A aliança da torcida do Fluminense com João de Deus começou em 1980 e perpetuou-se até os dias atuais.

Dia 26/10/1980, Vasco X Fluminense, Maracanã lotado. Decisão do primeiro turno do Campeonato Carioca. O jogo terminou empatado em 1 x 1 no tempo normal e na prorrogação, levando a decisão para a disputa de pênaltis.

Nos angustiantes momentos que antecedem as cobranças dos pênaltis, a torcida do Fluminense começa a entoar a seguinte canção, composta em homenagem à visita do Papa João Paulo II ao Rio de Janeiro ocorrida em junho daquele ano:
A benção, João de Deus,
nosso povo te abraça.
Tu vens em missão de paz.
Sê bem vindo,
E abençoa este povo que te ama.
O goleiro Paulo Goulart defendeu as cobranças dos vascaínos Dudu e Orlando Lelé, e o tricolor venceu a disputa por 4 x 1.

Não posso afirmar se houve qualquer intervenção divina a favor dos tricolores (apesar do Vasco usar a Cruz da Ordem de Cristo em seu uniforme), mas o Fluminense venceu...

Até os dias de hoje esta canção é cantada nos jogos do Fluminense, principalmente nos momentos mais aflitivos, em apelo ou agradecimento à ajuda do Santo Padre, tido pela torcida como um grande tricolor.

Ontem (17/11/2013), Fluminense 2 X 1 São Paulo. Na base do "tudo ou nada", o time das Laranjeiras se lançou ao ataque nos minutos finais e após a torcida cantar "A Bênção, João de Deus", veio o alívio. Aos 44 do segundo tempo, Jean cobrou escanteio e Gum, de cabeça, acertou o ângulo.