LANÇAMENTO: 14ª EDIÇÃO DO MANUAL DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO

LANÇAMENTO: 14ª EDIÇÃO DO MANUAL DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO
Clique na imagem acima para comprar com 20% de desconto

A Igreja foi fundada por Constantino?

Constantino, imperador romano, não criou Igreja nenhuma. Por meio do Edito de Milão, no ano 313, ele apenas deu liberdade de culto aos cristãos. Posteriormente, o imperador Teodósio, por meio do Edito de Tessalônica, no ano 380, tornou o Cristianismo como religião oficial do Império Romano.

Nos seus 300 primeiros anos, a Igreja foi perseguida pelo Império Romano. Com o imperador Constantino (ano 313 d.C), o Cristianismo deixou de ser perseguido pelo Império Romano. Com o imperador Teodósio (ano 380 d.C), o Cristianismo passou a ser a religião oficial do Império Romano.

Mas o fato de ter passado a ser a religião oficial do Império Romano, não significa que a Igreja tenha sido fundada por um imperador romano.

Então quem fundou a Igreja? O Evangelho de Mateus (16, 17-19) diz que foi o próprio Jesus Cristo que fundou a sua Igreja. Leia o texto:
"17. Disse-lhe Jesus: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque não foi carne e sangue que to revelou, mas meu Pai, que está nos céus.
18. Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;
19. dar-te-ei as chaves do reino dos céus; o que ligares, pois, na terra será ligado nos céus, e o que desligares na terra será desligado nos céus."
O trecho acima (Mateus 16, 17-19) deixa claro que Jesus criou uma Igreja. Eu creio no Evangelho. Mas sei que ninguém está obrigado a acreditar no Evangelho.

No ano 1054, houve o primeiro grande cisma da Igreja fundada por Nosso Senhor Jesus Cristo. Em razão desse cisma, o Cristianismo ficou dividido entre Igreja do Ocidente (a Católica) e a do Oriente (a Ortodoxa).

No ano 1517, a Igreja do Ocidente (a Católica) sofreu o cisma protestante, comandado por Martinho Lutero.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique na imagem abaixo pra comprar livros de Hugo Goes