Clique no banner abaixo para comprar os livros de Hugo Goes

Evangelho do Dia 15 de abril de 2016 (João 6,52-59)

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João.
Naquele tempo, os judeus discutiam entre si, dizendo: 6 52 "Como pode este homem dar-nos de comer a sua carne?"
53 Então Jesus lhes disse: "Em verdade, em verdade vos digo: se não comerdes a carne do Filho do Homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis a vida em vós mesmos.
54 Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia.
55 Pois a minha carne é verdadeiramente uma comida e o meu sangue, verdadeiramente uma bebida.
56 Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele.
57 Assim como o Pai que me enviou vive, e eu vivo pelo Pai, assim também aquele que comer a minha carne viverá por mim.
58 Este é o pão que desceu do céu. Não como o maná que vossos pais comeram e morreram. Quem come deste pão viverá eternamente".
59 Tal foi o ensinamento de Jesus na sinagoga de Cafarnaum.
Palavra da Salvação.

10 comentários:

  1. Adorei ler a palavra, mas me surge várias interpretações e não sei qual é a certa, se é que uma das estão certas, creio que Jesus não fala de forma literária, e sei também que ele era muito sábio.

    ResponderExcluir
  2. Adorei ler a palavra, mas me surge várias interpretações e não sei qual é a certa, se é que uma das estão certas, creio que Jesus não fala de forma literária, e sei também que ele era muito sábio.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Mas qual a sua dúvida exatamente M Mendes?. Se puder lhe ajudar em algo ... Ficarei feliz

    ResponderExcluir
  5. Naquele tempo poucos podiam compreender o que Jesus dizia, o que ele diz aqui é muito profundo. Jesus tentou dizer isso de diversas outra maneiras: "aquele que beber da água que eu lhe der, fluirão rios de água viva de seu interior"; "Se alguém quer ser meu seguidor negue-se a si mesmo todos os dias tome sua cruz e me siga" (é qualquer um, não importa quem, basta querer. É ouvir as palavras que sai da boca dele e as praticar, é se tornar um só com ele, é fazer como ele ensinou, é para AMAR, é para perdoar, é para deixar essa vidinha de rancor e ódio, é para ser um pacificador assim como ele. E quando o sofrimento vier é para ir em direção ao sofrimento e passar por ele com resignação. É por isso que é necessário beber dele e comer dele, porque ele antes de nós, sofreu, foi humilhado, foi crucificado e teve uma morte vergonhosa, morte de cruz. É por isso que ele recebeu um nome que está acima de TODOS os outros nomes. Quem comer somente por ele e beber somente por ele nunca ficará desamparado.

    ResponderExcluir

Clique no banner abaixo para comprar os livros de Hugo Goes