rafael o decreto utiliza a expressão'indefinidamente' em seu art. 74.

      Excluir
    5. Neste caso, acho que sabendo do conflito a CESPE não cobraria. Ainda sim, caso seja cobrado, a LEI é superior ao decreto. Logo também responderia CERTO.

      Excluir
    6. Entendo isso tb. Mas você acha correto em dizer que "receberá o benefício do Auxílio Doença enquanto essa
      incapacidade não se estender para a outra atividade exercida" ? Não é possível a transformação deste em auxilio acidente durante o recebimento do auxilio doença e trabalhando em outra atividade? Porque entendo que a questão quando afirma isso está excluindo essa possibilidade. A própria justificativa do professor exclui essa possibilidade.

      Excluir
    7. Só uma obs. O ilustre professor Ivan Kertzman defende a posição que mostro. E ele deixa claro que NA PRÁTICA do INSS é dessa forma que ocorre.

      Excluir
    8. Neste caso, acho que sabendo do conflito a CESPE não cobraria. Ainda sim, caso seja cobrado, a LEI é superior ao decreto. Logo também responderia CERTO.

      Excluir
    9. Questão dúbia e cabe recurso. Mesmo que se estender para a outra atividade exercida ele pode ou não ganhar a vida em outra e outras atividades. Se dissesse que a incapacidade ia se estender "às demais atividades" ai sim estaria Certo e sem ressalvas pq seria cópia do Decreto.

      Excluir
    10. Concordo com o gabarito da questão!
      Para mim, está correto.
      Vide Renan.

      Excluir
    11. Pra mim o gabarito do prof. está correto. Na prova marcaria igualzinho ele disse, pois isso é o que interessa pra prova.

      Vlw

      Excluir
    12. Marcaria correto sempre para esta questão..

      Excluir
    13. Também marcaria certo e com certa tranquilidade.

      Excluir
    14. Já teve uma questão parecida aqui no BLOG, eu marcaria CORRETO nesta ai!

      Excluir
  20. QUESTÃO : Art. 22. A empresa ou o empregador doméstico deverão comunicar o acidente do trabalho à Previdência Social até o primeiro dia útil seguinte ao da ocorrência e, em caso de morte, de imediato, à autoridade competente, sob pena de multa variável entre o limite mínimo e o limite máximo do salário de contribuição, sucessivamente aumentada nas reincidências, aplicada e cobrada pela receita federal do Brasil. C/E

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Errada - É aplicada e cobrada pela Previd. Social e Não pela RFB.

      Excluir
    2. E

      Aqui está uma parte louca da lei

      "Aplicada e cobrada pela Previdência Social"

      Excluir
    3. Errado, conforme Marlon.

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  21. Questãozinha Pra treinar a memória:

    02 - A perda da audição, em qualquer grau, somente proporcionará a concessão do auxílio-acidente, quando, além do reconhecimento de causalidade entre o trabalho e a doença, resultar, comprovadamente, na redução ou perda da capacidade para o trabalho que habitualmente exercia.
    C ou E

    ResponderExcluir
  22. QUESTÃO : Art. 22. A empresa ou o empregador doméstico deverão comunicar o acidente do trabalho à Previdência Social até o primeiro dia útil seguinte ao da ocorrência e, em caso de morte, de imediato, à autoridade competente, sob pena de multa variável entre o limite mínimo e o limite máximo do salário de contribuição, sucessivamente aumentada nas reincidências, aplicada e cobrada pela receita federal do Brasil. C/E

    ResponderExcluir
  23. Bom dia ! Hugo, o Senhor lançará um Resumo do seu livro de Previdenciário (11ª edição)? Tenho interesse, gostaria de saber se haverá este resumo. Desde já agradeço.

    ResponderExcluir
  24. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  25. Começando a desvendar os mistérios do LibreOffice.

    Julgue os itens subsequentes relativos ao LibreOffice.

    1 Writer é um processador de texto multiplataforma de código aberto e distribuído gratuitamente. É compatível com a maioria dos programas similares, como o Microsoft Word e o Corel WordPerfect, podendo exportar nativamente nos formatos HTML, XML e PDF.

    2 Na barra de status do aplicativo Writer, o asterisco (*) indica que um documento em processo de edição apresenta alterações que estão sendo salvas automaticamente.

    3 Após a edição de um texto no Writer, caso o usuário deseje verificar a ortografia é suficiente teclar F7.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1-c
      2-c
      3-e

      Mas sem a mínima certeza! kkk Libreoffice é foda!

      Excluir
    2. Limito-me a escrever; :((((
      tá fogo viu

      Excluir
    3. 1. E - Não tem PDF.
      2. E - O * apresenta alterações que ainda não foram salvas.
      3. CERTO

      Excluir
    4. 1-certin
      2-certinzin
      3-certo por analogia com Word, não tenho certeza.

      Excluir
    5. 1 - C

      2 - E

      3 - C

      Simplesmente angustiante! obrigado colega William por nos dar alegria e também tristeza (rsrs).

      Excluir
  26. Marlon, Willian e Renan. Houve consenso na questão de ontem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu postei uma justificativa lá. Única coisa é o PRPF não é sempre CI. Isso eu errei! Mas quando ele é CI ele deve contribuir como CI, conforme postei resposta do professor lá! Não sei se todos concordam?!

      Excluir
    2. Ok! PRPF é segurado especial a ressalva é que ele pode contribuir facultativamente com a alíquota de 20%.

      ótima discussão!!

      Excluir
  27. QUESTÃO
    O primeiro pagamento do benefício será efetuado até trinta dias após a data da apresentação, pelo segurado, da documentação necessária a sua concessão.

    C/E

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E - Os colegas já fizeram o pirão bem antes de eu chegar com a farinha...

      Excluir
  28. analista do seguro social/inss 2008

    1-o principio da distributividade na prestaçao dos benefícios e serviços tem sua expressao maior na área de saúde, dado o amplo alcance conferido pela intensa utilizaçao do sistema único de saúde.
    ( )certo ( ) errado
    2- Lucas é beneficiário de aposentadoria especial em razao de ter trabalhado exposto a agentes nocivos durante um periodo que, de acordo com a lei pertinente, lhe garantiu o referido direito. Nessa cituaçao, as despesas relativas ao pagamento da aposentadoria de Lucas devem ser custeadas com recursos arrecadados pela cobrança do seguro de acidente de trabalho.
    ( )certo ( ) errado

    ResponderExcluir
  29. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  30. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Clique no banner abaixo para comprar os livros de Hugo Goes