Clique no banner abaixo para comprar os livros de Hugo Goes

Questão nº 585

585. (CESPE - 2010 - DPU) A aposentadoria por tempo de contribuição sofre constantes ataques da doutrina, e número razoável de especialistas defende sua extinção, o que se deve ao fato de esse benefício não ser tipicamente previdenciário, pois não há, nesse caso, risco social sendo protegido, já que o tempo de contribuição não gera presunção de incapacidade para o trabalho.

(  ) Certo        (  ) Errado



Gabarito: C

186 comentários:

  1. Respostas
    1. Boa noite, quer puder me ajudar em uma dúvida agradeço.
      A SAT faz parte da contribuição à previdência social.
      Pois analisando a contribuição do segurado especial, entendo ser de 2,1% a contribuição sobre a receita bruta proveniente da comercialização da sua produção, ou seja, inclui a SAT.
      Já a contribuição do empregador doméstico, parece que não inclui, pois fala-se sempre em 8%, não incluindo os 0,8% da SAT. Se alguém puder me esclarecer agradeço. Bons estudos a todos, abraço, Fernando

      Excluir
    2. Bom Fernando, na lei 8212 art. 24 diz que a contribuição do empregador doméstico é de 8% e 0.8% incluindo sim o SAT, enfim como essa regra é nova a legislação não alterou o Decreto nº3048 que ajudaria muito na complementação da novas regras.
      -Espero ter ajudado na compreensão, abração e continue nas pesquisas em busca do conhecimento.

      Excluir
  2. Certo. Mas espera eu preencher os requisitos primeiro para ter direito adquirido. kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nilton, você eu marcaria como errada porque eu nunca tinha ouvido falar isso. Como foi que você soube?

      Excluir
  3. C - Bom dia!
    Feliz Páscoa a todos os amigos do Blog!!!
    Que Deus preencha seus corações com amor e paz.
    Não estou tão ativo no blog durante os dias de expediente, mas continuemos firmes em nossos estudos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amigo, sentindo falta!
      Feliz Páscoa para todos nós...
      Com paz e a vitória tão desejada.

      Excluir
    2. Bom Dia, Jovem William! que o menino Jesus possa nascer em nosso coração...

      Excluir
    3. Obrigado amigo Willian. Que todos nós possamos nos encher desse amor e estendê-lo pro resto do ano. A humanidade está precisando demais de amor!

      Excluir
    4. Que assim seja amigos! ^^

      Excluir
    5. O mundo precisa mesmo de muito amor... Que Deus nos abençoe.

      Excluir
    6. Amém!
      Estou ausente aqui também por diversos motivos pessoais, mas sempre quando posso dou uma espiadinha.
      Quase não posto questões, pois meu tempo de estudo diminuiu muito, tenho medo de depois não ter tempo de postar o gabarito.
      Deus no comando!

      Excluir
    7. :=)))

      Feliz Pascoa a todos! Que saibamos internalizar o verdadeiro sentido dessa data.

      De fato o tempo parece afunilar cada vez mais, quase não acesso o blog, redes sociais enfim na fase da prioridade da prioridade rsr! Normalmente acesso aqui no final do dia e daí não tem mais clima para comentar rsrs!

      Fiquem com Deus e força nos estudos.

      Beijos a todos :*)

      Excluir
    8. Realmente o tempo está passando muito rápido, torço por vocês meninas e que vossos problemas se resolvam! Abraços e bons estudos!

      Excluir
    9. Feliz Pascoa William, amigos do Blog e claro mestre Hugo Goes. Bons estudos, grande abraço!!

      Excluir
  4. RL.

    Considerando as proposições baixo, que tem por base o art. 201 da Constituição Federal de 1988, julgue os itens seguintes.

    P: Se a previdência social não atende à cobertura dos eventos de doença e não atende à idade avançada, então, há proteção ao trabalhador ou à maternidade.
    Q: Se os ganhos habituais do empregado são incorporados ao salário, haverá repercussão nos benefícios.

    1 A negação da proposição P pode ser corretamente expressa por: “Se a previdência social atende à cobertura ou atende à idade avançada, então, não há proteção ao trabalhador ou à maternidade.

    2 A proposição Q é logicamente equivalente a: “Os ganhos habituais do empregado não são incorporados ao salário ou haverá repercussão nos benefícios,” sendo que sua tabela verdade será composta por quatro linhas.

    3 A proposição {[P → (Q v R)] ↔ (P ^ ~Q)} é uma tautologia.

    4 No blog do Hugo Goes existem 80 mil estudantes que visitam o site diariamente, os quais na véspera da prova para técnico do seguro social estudam as três matérias básicas a saber: português, direito previdenciário e raciocínio lógico, sendo que desses estudantes; 12 mil estudam apenas português; 45 mil estudam direito previdenciário; 14 mil estudam raciocínio lógico; 5 mil estudam apenas português e raciocínio lógico; 18 mil estudam apenas português e direito previdenciário e 5 mil estudam as três matérias. Considerando essa situação hipotética, é correto afirmar que 14 mil estudantes do blog estudam outras matérias ou nenhuma das três matérias básicas na véspera da prova e 22 mil estudam apenas direito previdenciário.

    O orçamento da seguridade social para este ano foi de R$ 841,4 bilhões, segundo os dados divulgados pela Governo Federal. Desse total, 59% são devidos aos gastos com a previdência social.
    Internet: < http://www.brasil.gov.br/economia-e-emprego/2015/07/previdencia-preve-r-493-29-bilhoes-para-o-pagamento-de-beneficios-no-proximo-ano e http://www.orcamentofederal.gov.br/orcamentos-anuais/orcamento-2016/ploa/orcamento-cidadao-2016.pdf > (com adaptações).

    5 Do orçamento da seguridade social mencionado no texto, R$ 496.426.000.000,00 foram destinados à previdência social.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1) E não se nega se então com se então
      2) C
      3) E não é tautologia
      4) ainda não consegui fazer rsrsrsrs
      5) C

      Excluir
    2. A negação de p → q é ~p → q ou p^~q ... pra mim é possível negar se então , com se então.

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. 1 – E

      Fundamentação:

      A previdência social atende à cobertura dos eventos de doença OU atende à idade avançada E não há proteção ao trabalho E à maternidade

      2 – E

      Fundamentação:

      Os ganhos habituais do empregado são incorporados ao salário OU não haverá repercussão nos benefícios. São 4 linhas mesmo.

      3 – E – É uma contingência, pois a terceira linha vai dar como resultado V x V as outras deu tudo F

      4 – C/E – Depende de onde você vai colocar os 4 mil. rsrs

      Vamos lá, com calma ok?

      Estudam português: 40 mil alunos ( 18 + 12+ 5 + 5)
      Estudam RLM: 14 mil alunos (5 + 5 + 4)

      Agora veja o problema: Estudam Direito Previdenciário:

      45 mil alunos (18 + 5 + 22) ou (18 + 5 + 4 + 18)

      Essa questão omitiu um dado que fica impossível chegar ao resultado final: Há 4 mil alunos em RLM que Vc não tem como afirmar se estudam apenas RLM ou se esses 4 mil alunos estudam RLM + Dir. Previdenciário. Parece besteira, mas isso fará toda a diferença na interpretação da questão, pois 22 mil alunos podem estudar apenas Direito Previdenciário OU 18 mil alunos podem estudar apenas Direito Previdenciário vai depender de qual local você vai colocar os 4 mil alunos de RLM. Assim, se 22 mil alunos estudarem apenas Direito Previdenciário apenas 14 mil alunos não estudam nada ou estudam outras matérias, nesse caso a questão estará CERTA, (12 + 22 + 4 + 5 + 5 + 18 = 66 – 80 = 14 mil), mas se 18 mil alunos estudarem apenas direito previdenciário, então apenas 18 mil não estudam nada ou estudam outras matérias e a questão estará ERRADA (12 + 18 + 4 + 5 + 5 + 18 = 62 – 80 = 18 mil).

      Vais fazer o que agora Jovem Willian?? Sugiro anular a questão, pois a interpretação leva o candidato a 2 respostas.

      5 - CERTA

      Excluir
    5. 1-E
      2-C
      3-E.Alguém sabe resolver isso sem usar a tabela da verdade?
      4-E. Realmente, 14 mil estudam outra coisa que não as três matérias, mas não dá pra afirmar que 22 mil estudam só previdenciário.
      5-C

      Excluir
    6. Essa 4 já tentei, mas não sei...
      Vou de errado.

      Excluir
    7. Fazendo os conjuntos cheguei que estudam apenas prev menos de 22 e que não estudam as 3 matérias mais de 14, apesar de não saber ao certo quantos... pois ficou 14 + x e 22 - y.
      É difícil explicar RL aqui sem desenhar.

      Excluir
    8. Tente usar o diagrama de Venn Tatiana

      Excluir
    9. Bom dia Marcos, vc teria como se for possível mostrar como vc faz para resolver essa questão 4 pois tenho muita dificuldade com esse tipo de questão?

      Excluir
    10. Eu fiz Thiago... mas deu nó aqui na minha cabeça...

      Excluir
    11. Você é uma menina bastante inteligente Tatiana. Insisto. Preencha o diagrama com bastante calma.

      Excluir
    12. Bom dia,Marlon ..vc poderia sanar uma dúvida,por favor ?Na questão 2 "como identificar número de linhas numa proposição dessas?

      Excluir
    13. Da seguinte forma Dri:


      Sentença A - “Os ganhos habituais do empregado não são incorporados ao salário

      Conectivo "ou"

      Sentença B ---haverá repercussão nos benefícios,”

      Vc tem uma proposição composta unida por 2 sentenças, assim vc deverá elevar 2 ao quantitativo de sentenças: fica assim: 2 elevado a 2 = 4 linhas. Se fosse três sentenças efetivamente de uma proposição composta seria: 2 elevado a 3 = 8 linhas e aí vai...

      Espero ter ajudado

      Excluir
    14. Demorou, mas consegui:

      1-E INVERTE E NEGA
      2-C TROCA PELO OU - NEGA A PRIMEIRA, MANTÉM A SEGUNDA
      3-E
      4-E
      5-C ---> Tive que fazer na calculadora, um cálculo desse na prova é de arrasar.

      Excluir
    15. Ajudou e muito,Marlon!Obrigada pela gentileza.

      Excluir
    16. Quase no boa tarde! Tá aí a disciplina que mais tenho dificuldade na prova. Tenho até medo!
      1E
      2C
      3E, fiz pelo macete tudo F
      4C, no conjunto que fiz ficou 22 somente ou apenas no DP, totalizando 45
      5C, fiz por regra de 3

      Excluir
    17. 1- ERRADO. Acredito que a preposição P seria expressada da seguinte forma: P^Q → RvS. Sendo assim, a negação ficaria: (V ^ F), pois, quem manda na expressão é o condicional. Logo, a primeira parte permanece Inalterada; trocamos → pelo ^ ; nega-se a segunda parte. Basta olhar na assertiva e perceber que está errado.

      2- CERTO.Trata-se de um CONDICIONAL. P → Q logo a equivalência se deu per “ou” ficando assim: ~PvQ. Como são duas proposições, logo 4 linhas.

      3- ERRADO. Perdi tempo, mas fiz a tabela. Não é tautologia.
      4- CERTO.
      5- CERTO.

      Excluir
    18. Boa Tarde!

      1. E
      2. E
      3. E
      4. C
      5. Essa eu apanhei, e eu me lembro nada qtos zeros tem um bilhão hahah! Aposto que meu sobrinho de 9 anos sabe. Puxo tanto no pé dele pra estudar matemática e agora quem me passou fui eu :'(

      Excluir
    19. Gabarito Oficial:

      1. Errado - A negação de todas as proposições compostas, exceto a própria conjunção ( ^ ), será sempre através de uma conjunção e não da própria condicional ( --> ). A proposição P possui 4 proposições simples, que pode ser representada simbolicamente por: ~(AC v AI) --> (PT v PM). Sua negação é ~(AC v AI) ^ ~(PT v PM): “A previdência social não atende à cobertura dos eventos de doença ou não atende à idade avançada e não há proteção ao trabalhador nem (e não) à maternidade.

      2. Certo - Uma das formas de negar uma condicional P –> Q é ~P v Q. Para saber quantas linha formarão a tabela, basta elevar a quantidade de proposições simples pela base 2 = 2² = 4 linhas.

      3. Errado - É uma contingência! Se for fazer a tabela verdade, faça linha por linha, até o final e se a primeira, logo de cara der falsa, passe para a próxima questão e seja feliz! Há também o método que os professores ensinam em reduzir as proposições quando equivalentes!

      4. Anulado - Teoria dos conjuntos é complicado explicar por extenso! Ao inserir os dados nos três círculos ficariam da seguinte maneira: 12 mil estudam apenas P (português); 18 mil estudam apenas DP (Direito Previdenciário) e P; 22 mil estudam apenas DP (18 mil + 5 mil – 45 mil = 22); 5 mil estudam as três matérias – a intercessão principal -; 5 mil estudam apenas P e RL (Raciocínio Lógico); 0 estudam DP e RL; 4 mil estudam apenas RL e 14 mil ficaram de fora, ou seja, estuda nenhuma das 3 ou pode ser outras.

      Marlon, se a banca der todas as informações para somente preencher as lacunas, seria fácil demais, concorda?
      Segundo o professor PH e o Maluco lá da Casa do Concurseiro, quando o enunciado não informar uma única intercessão você deverá zerá-la, logo a lacuna que estudam somente Direito Previdenciário e RL é zero, ou seja, ninguém estudam apenas as duas matérias, indo os 4.000 diretamente para DP!

      As questões da CESPE, sobre conjuntos com dados incompletos, limitam-se a perguntar os que dá para afirmar com certeza, por isso optei pela anulação da questão.

      5. Certo - 841,4 x 59% = 496,426 ou 841.400.000.000,00 x 0,59 = 496.426.000.000,00 ou utilize a regra de três! Tem poucas questões sobre porcentagem da CESPE nos últimos anos e fiz uma readaptação de uma antiga acerca do orçamento da seguridade. Questão readaptada CESPE – PRF – 2004. As questões acerca desse tema, geralmente, são tranquilas como um grilo.

      Bons estudos...

      Excluir
    20. Willian, muito obrigada pelas questões! Deus esteja convosco sempre! Continue assim: "Tranquilo como um grilo!". Rsrsrsrs. =D

      Excluir
    21. Willian, quer dizer que quando o enunciado simplesmente não estabelecer, nos dados expostos, nenhuma interseção entre conjuntos, eu posso inferir que não há? Eu não sabia disso! Vindo de você, fecharei os olhos e bola pra frente.

      Excluir
    22. Thiago, ouvi isso do PH e do professor da Casa, esqueci-me o nome dele. No entanto, não vi questão da CESPE desse tipo, pois limita-se a perguntar só o que dá para inferir com exatidão.

      Excluir
    23. Thiagão...

      Com relação à nº 3, você perguntou se existe alguma forma de fazer sem utilizar tabela...

      Cara...

      Se você pegar o segundo termo (P ^ ~ Q) e atribuir valor V, você terá as proposições valoradas como:

      P = V
      ~Q = V
      Q = F

      Posteriormente, você atribui os valores encontrados no primeiro termo {P -> (Q v R)}.

      Com isso, verás que, dependendo do valor de R como F, o 1º termo terá valor F.

      Logo, F <--> V = F.

      Não será tautologia.

      Deu liga?



      Boa tarde galera!
      Feriado abençoado para todos!!!

      Excluir
    24. Deu pra chegar na resposta da 4...

      Pois, se são 40 estudando português, sobram 40 para RLM + PREVI.

      Se retirarmos os 5 da interseção dos 3 conjuntos e os 5 da interseção de RLM e PORT, restará 4 mil para RLM (14 -10).

      Se retirarmos os 5 da interseção dos 3 conjuntos e os 18 da interseção entre PORT e PREVI, restará 22 mil para PREVI (45 - 23).

      A soma de PREVI + RLM vai dar 26 mil.

      Logo, para se chegar aos 40 mil alunos que restaram, ficará faltando 14 mil alunos (são os que não estudaram as 3 matérias ou simplesmente não estudaram).

      Com isso, presume-se que não há interseção (pois, para ter interseção entre os conjuntos, a soma deveria extrapolar o valor de 40 mil restante para RLM e PREVI).

      Na minha opinião, o raciocínio da questão foi correto.

      Excluir
    25. Muito obrigado Willian e Mave Rick por tirarem minhas dúvidas.

      Excluir
  5. Certa.
    Bom dia e uma Feliz Páscoa.

    ResponderExcluir
  6. Hoje é dia de silêncio. Afinal a mais de dois mil anos levaram um justo a morte cruel. Te amo Jesus...

    ResponderExcluir
  7. Bom dia! Vou repetir aqui a questão que postei ontem!


    Alguém poderia me sanar essa dúvida de português???

    "É possível erradicar a fome por meio de ações integradas que aliviem as condições de miséria."

    - "que aliviem" se refere à "ações integradas" e por isso está no plural.
    Foi considerada ERRADA. Mas não são as "ações integradas" que vão aliviar as condições de miséria? o pronome relativo "que" seria o sujeito, PORÉM ele substitui um termo anterior no plural, logo o verbo tem que estar no plural, não seria esse o raciocínio?

    Outra questão que foi considerada desta vez CERTA:

    “Em decorrência do aumento do número daqueles que só têm celular, houve uma diminuição de telefones fixos”. O verbo “têm” está no plural porque concorda com o antecedente do pronome relativo.

    Ou seja, dessa vez foi considerado o antecedente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Erica.
      O verbo aliviar se refere ao QUE e não ações integradas.
      Errei essa questão quando fiz.

      Excluir
    2. Erica, eu , depois de resolver mais de 1000 questoes do cespe percebi que o cesçe é incoerente muitas vezes, principalmente português, e simplesmente há questoes que o cespe simples diz que ta errada e ponto final. A propria inferência de texto as vezes ele permite ir alem as vezes não. Sendo que o enuciado e o mesmo. felizmente o cespe é assim p mim pra vc p nos.Não se preocupe,vc acha porque quem ninguem chega perto de gabaritar uma prova do cespe???

      Excluir
    3. Eu já apanhei muito com isso. De vez em quando, ainda esqueço e dou uma pecadinha.

      Excluir
    4. Eu também concordo que o verbo vai concordar com o que, mas na segunda questão, não concordaria também com o que?

      Eu só consegui enxergar assim:
      o verbo vai CONCORDAR com o antecedente do pronome relativo "QUE", porém o verbo se REFERE ao "QUE", porque o "QUE" é o sujeito da oração!

      Tô certa ou tô errada? : p

      Excluir
    5. Érica,resolva muitas questoes do cespe e vc vai perceber o que falei acima. Nao perca seu tempo tentendo entender isso .Pois simplesmente não conseguirá.vc acha que qual é o motivo de todo o concurso do cespe tem questões erradas??e questoes que não são anuladas mesmo que todos dizem que estão erradas??? Apessoa que elabora questões ja sabe quetem questões erradas .entao por que as colocam na prova.pense nisso

      Excluir
  8. bom dia guerreiros! vamos fazer uma pequena enquete : quem se se escreveu pra vagas reservadas acotas ?

    ResponderExcluir
  9. CORRETA.
    Pura doutrinação, mas é correta!

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Correto, somente em 6 países existe aposentadoria por tempo de contribuição.

    ResponderExcluir
  12. DIREITO PREVIDENCIÁRIO

    01 - É correto afirmar que são regimes da previdência social, o regime geral, o regime próprio e o Regime de Previdência complementar.

    C/E

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomando como base o RPS sim, tomando como base a lei 8213 não. De toda sorte, é possível fazer essa afirmação, portanto meu gaba é CERTO

      Excluir
    2. C - Vide Marlon, complicado a banca invalidar esta questão, haja vista que a maioria dos livros de previdenciários afirmam, categoricamente, ser os 3. Nesse quesito, sigo o raciocínio de Hugo Goes.

      Excluir
    3. CERTO. Se levarmos em conta a CF.

      Excluir
    4. Gabarito : certo

      A doutrina majoritária considera que a previdência social é composta pelos RGPS, RPPS e RFPC.

      Excluir
  13. Daniel casado a um ano , devido a crise no Brasil se encontrara desempregado onde estivera empregado no período de um ano , em um grave acidente veio a óbito ,ao requerer pensão junto ao inss, seu pedido foi deferido . certo/ errado ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. C/E depende , se sua esposa for segurada SIM , caso não seja NÂO.

      Excluir
    2. Errado. Faltam informações para se chegar a conclusão que Daniel era segurado no momento do acidente.

      Excluir
    3. Como um morto vai requerer pensão por morte?

      Excluir
  14. Informações insuficientes.
    Questão não deixa claro se ele ainda estava com a qualidade de segurado mantida .Quanto tempo desempregado não fala.

    ResponderExcluir
  15. BOM DIA A TODOS!!!

    QUESTÃO CORRETA!!!

    A APOSENTADORIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO É O ÚNICO BENEFÍCIO DO REGIME GEREL QUE NÃO RESULTA DE UM “RISCO SOCIAL”, É POR ISSO QUE EXISTE A INCIDÊNCIA OBRIGATÓRIA DO FATOR PREVIDENCIÁRIO, PARA TENTAR INIBIR OS SEGURADOS. EIS O MOTIVO DE SER TÃO CRITICADA.



    ResponderExcluir
  16. QUESTÕES PREVIDENCIÁRIO


    1-É vedado o recolhimento de contribuições pós-morte , salvo no caso de segurado especial.

    2-Adriano Produtor Rural Pessoa Física contratou Ricardo segurado contribuinte individual. Nesse caso como Ricardo trabalha para um equiparado à empresa, as suas contribuições serão de 11% sobre salário de contribuição e 2,1% sobre receita bruta da comercialização referente a substituição da cota patronal, porém como Ricardo presta serviço para um PRPF ele próprio recolherá sua contribuição que será de 20% sobre seu salário de contribuição e o PRPF os 2,1% sobre receita da comercialização.

    3-Produtor Rural Pessoa Física que contrate empregados à seu serviço deverá recolher uma cota fixa de 8% sobre o salário de contribuição de seus empregados.

    4- Considere um pescador artesanal que faz da pesca seu principal meio de vida, sendo assim enquadrado como segurado especial, cuja embarcação seja de pequeno porte. Caso ele tenha empregados permanentes perderá seu enquadramento de segurado especial.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1-E. Depois de morto o que pode acontecer é beneficiário requerer benefício, não recolhimento de contribuição social.
      2-C
      3-C. Sempre.
      4-C

      Excluir
    2. 1) E após a morte pode ocorrer a inscrição do segurado especial;
      2) E Ricardo como presta serviço a outro CI pagará 11% de contribuição; Adriano que é CI e contrata outro CI para prestar serviço pagará 20% sobre a remuneração do Ricardo;
      3) C
      4) C

      Excluir
    3. 1. E - É imprescindível o recolhimento durante a vida, além de o segurado especial não efetuar, efetivamente, recolhimentos. A jurisprudência é firme nesse entendimento e qual a base legal para ter essa questão como certa!?
      2. E - A questão trouxe várias assertivas, porém tem um erro de escrita, por afirmar que Ricardo contribuirá com 11% e 2,1% sobre a receita bruta de comercialização. Acho que a banca queria dizer Adriano os 2,1%.
      3. E - faltou informações cruciais, já que remete a outra legislação, deveria ter por período de até dois meses ou nos termos da lei tal.
      4. C - Considerando pequeno porte até 20 AB nos termos da lei tal.

      Excluir
    4. 1-E
      2-E
      3-E a questão deveria ter falado que o contrato era de 60 dias..portanto não da pra afirmar que é 8%.
      4-C Auxílio eventual.

      Excluir
    5. 1-E
      2-E
      3-C ---> Fui pelo que lembrava!
      4-C

      Prescinde comentários!

      Excluir
    6. GABARITO

      1-ERRADO Nessa tentei confundir , não pode haver recolhimento pós morte o que pode ocorrer é inscrição do segurado especial.

      2-ERRADO ( essa não ficou bem formulado , mas nesse caso ocorre que quando o CI presta serviço a um PRPF , o próprio CI fica responsável pelo o recolhimento de sua contribuição , aí que ta. Quando um CI trabalha para empresa ou equiparado está deverá recolher 11% sobre a remuneração , mas nesse caso como o CI é responsável por esse recolhimento ele próprio deverá recolher os 11% e não 20% sobre o SC.

      Já o PRPF não recolherá 2,1% sobre receita da comercialização , pois essa cota só é substitutiva para empregados e avulsos ao seu serviço , logo o PRPF recolherá 20% de cota patronal referente ao CI.

      3- CORRETO/ERRADO ( Essa questão foi mais para tirar uma duvida. Esqueci de botar que o empregado trabalha durante 2 meses , mas foi essa minha intenção e nesse caso é isso mesmo a cota será fixa de 8%. Queria aproveitar e perguntar: Caso o empregado ou avulso seja permanente , essa cota não será fixada em 8%??

      4-CORRETO ( Perderá a qualidade de segurado especial no 1 dia do mês subsequente...)

      Fiz as questões na correria , hoje de manhã , nem reparei os erros rs.
      Mas acho que deu para treinar os conhecimentos.

      Excluir
    7. Boas questões, Marcus!
      Sobre seu questionamento, o trabalhador rural contratado será sempre segurado empregado, nos termos do art. 9°, inc. I, "r" do RPS. A Lei no 5.889, de 8 de junho de 1973 fixa a alíquota em 8% independentemente da remuneração, que na prática é de um salário mínimo.

      Excluir
  17. Resposta: sim ,poderia ser melhor formulada.mas seguindo uma sequencia dos acontecimentos , DANIEL esteve casado há um ano, primeiro ponto,segundo contribuiu por um ano,levando em conta que ele mantinha a qualidade de segurado, a sua esposa recebera apensão .( caso o motivo da morte não fosse por acidente receberia a pensão por 4 meses .)

    ResponderExcluir
  18. Um eleitor deverá escolher um entre os candidatos A, B, C e D. Ele recebeu, de seus amigos, as quatro seguintes mensagens a respeito desses candidatos:

    • Os candidatos A e B são empresários.
    • Exatamente dois entre os candidatos A, B e C são empresários.
    • O candidato A é empresário.
    • O candidato C é empresário.

    Com base nas informações apresentadas, julgue o próximo item, considerando que o eleitor sabe que exatamente uma das mensagens é falsa e que exatamente um dos candidatos não é empresário.

    As informações são suficientes para se concluir que o candidato D é empresário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E
      Apenas os candidatos A e B são empresários.

      Excluir
    2. E - Thiagão, há professores de RL que afiram que não cairá Lógica de Argumentação, porém eu a estudo mesmo assim.

      Excluir
    3. Melhor sobrar que faltar nobre Willian

      Excluir
    4. ERRADO. Vide Tatiana, agradeço muito o professor PH nessas horas, faz tempo que não vejo essa matéria, mas consegui fazer!

      Excluir
    5. E
      2 são empresários

      Excluir
    6. Gabarito: Errado
      Parabéns pessoal.

      Excluir
  19. Amigos do Blog, alguém ajuda o que é atividade não contenciosa?

    Consoante o critério da distinção entre atividade jurídica e social do Estado, o direito administrativo é o conjunto dos princípios que regulam a atividade jurídica não contenciosa do Estado e a constituição dos órgãos e meios de sua ação em geral. CERTO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certo
      A administração não há q se fazer coisa julgada,a prerrogativa de"definitividade cabe só ao juduciario,por isso ser o nosso sistema adm regido pela unicidade de jurisdição.Espero tê-la ajudado!

      Excluir
    2. Não contencioso=não pode litigar na via judicial
      Embora exista o processo administrativo que pode ser instruído dentro da administração, porém nada impede que a via judicial seja invocada.

      Excluir
    3. Contencioso é sinônimo de litígio.

      Em regra o direito administrativo é não contencioso.

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    5. Não contencioso= não toma decisão em definitivo

      Ou seja, todo litígio administrativo pode ser levado para via judicial sendo que somente esta tomará a decisão definitiva.

      Excluir
    6. Obrigada... agora entendi.

      Excluir
  20. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  21. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  22. Tatiana, ou outro colega!

    Em relação à questão de português que postei acima!

    Eu também concordo que o verbo vai concordar com o que, mas na segunda questão, não concordaria também com o que?

    Eu só consegui enxergar assim:
    o verbo vai CONCORDAR com o antecedente do pronome relativo "QUE", porém o verbo se REFERE ao "QUE", porque o "QUE" é o sujeito da oração!

    Tô certa ou tô errada? : p

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o que eu entendo Erica... fazendo questões do Cespe é isso que dá para entender.

      Excluir
  23. As questões de Português da CESPE são extraordinariamente complicadas e subjetivas. Sempre gostei dessa matéria, fazia provas de outras bancas, agora penso mil vezes antes de fazer, de tanto que consome minha energia e de tanto que erro....

    Considere o trecho: " A natureza é capaz de produzir materiais preciosos, como ouro e cobre - condutor de energia elétrica."

    1- O termo “como o ouro e o cobre" expressa uma informação que torna mais preciso o significado de “materiais preciosos".

    2- A oração “de produzir materiais preciosos" e o termo “de ENERGIA ELÉTRICA" desempenham a mesma função sintática no período.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1- C
      2- C

      Questões bem difíceis em Jamila rs

      Excluir
    2. Jamila poderia me ajudar?
      A nova regra ortografica cai no concurso?
      Estou na duvida pois o edital foi publicado em 2015 e a nova regra começou a valer apenas em 2016.
      Obrigada.

      Excluir
    3. Jamila poderia me ajudar?
      A nova regra ortografica cai no concurso?
      Estou na duvida pois o edital foi publicado em 2015 e a nova regra começou a valer apenas em 2016.
      Obrigada.

      Excluir
    4. Innytrindade, não sei te dizer, mas é bom dar uma olhada, a CESPE é cheia de surpresas!

      Marcus, pelo jeito para você as questões foram fáceis, errei as duas, a questão 1 é extremamente subjetiva. Não entendi se está ironizando ou dizendo que as questões são realmente difíceis, dupla interpretação kkkkkkkkkkkkk!

      Excluir
    5. Isso é verdade rs São totalmente subjetivos , mas me acostumei com o jeito do cespe de cobrar português.

      Responda bastante questões que você vai ficar fera. Eles têm um jeito próprio.

      Ironizei não , são difíceis mesmo pela subjetividade , mas é só analisar bem !!! kkkkkk

      Excluir
    6. 1-C
      2-C

      Jamila, somente com a repetição que podemos chegar a perfeição!

      Excluir
    7. Obrigada amigos! Erro bastante sujeito oracional, parece que tem relação com conjunção integrante. Vocês têm razão, só fazendo muitas questões mesmo! ¬¬

      Excluir
    8. Eu acho a prova mais difícil de português a da FGV, portuga não é o meu forte, mas acho que no CESPE fazendo varias questões vc pega a manha ...

      Excluir
  24. Não pode garotear 77: Qual frase está certa?
    1. Faltam aos alunos estudar mais.
    2. Falta aos alunos estudar mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A 2. Isso falta aos alunos. O verbo fica no singular em caso de sujeito oracional.

      Excluir
    2. Não há o que se falar em concordância do verbo 'faltar' com a expressão 'aos alunos'.

      A regra é que o verbo deve concordar com o sujeito e como o termo 'aos alunos' está preposicionado, então não poderá ser sujeito.

      Minha: 2

      Excluir
    3. https://m.youtube.com/watch?v=_k8wz8Ry05U
      Resposta 2 em vídeo com o prof. Pest
      Parabéns a todos!

      Excluir
    4. Gra rápida na resposta, mas 2 também.

      Excluir
  25. Olha que maravilha encontrei e compartilho agora com vocês. Bons estudos!

    http://www.mapadoedital.com.br/mapas-mentais-e-simulados-gratuitos/

    ResponderExcluir
  26. Boa tarde povo de Deus!!
    E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou. 2 Corintios 5:15.. Que Deus esteja no controle das nossas vidas nos dando a vitória hje e sempre... e lembrem-se ..Ele morreu, mas ao 3º dia Ressuscitou e assim firme nele está a nossa fé porque ele VIVE.

    ResponderExcluir
  27. João é segurado empregado e exerce atividade afastado das frentes de produção em uma mina subterrânea desde 24/02/1996. Sendo que no período de 20/02/2014 até 20/02/2016 esteve recebendo auxílio doença, voltando a trabalhar somente no dia 21/02/2016. Baseado nisso julgue o item a seguir:

    1) Por mais que João continue trabalhando afastado das frentes de produção em uma mina subterrânea até o dia 24/02/2016 ele não terá direito à aposentaria especial, ja que não terá completado o tempo de trabalho necessário para fazer jus a esse benefício.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se for acidentário terá direito.

      Excluir
    2. Errado, trabalho em frente de produção são 15 e ele já tem os períodos de auxílio doença é considerado como especial também.

      Excluir
    3. E
      Férias e AD servem como TC

      Excluir
    4. Gabarito: E
      Ele trabalha afastado das frentes de produção logo são 20 anos para se aposentar sendo que o tempo em que recebeu auxílio doença conta como atividade especial também pois antes de receber o auxílio doença ele estava exercendo atividade exposto à agentes nocivos a saúde

      Excluir
  28. Alguém poderia me ajudar nesta assertiva que tem o gabarito ERRADO?

    As fontes formais do direito previdenciário, também conhecidas como fontes materiais, incluem a CF e as Leis n.º 8.212/1991 e n.º 8.213/1991.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fontes formais são diferentes de fontes materiais.

      Excluir
    2. E
      Fontes formais são as leis em si, fontes materiais são regras não escritas que se formam por um comportamento e pela convicção de que este é obrigatório e necessário. Regras não escritas que tornaram-se normas de conduta.

      Empregando a terminologia de Gilissen, as fontes materiais compreenderiam as fontes históricas e reais.

      Excluir
  29. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  30. Constitucional

    João, aprovado no concurso da polícia federal, dirigiu-se ao
    Tribunal Regional Federal com o fim de obter certidão
    negativa criminal, documento este, exigido pelo órgão para
    que o mesmo tome posse no cargo de agente de polícia. Ao
    receber a certidão, João percebeu que o conteúdo abordava
    informações previdenciárias, diferentemente das informações
    solicitadas. Diante dessa situação, caso a funcionária do
    tribunal se recuse a retificar a certidão, João poderá impetrar
    um Habeas Data, remédio constitucional ideal para proteger
    o direito em tela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Errado, devera impetrar mandado de segurança pois,requerer certidão é um direito líquido e certo.

      Excluir
    2. Certo. Cuidado pessoal! João recebeu a certidão. Não houve a negativa do documento. O que a questão fala é sobre o conteúdo da certidão que está errado. O remédio constitucional para a retificação de documento à pessoa do impetrante é o Habeas Data, quando não se prefira fazê-lo por processo sigiloso, judicial ou administrativo;

      Excluir
  31. Pessoal quais são os prazos para entrar com recurso nas juntas de recursos e nas câmaras de julgamento?
    Os efeitos são devolutivos?

    ResponderExcluir
  32. Da decisão de primeira instância (DRJ) caberá recurso voluntário, com efeito suspensivo ao conselho administrativo de recursos fiscais ( Decreto 70.235/72 art. 33)
    prazo de trinta dias contados da ciencia da decisão da primeira instância

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, você pode corroborar com a questão abaixo?

      Excluir
  33. Questão : É de 30 dias o prazo para interposição de recurso contra as decisões das Juntas de Recursos do CRPS. Tais recursos são dirigidos às Câmaras de Julgamento do CRPS e têm efeito apenas devolutivo.
    ( ) certo ( ) errado

    Justificar resposta, obrigado (gabarito errado)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Errado.
      Tem efeito suspensivo e devolutivo.

      Excluir
    2. Boa noite!
      Macete: SUSPeito que DEVO na junta
      O prazo tá certo, mas o efeito é suspensivo e devolutivo.
      Boa noite! Feliz Páscoa!

      Excluir
  34. PREZADOS,
    BOA TARDE, ME CADASTREI AGORA AQUI NO BLOG, RESPONDI AS QUESTÕES MAS NÃO ENCONTRO GABARITO. ELE NÃO POSTA?

    ResponderExcluir

Clique no banner abaixo para comprar os livros de Hugo Goes