Se essa reforma política for feita pelos partidos, será o mesmo que botar a raposa para tomar conta do galinheiro

Em reunião com prefeitos e governadores das 27 unidades federativas, a presidente Dilma Rousseff anunciou nesta segunda-feira (24), no Palácio do Planalto, em Brasília, que irá pedir um plebiscito que autorize uma Constituinte para fazer a reforma política.

Sábado passado (22/06) eu também defendi, aqui no blog, uma Assembleia Constituinte com o único objetivo de realizar a reforma política.

Clique aqui e leia a proposta que fiz, 2 dias antes de a Presidenta Dilma anunciar a sua.

Comentários

  1. Professor, o senhor poderia explicar bem o que seria essa reforma política, de forma concreta? A Presidente falou de uma Assembleia Constituinte. Isso acarretaria efetivamente a criação de uma nova Constituição? Confesso que nesse bombardeio de informações, não sei mais em quais veículos confiar... O senhor explicando me daria uma luz e tanto... Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria uma Constituinte apenas para tratar da reforma política e eleitoral.

      Excluir
    2. Essa Assembleia Constituinte não teria competência para tratar de nenhum outro assunto. Trataria apenas da reforma política e eleitoral.

      Excluir

Postar um comentário