O número reduzido de mulheres chinesas tem feito explodir o fenômeno do tráfico sexual e da prostituição na China.

A política do filho único, adotada há 33 anos na China, é a principal causa do aumento do tráfico sexual e da prostituição no país.

A política do filho único tem forçado centenas de milhões de casais chineses a escolher entre uma menina e um menino, e a esmagadora maioria escolhe ter um filho do sexo masculino. As filhas costumam ser impedidas de nascer, vítimas do aborto seletivo.

Fonte: Zenit