O senador Magno Malta (PR/ES) defende que haja a possibilidade de candidatura avulsa, independente de partido. "Este é o momento de pensar na possibilidade de pessoas não filiadas a partidos poderem se candidatar”, revelou o senador.

De igual forma pensa a deputada federal Lauriete Rodrigues, presidente do PSC/ES. “Existe hoje um clamor, um sentimento difuso na sociedade em favor da diminuição da interferência dos poderes e dos partidos na vida do cidadão brasileiro. A candidatura avulsa pode mudar este quadro de credibilidade para o país, já que no Congresso Nacional existem nomes brilhantes, dedicados e na sociedade, nos movimentos organizados também emergem lideres que não entram na política partidária em virtude da fidelidade e burocracia dos partidos. Um momento importante para reflexão de que os homens são maiores que as siglas”, disse a deputada.