"O coração de uma mãe é um abismo onde no fundo sempre encontra-se um perdão."
Honoré de Balzac (1799 – 1850),  escritor francês.