Clique no banner abaixo para comprar os livros de Hugo Goes

Arquivos (em PDF) dos simulados da Casa do Concurseiro

O acesso aos arquivos em PDF é grátis! Basta clicar!





Clique aqui para adquirir o acesso às resoluções em vídeo dos 4 simulados.

586 comentários:

  1. Esses simulados estão show de bola!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. alguem me ajuda com a questão 80 do simulado 2 por favor

      Excluir
    2. me ajudem com a 84 do simulado 2 também .

      Excluir
    3. Questão 80) Errada pois Anastácia tem suas contribuições presumidamente recolhidas pelas Empresa onde prestou serviço a partir de abril de 2003.

      Decreto 3.408/99, Art. 26 § 4º: “Para efeito de carência, considera-se presumido o recolhimento das contribuições do segurado empregado, do trabalhador avulso e, relativamente ao contribuinte individual, a partir da competência abril de 2003, as contribuições dele descontadas pela empresa na forma do art. 216”.

      Excluir
    4. Questão 84) Errada pois Esmeralda só teria direito ao prazo conforme tabela, se o óbito do Esposo/segurado decorresse de acidente de qualquer natureza ou de doença profissional ou do trabalho, independentemente do recolhimento de 18 (dezoito) contribuições ou da comprovação de 2 (dois) anos de casamento.
      Como tinha apenas 15 contribuições receberá a pensão por 4 meses.

      Excluir
    5. Acho que a intenção aqui foi nos confundir com a lista de doenças mencionadas que o segurado tem direito mesmo se não contar com a carência para aposentadoria por invalidez ou auxílio-doença, tais como: neoplasia maligna, AIDS, paralisia irreversível, Parkison, contaminação com radiação, etc

      Excluir
    6. anderson e dani muitooo obrigada por sanar minhas duvidas me ajudaram muito.

      Excluir
    7. Se a neoplasia Maligna está na lista elaborada, não necessitando assim de prazo de carência, não vi, ainda, motivos pra questão estar incorreta.

      Excluir
  2. Professor, pra prova do INSS precisa estudar a Retenção de 11% mediante empreitada e cessão de mão-de-obra? Estou com muitas dificuldades nesta parte, obrigada.

    ResponderExcluir
  3. Galera fizeram um ranking com as notas do simulado 1, postem lá para termos uma base como será, mais ou menos, por Gerência Executiva...

    Link:

    https://ranking.acasadoconcurseiro.com.br/inss-simulado-01-edital-no-012015

    ResponderExcluir
  4. Gente, qual tem sido a média de vocês em previdenciário?? esse simulados estão fogo visse.... muitas questões enganosas! Ta arretado!

    ResponderExcluir
  5. Pessoal, alguém poderia me explicar por que a questão 114 do simulado 1 está errada? Aposentadoria por idade, aposentadoria
    por invalidez, auxílio-doença, salário-maternidade
    e reabilitação profissional são
    benefícios concedidos a todos os segurados
    do Regime Geral de Previdência Social

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Reabilitação profissional não é benenfício, mas serviço.

      Excluir
  6. Reabilitação profissional não é benefício. É serviço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa ! que falta de atenção!!! Valeu Paulo!! Muito obrigada :)

      Excluir
  7. Por gentileza, alguém sabe explicar por que a questão 74 do simulado 1 está certa, trata-se daquela questão onde a dona de casa contribui com 11% e passa a contribuir como baixa renda, e não tem direito a salario maternidade, não entendi o por quÊ. Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tbm não entendi.

      e agora?
      quem poderá nos ajudar?

      Excluir
    2. Elaine, na verdade a questão não quer que você saiba disso. Repare que a questão afirma que ela está inscrita no cad-Único com 3 salários mínimos e para entrar na sistemática de recolhimento de 11% ela tem que tem renda famíliar de 2 salários mínimos.

      Excluir
    3. exatamente! Ela não tem direito a contribuir com 5% sobre o salário mínimo pq a renda mensal familiar tem de ser até 2 salários mínimos e não 3, portanto as contribuições vertidas sobre 5% não foram contabilizadas e ela não atingiu a carência

      Excluir
    4. Obrigada Crisllainy e Áurea, eu não tinha esse conhecimento de que a renda mensal familiar tem que ser limitada a 2 salarios minimos. Pesquisei li a respeito, e agradeço pela atenção.

      Excluir
  8. Sobre essa questão!!

    Questão 80 - Simulado 1 - Casa do Concurseiro

    SITUAÇÃO HIPOTÉTICA: Antônio trabalhou
    como empregado rural do período de janeiro
    de 1969 a janeiro de 2004.
    ASSERTIVA: Antônio já pode aposentar-se
    por tempo de contribuição.

    Gabarito: Errado

    Pela regra de transição ele já teria atingido a carência, completou 35 anos de contribuição em 2004 , pela regra de transição a carência seria 138 meses, de 1991 a 2004 ele tinha 13 anos de contribuição ( recolhimento presumido de segurado empregado a partir de 1991) , o que equivale a 156 meses, por qual razão ele não poderá se aposentar por tempo de contribuição? Professor,colegas, alguém poderia explicar? Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. empregado - aposenta por tempo de contribuição 35 anos - homem.

      de 2004 - 1969 = 35 anos de contribuição.

      não está CERTA?

      Excluir
    2. pelo que sei até agora, a partir de novembro de 1991 não é contado como tempo de contribuição. então ele tem 22 anos de TC (de 1969 a 1991), e 13 anos de carência (a partir de 1991 até 2004). sendo assim ele tem carência mas não tem TC.

      Excluir
    3. Na verdade falta a carência... O TC será contado, mas para fim de carência não.

      Excluir
    4. Mudança no gabarito da questão 80 do Simulado 1 da Casa do Concurseiro...

      http://www.hugogoes.com.br/2016/02/mudanca-no-gabarito-da-questao-80-do.html

      Excluir
  9. pus letra E na questAo 73 , por que é C ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem estiver em gozo de benefício mantêm a qualidade

      Excluir
    2. eu também errei essa questão e só depois foi que eu me toquei viu kkk

      Excluir
  10. só lembrando , questão 73 do simulado 1

    ResponderExcluir
  11. valeu professor por estes simulados!!!!

    ResponderExcluir
  12. gostaria de saber porque que a questão 52 está errada, pois lá diz que o INSS em 1990 com a fusão do IAPAS com o INPS e que atualmente a autarquia é vinculada ao Ministério da Previdência Social, o gabarito diz que é errado, mas pesquisando na net vi que está certo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ATUALMENTE é Ministério do Trabalho e Previdência Social - Vide medida provisória de 2015

      Excluir
    2. valeu Áurea!!! Deus te abençoe.

      Excluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Alguém pode me esclarecer o erro da questão 60 do simulado nº 1 por gentileza?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele foi contratado na Bolívia, teria q ser contratado no Brasil para ser empregado.

      Excluir
    2. Davi, como ele recebia auxilio acidente, ele mantinha a qualidade de segurado.
      Mantém a qualidade de segurado, independentemente de contribuições:
      Quem está em gozo de benefício.

      Excluir
  15. Gostaria de saber a respeito da questão número 80, por qual motivo foi considerada errada? Alguém tirou sua dúvida Áurea?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daiana, tudo bem? Na verdade o Professor informou ao pessoal que ele não teria direito a aposentadoria TC por falta de carência, mas ele teria sim, de acordo com a regra de transição do art 142. Em 2004 necessitaria de 138 contribuições e já tinha 156 (13 anos de TC após 1991). Sinceramente eu acho que o prof esqueceu dessa regrinha quando foi elaborar a questão, eu acho que ele queria ver se sabíamos que o TC anterior a 1991 não contava como carência e somente como TC, mas além dessa informação a regra de transição torna a questão correta. Abraços

      Excluir
    2. Obrigada Áurea, abraços!!!

      Excluir
    3. aurea, então o tempo de contribuição APÓS novembro de 91 também é contado? conta como TC e como carÊncia? estou confusa. anotei aqui que uma professora disse que anterior a novembro de 91 conta como TC (mas nao como carÊncia) e após isso não conta.. então no caso ele nao teria os 35 anos de contribuição.. vc pode me ajudar a entender? obrigada!

      Excluir
  16. Gostaria de saber qual o erro da questão 62 do simulado 1. Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O município citado na questão não possui RPPS e ele não poderá ficar desamparado, por isso sera coberto pelo regime geral.

      Excluir
    2. A questão diz que ele ficará excluído do RGPS e foi considerada certa.

      Excluir
    3. Ele já era vinculado á regime próprio de previdência, por isso estava excluído do regime geral e de qualquer outro regime de previdência. Logo, questão certa.

      Excluir
    4. eu tb não entendi isso.... ele ficará excluído??? Eu marquei errado e o gabarito é certo.

      Excluir
    5. segurado empregado: o exercente de mandato eletivo federal, estadual ou municipal, desde que não vinculado a RPPS. Como o candidato já era portador de vinculo com RPPS (tec do INSS) ele fica excluído do RGPS.

      Excluir
  17. Gente, não tem gratuitamente a correção do simulado?

    ResponderExcluir
  18. Eu fui malllll hahahaha

    cai nas pegadinhas aos montes!!!

    O professor Hugo Goes caprichou!!!

    ResponderExcluir
  19. Gente, uma dúvida da questão 56 do simulado 1:
    Pq q está errada, se as alíquotas são progressivas para empregados, avulsos e domésticos...não seria decorrente da equidade?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a questão não está ERRADA.

      Excluir
    2. você pode me passar o gabarito das questões, crisllainy?

      Excluir
  20. SIMULADO 1. QUESTÃO 67
    É segurado especial qdo o grupo familiar faz reparos em barcos? considera-se atividade artesanal? não entendi essa....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso já está no decreto não me lembro em qual artigo, este é o caso do assemelhado a pescador artesanal.

      Excluir
  21. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  22. simulado 1. questao 81.

    qual o erro? ela não poderia transformar tempo de serviço especial em comum e o fator não é obrigatório para aposentadoria pro tempo de contribuição?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e pq o gabarito esta CERTO utilizaçao do fator facultativamente?

      Excluir
    2. Também não entendi, Juju.
      Na questão não está claro se Mara trabalhou 10 anos em atividade insalubre antes ou depois dos 18 anos de atividade não nociva.

      Se os 10 anos forem antes cabe conversão do tempo especial para comum e em aposentadoria por tempo de contribuição o FP é obrigatório, o que deixa a questão ERRADA.

      Se supormos que os 18 anos de atividade não nociva veio primeiro, soma-se aos 10 de atividade nociva e aplica a aposentadoria especial em que não há FP, então como a questão afirma de aplicar facultativamente o FP, a questão torna-se ERRADA.

      Somente se Mara fosse deficiente a questão estaria correta...

      Quem poderá nos esclarecer?????? rsrsrs. Que apareçam os bons, porque ou a questão está com o gabarito errado ou tem alguma pegadinha...

      Excluir
    3. Juliano e Juju, é facultativo o fator previdenciário, pois existe a regrinha 85/95 (somando a idade com o tempo de contribuiçao). Desta forma convertendo o tempo especial para o tempo comum, temos 30 anos de contribuiçao + 55 anos de idade. 85 pontos que é o necessário para mulher.
      Fiquem com Deus!

      Excluir
    4. Nossa... Verdade!!!! Tinha esquecido completamente da regra 85/95. Valeu Innytrindade Trindade.

      Excluir
    5. Gente, mas espere um pouco. Vocês converteram de quem tempo pra qual se na questão não disse a que aposentadoria especial (15, 20, 25 anos) ela teria direito? Eu me perdi nessa parte. Alguém me explica?

      Excluir
    6. Dani,

      eu também pensei nisso! E descobri que independente de qual fator que se use para conversão (de 15, 20 ou 25 anos) ao juntar com os 18 anos de trabalho normal dá acima de 30 anos de contribuição + 55 anos de idade dá acima de 85 pontos - não importa qual fator seja -.

      O professor Hugo Góes caprichou nos simulados...

      Excluir
    7. caracaaa!! Meu Deus, nem me havia dado conta disso. Muito obrigada, Juliano Vicente. Esses simulados estão excelentes pra nos deixar alerta.

      Excluir
  23. gENTE...se alguém puder me ajudar...eu agradeço....

    Se puderem me passar a lei q fala sobre os deficientes qdo voltam a trabalhar....tb agradeço.

    muito obrigada

    ResponderExcluir
  24. GENTE

    Cadê o povo q fez mais de 100pontos conforme o ranking da casa do concurseiro? Nem todos têm condições de pagar né???kkkk

    ResponderExcluir
  25. Cai na pegadinha da 68 simulado III.

    ResponderExcluir
  26. Errei a questão 77 do simulado 1 porque entendo que Cláudio teria direito a renda mensal de um salário mínimo. Alguém sabe por que é correto dizer que é "superior" a um salário mínimo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também errei a questão, lendo mais atentamente, acho que a questão se torna certa porque menciona que ele recebe auxílio acidente, e auxílio acidente é somado na aposentadoria, logo sua aposentadoria seria superior ao S.M. Porém, não sei citar dispositivo legal para isto, mas não vi outra forma da questão ser certa, acredito que está neste ponto.

      Excluir
    2. ele é segurado especial, e para estes, o valor do auxilio doença é simplesmente somado à aposentadoria. por isso, valor maior que um SM. entendi assim.

      Excluir
    3. corrigindo: auxilio doença não. auxilio ACIDENTE. desculpem

      Excluir
    4. juliano vicente o valor do auxilio acidente que claudio recebe integra o salário de contribuição PARA FINS DE CALCULO DE BENEFICIO. e não integra para fins de cauculo de contribuição. cuidado para não confundir

      Excluir
  27. Colegas, alguém poderia me indicar o erro da questão de numero 103 do Simulado II?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. O erro está em dizer "NECESSARIAMENTE" igual a 91 % do salário de benefício. Devido ao art. 29, §10 da Lei 8.213 o auxílio-doença tem um limitador que é a média aritmética simples dos últimos doze meses, então o NECESSARIAMENTE deixa a questão errada.

      Excluir
  28. alguém teria como disponibilizar o gabarito dos simulados para quem não teve condições de adquiri-lo?

    ResponderExcluir
  29. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  30. Alguém pode me esclarecer uma dúvida ? Porque a assertiva 84 está errada ? Se o dispositivo em questão foi revogado. "Se o segurado empregado, por motivo de doença, afastar-se do trabalho
    durante 15 dias, retornando à atividade no 16º dia, e se dela voltar a se afastar dentro
    de 60 dias desse retorno, em decorrência da mesma doença, fará jus ao auxílio-doença
    a partir da data do novo afastamento. Se o retorno à atividade tiver ocorrido antes de
    15 dias do afastamento, o segurado fará jus ao auxílio-doença a partir do dia seguinte
    ao que completar aquele período".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tbm nao entendi pq que tá errada.

      Excluir
    2. Se a incapacidade é decorrente da doença anterior, o INSS paga. O empregador não pagará os 15 primeiros dias da prorrogação.

      Excluir
    3. decreto 3048/91
      § 3º Se concedido novo benefício decorrente da mesma doença dentro de sessenta dias contados da cessação do benefício anterior, a empresa fica desobrigada do pagamento relativo aos quinze primeiros dias de afastamento, prorrogando-se o benefício anterior e descontando-se os dias trabalhados, se for o caso.

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    5. é assim galera ... a claudiane ficou incapacitada no dia 1 de janeiro por 10 dias. significa dizer que ela voltou ao trabalho no dia 10 de janeiro. a partir de então, do dia 10 de janeiro, começa a contagem de 60 dias .
      exatamente no dia 10 de março, faz 60 dias que claudiana retornou ao trabalho e exatamente nesse mesmo dia ela voltou a ficar incapacitada PELO MESMO MOTIVO. sendo assim a empresa vai pagar os primeiros 5 dias para completar os 15, ja que no primeiro periodo so pagou 10, pois claudiana no primeiro periodo so ficou incapacitada por 10 dias . e o inss só pagara a partir do 6 dia da nova incapecidade e agora é de 30 dias. o inss só pagará 25 dias . espero que essa explicação nao tenha ficado muito enrrolada

      Excluir
    6. Exatamente isso, Rafhaella. eu tambémm entendo como vc!!

      E na verdade , o dispositivo legal que retrata isso que vc disse é o parágrafo 5º do Art. 75 e não o parágrafo 3º como disse a colega ali acima.

      Excluir
  31. Também gostaria de saber se alguém teria como disponibilizar o gabarito dos simulados para quem não teve condições de adquiri-lo?

    ResponderExcluir
  32. Também gostaria de saber se alguém teria como disponibilizar o gabarito dos simulados para quem não teve condições de adquiri-lo?

    ResponderExcluir
  33. O que vocês querem é o gabarito comentado???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nao, nao precisa. apenas as respostas ja seriam de grande ajuda =)

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  34. Boa tarde, alguém teria como disponibilizar os gabaritos dos 3 simulado??Obrigada

    ResponderExcluir
  35. OS gabaritos encontram-se no final dos simulados, logo abaixo do cartão resposta.

    ResponderExcluir
  36. QUESTÃO 74 - SIMULADO II: Dona Zefinha é aposentada por idade, casada com Seu José e possui 3 filhos, todos maiores de 21 anos. A inscrição de Seu José como dependente de Dona Zefinha somente ocorrerá no momento do requerimento de algum benefício.
    GABARITO: C
    Acontece que no Regulamento diz: Art. 22 - A inscrição do dependente do segurado será promovida quando do requerimento do benefício A QUE TIVER DIREITO, e não qualquer benefício.
    E se Dona Zefinha fizesse requerimento de um salário maternidade decorrente de adoção? No momento desse requerimento Seu José seria inscrito como dependente dela?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, não é isso que a lei quer dizer Susana o requerimento que ele for requerer para ele enquanto dependente qie no caso ou é auxílio reclusão ou pensão por morte entendeu?

      Excluir
  37. Alguém sabe porque a questão 66 do simulado I esta errada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apesar de a Instrução Normativa do INSS não cair na prova, só achei a resposta lá:

      IN 77 do INSS Art. 137. Mantém a qualidade de segurado, independentemente de contribuição:
      II - até doze meses após a cessação de benefícios por incapacidade (...)

      Nessa caso a regra de 6 meses do facultativo cai diante da de 12 meses.

      Excluir
    2. Anem gente, pra que colocar coisa de IN se isso não cai na nossa prova? Aí é demais.....

      Excluir
    3. leh... em regra o segurado facultativo mantém a qualidade por 6 meses apos a cessação das contribuições, porém se ele estava em gozo de beneficio esse prazo passa pra 12 meses.

      Excluir
  38. Pessoal, qual o problema da questão 68? Alguém me ajude?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim.... O fato de o relativamente incapaz ser MEI não é caso de emancipação?

      Excluir
    2. nossa, é verdade. não tinha prestado atenção nessa possibilidade. mas pesquisando aqui, achei isso com as palavras do professor hugo goes: "De acordo com a legislação que, atualmente, está em vigor, a emancipação é motivo para perda da qualidade de dependente do filho (Lei 8.213/91, art. 16, I), salvo se inválido ou com deficiência mental ou intelectual. No caso do filho inválido, ele mantém a qualidade de dependente depois de completar 21 anos, desde que a invalidez tenha ocorrido antes de completar 21 anos e antes da emancipação (RPS, art. 17, III)." então pelo que entendi, desde que a deficiencia e a incapacidade tenham vindo antes da emancipação, ele nao deixa de ser dependente.

      Excluir
    3. O exercício de atividade remunerada,insclusive na condição de MEI não impede a concessão ou manutenção da parte individual da pensão do dependente com deficiência intelectual ou mental ou com deficiência grave.

      Excluir
  39. gente, por favor. algué me explica a questão 83 do simulado 1? por que o SB dela foi maior que um salario minimo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, eu tb queria entender, mas acho que ele quis desviar o foco.. pois a assertiva encontra-se correta.

      Excluir
    2. Acho q queria desviar mesmo...contando aquela estorinha de 1500 reais...qdo na verdade ele disse q a renda mensal é tal... q realmente está correta...ele não perguntou se tava correta receber 1500....


      Espero q as questões da prova do CESPE não sejam assimmm pq tá FODAAAAAAAAAAA essas questões....

      Excluir
  40. é uma merda disponibilizar só o gabarito do simulado, sem que coloque a explicação do item dos simulados. Só deixa a gente apreensivo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim...e a gente acaba por aprender coisas erradas por não saber às exatamente onde está o erro ou acerto.

      Excluir
  41. Alguém explica a questão 82, do simulado 1. Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Ela trabalhou 15 anos em atividade especial + 2anos de benefício de auxílio doença = 17 anos de contribuição.
      Para aposentar em atividade especial dependendo será 15 , 20 ou 25 anos.
      A questão não diz se era leva, médio ou grav; mas mesmo se dissesse não daria 10 anos...pq 25anos - 17anos= 8 anos (faltaria pra aposentar)

      Excluir
    3. O recebimento do benefício de auxilio doença conta como tempo de serviço.

      Excluir
  42. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  43. SIMULADO II QUESTÃO 109
    PQ ESTÁ ERRADA SE DISTRIBUIÇÃO DE LUCROS ATÉ 2X NO ANO NÃO É SC? SE DIZ Q DISTRIBUI A SEUS FUNCIONÁRIOS.
    Houve alguma mudança ou tem alguma pegadinha q não me atentei?

    obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A distribuição deve ser 2X no ano, porém não pode ser no mesmo semestre.

      Excluir
  44. SIMULADO 3:Tim maio aponsentou-se como Juiz federal,cansado da vida de aponsentado,ele decidiu voltar a trabalhar e assumiu a função de sindico do condominio residencial onde mora.Além de não receber remuneração de seu trabalho como sindico, Tim maia paga a taxa condominial todos o meses. ASSERTIVA: Se assim desejar, Tim Maia pode contribuir para o RGPS como segurado facultativo. GABARITO; E. NÃO ENTENDIE.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É vedada a filiação ao Regime Geral de Previdência Social, na qualidade de segurado facultativo, de pessoa participante de regime próprio de previdência social, salvo na hipótese de afastamento sem vencimento e desde que não permitida, nesta condição, contribuição ao respectivo regime próprio.

      Excluir
    2. mas mesmo aposentado já, eliane?

      Excluir
    3. Mesmo aposentado Barbara, tanto é filiado, que incide desconto dos aposentados do RPPS.

      Excluir
  45. Oi pessoal! Esses simulados estão demais, o professor Hugo caprichou! algumas questões das provas 3 e 4 me pegaram, pois estão concedendo salário maternidade no caso de adoção antes dos 10 meses de carência, alguém pode me ajudar? será que perdi alguma exceção? Obrigada!

    ResponderExcluir
  46. Tem q se atentar q é 0 contr para empregado, avulso e doméstico e 10 contr para se, ci, e facultativo.

    ResponderExcluir
  47. Alguém por gentileza me esclarece o erro da questão 56 do simulado II ? A que princípio ela se refere?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu entendi q é de acordo com o principio q está na cf/88 aquele "uniformidade e equivalência dos benefícios e serviços aos trabalhadores urbanos e rurais"

      Excluir
    2. No meu entendimento, o erro não está no principio, mais quando afirma que é vedada a adoção e criterios diferenciados para a concessão de aposentadoria para urbanos e rurais, sabermos que os rurais tem reduçao de 5 anos na aposentadoria por idade.
      Espero ter ajudado.

      Excluir
  48. A questão 71 do mesmo simulado diz que Jhony não é segurado especial, qual o erro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pq diz q de todos os melmbros da família, APENAS Johny não é considerado SE... mas têm os irmão menores de 16 anos q só estudam...ou sejam...não podem ser segurados obrigatórios e tb não ajudam no trabalho de casa.

      Nas provas tem q se atentar principalmente pra estas "somente" "apenas" 'sempre" ....geralmente estão erradas.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Isso aí, entendo que os menores são dependentes e não segurados obrigatórios.

      Excluir
    4. além de johny também tem os irmãos que também não são segurados . por isso questão errada .

      Excluir
  49. Bom dia pessoal, tudo bem?
    Alguém pode por favor me ajudar com as questões 98 e 104 do simulado 2?
    O que impede Seu José de se aposentar por idade na questão 98?
    Já na questão 104, por que Michelle recebe mais de 4 meses por que Johny já contava com mais de três anos de contribuição? Independe do tempo da união?
    Desde já, muito obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na 98 o Seu José não tô entendendo se ele têm as 180 contribuições: ele trabalhou de 85 a 95 (10anos de contr=120contr) + 2005 a 2010 (5anos de cont=60contr) totalizando 180 contribuições.
      De acordo com a regra de transição ele poderia aposentar com 174 contr. e ele tb já tinha 66 anos de idade...

      Alguém sabe onde está a pegadinha????

      obrigada

      Excluir
    2. Exatamente Juju, também fiquei presa nessa.
      E a 104, você entendeu?
      Grata.

      Excluir
    3. Esta 104 tb não entendi...se a lei diz q se tiver um ou outro receberá por 4 meses a pensão por 4 meses. (No caso ele têm mais de 18 contr e menos de 24 meses de união.

      Eu tb achei q estivesse correta.

      Alguém saberia dizer?

      Excluir
    4. A causa da morte foi acidente, por isso ela terá direito a receber pensão por morte conforme tabela da idade.

      Excluir
    5. Muito obrigada Eliane! Você poderia nos ajudar por favor com a 68?!

      Excluir
    6. ah então é isso ? porque foi um acidente ? a lei fala mesmo em caso de acidente de qualquer natureza . e o que não se enquadra como acidente de qualquer natureza ? qual é o conceito disso ja errei varias questoes desse tipo .. sera que alguem pode me ajudar ?

      Excluir
  50. Tem alguém bom aqui em raciocínio lógico?

    Saberia me dizer da questão do simulado II n.38 (não entendo muito esse negócio de argumento válido ou inválido).

    E a questão 36 simulado II.

    Pq está errado dizer q Hoje eu estudei, raciocinio logico, portugues e seguridade social não pode ser representado por P e Q e R (eu entendi q hj eu estudei racioc log e estudei portugues e estudei seguridade social)???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nesse caso temos apenas uma proposição simples, não temos nenhum conectivo e temos apenas um verbo. O fato de ter estudado três disciplinas não quer dizer que são 3 proposições.

      Excluir
    2. Nesse caso temos apenas uma proposição simples, não temos nenhum conectivo e temos apenas um verbo. O fato de ter estudado três disciplinas não quer dizer que são 3 proposições.

      Excluir
  51. galera por gentileza alguém poderia me explicar a questão numero 81 do simulado 01 o porque dela estar certa. obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cesco, já foi respondida acima:
      Innytrindade Trindade21 fevereiro, 2016
      Juliano e Juju, é facultativo o fator previdenciário, pois existe a regrinha 85/95 (somando a idade com o tempo de contribuiçao). Desta forma convertendo o tempo especial para o tempo comum, temos 30 anos de contribuiçao + 55 anos de idade. 85 pontos que é o necessário para mulher.
      Fiquem com Deus!

      Excluir
  52. Galera, alguém poderia me ajudar com a questão 111? Não entendi o que está errado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não pode contribuir para o regime geral como facultativa por ser professora do estado filiada a RPPS; o negócio é ela vender trufas na feira e contribuir como contr individual...ou arrumar um bico em algum emprego...rss

      Excluir
    2. Obrigada, Juju, pela ajuda. Então ela pode ter as 2 aposentadorias, mas não pode completar os 2 anos como facultativa. Tem que ser segurada do tipo obrigatório, certo? Coitada... rsrs Valeu!

      Excluir
    3. Por conta desse artigo q ela não pode contribuir como facultativo:

      "É vedada a filiação ao Regime Geral de Previdência Social, na qualidade de segurado facultativo, de pessoa participante de regime próprio de previdência social, salvo na hipótese de afastamento sem vencimento e desde que não permitida, nesta condição, contribuição ao respectivo regime próprio".

      Excluir
  53. Alguém pode me esclarecer as questões 71 e 72 do simulado III, por que estão certas? Agradeço desde já.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana, também não entendi por que não teve a carência de 10 meses na questão 71, em relação á 72 recomendo a seguinte leitura: http://www.ambito-juridico.com.br/site/index.php?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=2795

      Excluir
  54. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  55. alguém saberia explicar:
    questão 67, simulado 2: mesmo com concurso, em autarquia, mesmo temporário, ele não é servidor e nao segue estatuto(fazendo parte do RPPS?)
    questão 70, simulado 2: o tamnho da área em modulos fiscais é só pra produtor rural, e tal? nao se aplica pra extrativista?
    questão 76, simulado 2: o que precisa para luquinhas ser considerado dependente?
    questão 77, simul. 2: está errada porque está incompleta? seriam dependentes apenas se comprovassem dependencia?
    questão 115, simulado 2: não entendi.

    obrigada. espero que minhas duvidas ajudem outras pessoas também! :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá barbara..

      quest 67. Os únicos servidores civis que podem ser amparados por rpps são os ocupantes de cargo efetivo.nesse caso são servidores contratados por tempo determinado , pra atender a necessidade temporária, nos termos do inciso Ix,do artigo 37, Constituição Federal.
      quest 70. A atividade de seringueiro ou extrativista vegetal, não existe limitação de área.
      quest 76. nessa situação Luquinhas é enteado de Anderson, ele será equiparado a filho mediante declaração escrita do segurado comprovada a dependência econômica, desde que não possua bens suficiente para o próprio sustento e educação.
      quest 77. 2°classe, dependência não é presumida.
      quest 115. 5 anos,contados da data de sua constituição definitiva.

      Excluir
    2. barbara na questão 67 ele não será filiado ao RPPS pois ele não ocupa nenhum cargo publico. servidores contratados para tender excepcional interesse publico o ocupam apenas uma função publica .

      Excluir
  56. 74.
    SITUAÇÃO HIPOTÉTICA: Maria estava con
    -
    tribuindo para a Previdência Social como
    segurada facultativa, no valor de 11% sobre
    um salário mínimo há três meses, quando foi
    informada por uma amiga que poderia pagar
    de uma forma menos onerosa e que teria os
    mesmos direitos. Maria não possui renda
    própria, a renda total de seu grupo familiar é
    igual a três salários mínimos, ela está inscrita
    no Cadastro Único para Programas Sociais do
    Governo Federal (CadÚnico) e mantém o seu
    cadastro atualizado. Um mês após começar a
    contribuir para a Previdência Social da nova
    forma, Maria descobriu que estava grávida
    de dois meses. Após receber a feliz notícia, a
    segurada continuou contribuindo para o INSS
    da forma que sua amiga a orientara. Quando
    o bebê nasceu, Maria deu entrada no pedido
    de salário-maternidade.
    ASSERTIVA: O INSS negará o pedido proto
    -
    colado por Maria em virtude de falta de ca
    -
    rência para o benefício

    alguem pode me dizer o erro?
    Obrigada

    ResponderExcluir
  57. Alguém saberia me dizer o dispositivo legal que deixa a 72 (SIMULADO I) incorreta??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. art.17, inciso,I, do decreto 3.048, de 1999.

      art. 17. A perda da qualidade de dependente ocorre:

      I-para o cônjuge, pela separação judicial ou divórcio, enquanto não lhe for assegurada a prestação de alimentos, pela anulação do casamento, pelo óbito ou sentença judicial transitado em julgado.

      Excluir
  58. Pessoal, a questão 83 do simulado I estaria correto por que mesmo?

    Seria por causa do parágrafo 10 do art. 29 (8213) dizer que o auxílio-doença não poderá ulttrapassar a média aritmética simples dos últimos SB, inclusive em caso de remuneração variável.....


    Seria por isso? É que a situação hipotética nos leva a imaginar: como é possível alguém que ganhe 1 salário mínimmo, receber de auxílio-doença 1500.

    Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dani, isso pode acontecer se a D. Josefina da questão tiver contribuído no período anterior com salários de contribuição maiores do que um salário mínimo. Lembre-se que será feita uma média com os 80% maiores SC. Peço que alguém me corrija se analisei a questão errada.

      Excluir
  59. Alguém pode me ajudar com a questão 94 do Simulado I?
    Minha dúvida é por que Juan só terá direito de receber o salário- maternidade caso faça o requerimento em até 120 dias contados do nascimento da criança, pois a Lei 8213 diz que " Prescreve em cinco anos, a contar da data em que deveriam ter sido pagas, toda e qualquer ação para haver prestações vencidas ou quaisquer restituições ou diferenças devidas pela previdência social". Fico grata pela ajuda. Bons estudos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raqueline, Boa noite! Achei a resposta no parágrafo primeiro do artigo 71-B, da Lei 8.213.
      ;)

      Excluir
    2. Obrigada, Izabela. Bons Estudos. :)

      Excluir
  60. Alguém pode me ajudar, qual é o erro da questão 52 do simulado 1
    52. O instituto Nacional do Seguro Social(INSS) foi criado em 1990, mediante a fusão entre o Instituto de Administração Financeira ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Acredito que atualmente a autarquia federal (INSS) está vinculada ao Ministério do Trabalho e Previdência Social.

      Excluir
  61. alguém poderia me dizer onde esta o erro da questão 98 do simulado II, por favor

    ResponderExcluir
  62. oi , olhe a tabela de transição no art. 142, da lei 8.213/91

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente, tem que saber essa tabela de transição pra prova?????

      Excluir
    2. obg charles, entendi ele só tinha 14,5 anos de contribuição e o minimo é de 15 nos

      Excluir
  63. Alguém poderia, por gentileza, me explicar a 102 e a 108 do simulado II?? Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 102: "fato este...anemia" a exposição a raios ionizantes gerou a anemia (acidente do trabalho) portanto independe de carência. 108: O C.I. contratado COM relação de trabalho com a empresa - empresa retém 11% da remuneraçao do c.i. (contribuiçao do segurado) e 20% patronal (art 22, III, 8212). Prazo de recolhimento é dia 20 mes subsequente ou dia anterior quando nao houver expediente bancario.

      Excluir
    2. Muito obrigada!! EU só achei que faltou na questão o nexo causal da enfermidade com o trabalho pra se configurar acidente, entendeu?

      Valeu pelos esclarecimentos!!

      Excluir
  64. Questao 67 do simulado 4.. por favor alguem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jeferson! A invalidez ocorreu antes de 21 anos. Colação de grau em nível superior antes da invalidez não é causa de emancipação, portanto Pedro não perdeu a qualidade de dependente e terá direito à pensão por morte.
      Obs: Também errei essa questão :( simulado 4 foi tenso... rs! Espero ter ajudado!

      Excluir
  65. Galera, a questão 105 do simulado I, por que Albertina tem que recolher 168,00? E a primeira parcela do 13º não inegrará essa parcela???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani, não. O pagamento da contribuição sobre o 13º é feito quando do pagamento da 2ª parcela do 13º, em 20/12 e não na primeira como mostra a questão. Bons estudos

      Excluir
  66. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  67. Pessoal, o professor Hugo liberou o simulado 4 gratuitamente também? Se sim, por gentileza quem tiver o link eu agradeço.

    ResponderExcluir
  68. Pessoal, tudo bem? A questão 65 está errada, porque ele se tornou facultativo ao trabalhar na prisão, logo, a qualidade de segurado seria mantida por 6 meses e não por 12, a que teria direito o detido/recluso.

    É isso mesmo??

    ResponderExcluir
  69. alguém pode me explicar como resolver essa questão do simulado 2:
    A sentença “Se bebo, então não dirijo”
    apresenta um argumento válido.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  70. Qual o erro desta questão? Não vejo erro algum.
    Acerca dos direitos sociais, os tratados e as convenções internacionais sobre Direitos Humanos que forem aprovados, em cada Casa do Congresso Nacional, em dois turnos, por três quintos dos votos dos respectivos membros, serão equivalentes às emendas constitucionais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Chandler!

      Nesse caso, não é um direito social, e sim um direito do Art. 5º -> Dos Direitos Individuais e Coletivos.

      Bons Estudos!

      Excluir
  71. Olá! alguém respondeu a questão 119 do simulado IV?

    Segurado facultativo apos 6 meses, perde a qualidade de segurado,não podendo recolher contribuição em atraso. Não entendi porque o gabarito está errado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Rejane o Segurado Facultativo poderá recolher até

      Dia 16 do 8º mês.

      Excluir
    3. Obrigada Ildislaine,

      Esqueci destes detalhes. Inicio/termino/mês imediatamente posterior ao término/ data vencimento da contribuição. +ou- 8 meses...

      Excluir

Clique no banner abaixo para comprar os livros de Hugo Goes