Quando estão no Poder, todos defendem as mesmas coisas. Quando estão na oposição, todos são contra essas mesmas coisas.

E que se dane o País! Para eles, o que interessa é o partido. E em casos não raros, os interesses particulares.

Peguem o exemplo da “reforma da previdência” e tirem suas próprias conclusões.