Nunca podemos subestimar o valor das ideias. A qualidade filosófica é a sua pedra de toque. Os princípios orientam a vida. As ideias conduzem os homens. Mas para isto é mister firmar esses princípios nas mentes, incrustar essas ideias na própria sensibilidade.

Pensar que fazemos o bem só por conhecermos é grave erro dos naturalistas que fingem ignorar o pecado original e nossas tendências para o mal. Quanto erraram os que julgavam bastar difundir conhecimentos para melhorar os costumes! O que fizeram Rousseau e os enciclopedistas, por erro intelectual, crendo que bastava a instrução, estão muitos ainda hoje fazendo, por defeito moral, ensinando noções e dando bons conselhos, sem maiores preocupações com a formação para a vida.

O trabalho é duplo: firmar ideias e metê-las na vida.

Monsenhor Álvaro Negromonte, no Livro "A Educação dos Filhos".