Novo Papa é da Argentina: Jorge Mario Bergoglio, 76 anos.
Ele se chamará Papa Francisco.
É o primeiro Papa latino-americano; ele foi escolhiodo na 5ª votação do conclave, no meio da tarde desta quarta-feira (13/03).
É o primeiro Papa Jesuíta (da Compnhia de Jesus).
No Conclave anterior (que elegeu Bento XVI) ele foi o 2º mais votado.
Bergoglio é considerado um conservador moderado e mostrou uma forte oposição à aprovação da lei que consagrou o casamento homossexual na Argentina, a primeira na América. "Não sejamos ingênuos: não se trata de uma simples luta política; é a pretensão destrutiva ao plano de Deus", disse Bergoglio pouco antes da sanção da lei
Ao mesmo tempo, ele demonstra sempre profunda compaixão pelas vítimas da aids; em 2001, por exemplo, visitou um sanatório para lavar e beijar os pés de 12 pacientes soropositivos.
Foi arcebispo da Arquidiocese de Buenos Aires de 28 de fevereiro de 1998 até a sua eleição como Papa.
É um homem tímido e de poucas palavras, mas goza de um grande prestígio entre seus seguidores que apreciam sua total disponibilidade e sua forma de vida, afastada de qualquer ostentação. É um príncipe da Igreja que escolheu viver em um apartamento simples em vez de habitar um palácio episcopal, que abriu mão da limusine com motorista e prefere usar o transporte público, e que cozinha suas próprias refeições.
É acostumado a lidar com problemas: a Argentina não é um país fácil.
É torcedor do San Lorenzo (time de futebol da Argentina).
Bergoglio nasceu no dia 17 de dezembro de 1936 no seio de uma família modesta da capital argentina, filho de um funcionário ferroviário e de uma dona de casa. Frequentou a escola pública, onde se formou como técnico de química, e aos 22 anos se uniu à Companhia de Jesus, onde obteve uma licenciatura em Filosofia.
O Papa Francisco é o 266º Papa da Igreja Católica.