O Natal é uma festa cristã que comemora o nascimento de Jesus, a encarnação do logos:
"No princípio era a Palavra, e a Palavra estava junto de Deus, e a Palavra era Deus. E a Palavra se fez carne e veio morar entre nós" (João 1: 1 e 14).
Ou seja, todos os anos, o que se comemora no dia 25 de dezembro é o acontecimento narrado nos Evangelhos de Lucas e Mateus, conforme podemos ler abaixo:

Anúncio do nascimento de Jesus (Lucas 1, 26-38)

26 Quando Isabel estava no sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia, chamada Nazaré,
27 a uma virgem prometida em casamento a um homem de nome José, da casa de Davi. A virgem se chamava Maria.
28 O anjo entrou onde ela estava e disse: “Alegra-te, cheia de graça! - O Senhor está contigo”.
29 Ela perturbou-se com estas palavras e começou a pensar qual seria o significado da saudação.
30 O anjo, então, disse: “Não tenhas medo, Maria! Encontraste graça junto a Deus.
31 Conceberás e darás à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus.
32 Ele será grande; será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai.
33 Ele reinará para sempre sobre a descendência de Jacó, e o seu reino não terá fim”.
34 Maria, então, perguntou ao anjo: “Como acontecerá isso, se eu não conheço homem?”
35 O anjo respondeu: “O Espírito Santo descerá sobre ti, e o poder do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra. Por isso, aquele que vai nascer será chamado santo, Filho de Deus.
36 Também Isabel, tua parenta, concebeu um filho na sua velhice. Este já é o sexto mês daquela que era chamada estéril,
37 pois para Deus nada é impossível”.
38 Maria disse: “Eis aqui a serva do Senhor! Faça-se em mim segundo a tua palavra”. E o anjo retirou-se de junto dela.

O nascimento de Jesus (Lucas 2, 1-20)

1 Naqueles dias, saiu um decreto do imperador Augusto mandando fazer o recenseamento de toda a terra
2 – o primeiro recenseamento, feito quando Quirino era governador da Síria.
3 Todos iam registrar-se, cada um na sua cidade.
4 Também José, que era da família e da descendência de Davi, subiu da cidade de Nazaré, na Galiléia, à cidade de Davi, chamada Belém, na Judéia,
5 para registrar-se com Maria, sua esposa, que estava grávida.
6 Quando estavam ali, chegou o tempo do parto.
7 Ela deu à luz o seu filho primogênito, envolveu-o em faixas e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na hospedaria.
8 Havia naquela região pastores que passavam a noite nos campos, tomando conta do rebanho.
9 Um anjo do Senhor lhes apareceu, e a glória do Senhor os envolveu de luz. Os pastores ficaram com muito medo.
10 O anjo então lhes disse: “Não tenhais medo! Eu vos anuncio uma grande alegria, que será também a de todo o povo:
11 hoje, na cidade de Davi, nasceu para vós o Salvador, que é o Cristo Senhor!
12 E isto vos servirá de sinal: encontrareis um recém-nascido, envolto em faixas e deitado numa manjedoura”.
13 De repente, juntou-se ao anjo uma multidão do exército celeste cantando a Deus:
14 “Glória a Deus no mais alto dos céus, e na terra, paz aos que são do seu agrado!”
15 Quando os anjos se afastaram deles, para o céu, os pastores disseram uns aos outros: “Vamos a Belém, para ver o que aconteceu, segundo o Senhor nos comunicou.
16 Foram, pois, às pressas a Belém e encontraram Maria e José, e o recém-nascido deitado na manjedoura.
17 Quando o viram, contaram as palavras que lhes tinham sido ditas a respeito do menino.
18 Todos os que ouviram os pastores ficavam admirados com aquilo que contavam.
19 Maria, porém, guardava todas estas coisas, meditando-as no seu coração.
20 Os pastores retiraram-se, louvando e glorificando a Deus por tudo o que tinham visto e ouvido, de acordo com o que lhes tinha sido dito.

Mateus 1, 18-25

18 Ora, a origem de Jesus Cristo foi assim: Maria, sua mãe, estava prometida em casamento a José e, antes de passarem a conviver, ela encontrou-se grávida pela ação do Espírito Santo.
19 José, seu esposo, sendo justo e não querendo denunciá-la publicamente, pensou em despedi-la secretamente.
20 Mas, no que lhe veio esse pensamento, apareceu-lhe em sonho um anjo do Senhor, que lhe disse: “José, Filho de Davi, não tenhas receio de receber Maria, tua esposa; o que nela foi gerado vem do Espírito Santo.
21 Ela dará à luz um filho, e tu lhe porás o nome de Jesus, pois ele vai salvar o seu povo dos seus pecados”.
22 Tudo isso aconteceu para se cumprir o que o Senhor tinha dito pelo profeta:
23 “Eis que a virgem ficará grávida e dará à luz um filho. Ele será chamado pelo nome de Emanuel, que significa: Deus conosco”.
24 Quando acordou, José fez conforme o anjo do Senhor tinha mandado e acolheu sua esposa.
25 E não teve relações com ela até o dia em que deu à luz o filho, ao qual ele pôs o nome de Jesus.

Desejo, de coração, um Feliz Natal para todos os nossos Amigos e Amigas que participam do nosso blog.

Hugo Goes