O Orçamento de 2015 (PLN 13/2014) pode ser votado na sessão conjunta do Congresso Nacional marcada para esta quarta-feira (11), às 11h.

Mas antes de analisar o Orçamento 2015, senadores e deputados precisam apreciar nove vetos presidenciais que trancam a pauta. O mais polêmico (Veto 4/2015) trata do reajuste na tabela do Imposto de Renda Pessoa Física.

Enquanto o Orçamento anual não é aprovado, o Executivo conta apenas com a liberação mensal de 1/12 (um doze avos ou um duodécimo) do valor previsto para o custeio da máquina pública.