O Palácio do Planalto prepara, ainda para este ano, o anúncio de um pacote de ações que inclui a adoção de cotas para negros no funcionalismo federal. A medida é defendida pessoalmente pela presidenta Dilma Rousseff e atingiria cargos comissionados e concursados.

As propostas foram compiladas pela Seppir (Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial) e estão distribuídas em três grandes eixos: trabalho, educação e cultura-comunicação. A cota no funcionalismo público federal está no primeiro capítulo: propõe piso de 30% para negros nas vagas criadas a partir da aprovação da legislação.

O anúncio deve ocorrer no final de novembro, perto do Dia da Consciência Negra (dia 20).

As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Clique aqui e confira a opinião do Prof. Hugo Goes sobre este tema.