Leia abaixo uma seleção do "besteirol teológico" do pastor Marco Feliciano:

"Africanos descendem de ancestral amaldiçoado por Noé. Isso é fato."
(Twitter, 31/03/2011)

"O caso do continente africano é sui generis: quase todas as seitas satânicas, de vodu, são oriundas de lá. Essas doenças, como  a AIDS, são todas provenientes da África”.
(Em entrevista ao UOL, em 31/03/2011).

"A podridão dos sentimentos dos homoafetivos levam [sic] ao ódio, ao crime, à rejeição.”
(Twitter, 31/03/2011)

“É a última vez que eu falo. Samuel de Souza doou o cartão, mas não doou a senha. Aí não vale. Depois vai pedir o milagre pra Deus e Deus não vai dar e vai falar que Deus é ruim.”
(Vídeo do YouTube)

“A AIDS é o câncer gay.”
(No Congresso do Gideões e Missionários – Set/2012).

Em vídeo divulgado no YouTube, o pastor fala sobre a morte de John Lennon, assassinado em 1980 com três tiros no peito:
"Eu queria estar lá no dia em que descobriram o corpo dele. Ia tirar o pano de cima e dizer: ´Me perdoe John, mas esse primeiro tiro é em nome do Pai, esse é em nome do Filho e esse é em nome do Espírito Santo´. Ninguém afronta Deus e sobrevive para debochar.
Em outro vídeo, Feliciano responsabiliza Deus pela tragédia que causou a morte do grupo Mamonas Assassinas em 1996:
O avião estava no céu, região do ministro do juízo de Deus. Lá na Serra da Cantareira, ao invés de virar para um lado, o manche tocou pra outro. Um anjo pôs o dedo no manche e Deus fulminou aqueles que tentaram colocar palavras torpes na boca das nossas crianças."