Pastora evangélica denuncia: "estão detonando nossas crianças"

Assistam a esse vídeo! Assistam até o fim! Há nele coisas que todos precisam saber!
  

Comentários

  1. Misericórdia!

    "Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus" Mateus 5:8

    ResponderExcluir
  2. A pastora engole os "s"... rs! Acredito que em virtude da emoção, visto que uma Mestre em Direito Constitucional não cometeria tamanho infortúnio.

    Como jornalista não deixei de "investigar" sobre. Ai professor encontrei este artigo. Fiz uma leitura superficial. Gostaria de dividi-lo com o senhor.

    https://www.dropbox.com/s/gsfbxouegug4wq6/sobre_palestra_damares_alves_magali_cunha.pdf

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lidiane, além de assistir o vídeo também li sobre o artigo, penso que muitas pessoas só veem o que querem.

      Excluir
    2. Concordo com vc. O vídeo traz grandes verdades com certeza. Um grande alerta. Porém, uma coisa é certa, Estado e Igreja misturados: a história medieval já nos mostrou como foi terrível!!!

      Excluir
  3. Queria tanto acreditar nas pessoas!!!

    ResponderExcluir
  4. parabéns ao professor por juntar-se a nós na luta contra o mal, na luta pela família.

    ResponderExcluir
  5. Temos Deus ao nosso lado nessa batalha contra o mal

    ResponderExcluir
  6. Aff maria, nem consegui assistir até o final. Fiquei com medo de colocar um filho nesse mundo.

    ResponderExcluir
  7. esse vídeo é muito carregado.. eu não assisti até o final. fiquei com um sentimento ruim, parecia que tinha uma nuvem sobre a minha cabeça.

    ResponderExcluir
  8. Professor Hugo, eu estou I P R E S S I O N A D A! Nunca imaginei tamanhos absurdos, principalmente nessas cartilhas infantis!!! Sou católica convicta, mas esses problemas independente de qual seja a religião, chocam e necessitam de uma verdadeira revolução de todos que creem em DEUS, pois isso só pode ser coisa do encardido (como dizia Padre Léo - Canção Nova). Que Deus nos dê discernimento e coragem! Que Deus nos abençoe. Amém.

    ResponderExcluir

Postar um comentário