56. (Técnico do Seguro Social – 2012) Maria é advogada, empregada de uma empresa desde 1990 e, a caminho do Fórum, bateu seu automóvel por cruzar o farol vermelho, sofrendo ferimentos que se agravaram em razão de Maria ser portadora de diabetes e a incapacitaram para suas atividades habituais, por mais de 15 (quinze) dias. Nessa situação, Maria
(A) receberá aposentadoria por invalidez acidentária.
(B) não receberá benefício acidentário por estar dirigindo veículo próprio e não da empresa.
(C) receberá auxílio-doença acidentário.
(D) não terá direito a receber benefício acidentário, em razão de o acidente não ter ocorrido no local de trabalho.
(E) não terá direito a benefício acidentário em razão de a incapacidade decorrer da diabetes.