421. (FCC - 2013 - DPE-AM) Hermes, funcionário público civil do Estado do Amazonas em atividade, após manter união estável com Afrodite durante doze anos, por desentendimentos recíprocos veio a se separar. Afrodite, após a separação não contraiu matrimônio ou outra união estável. Nessa hipótese, na situação de ex-companheira de Hermes, Afrodite será beneficiária do Programa de Previdência instituído pela Lei Complementar do Estado do Amazonas no 30, de 27 de dezembro de 2001?
 a) Sim, na qualidade de segurada, desde que comprovada a efetiva relação de dependência econômica.
 b) Não, uma vez que a separação rompeu a relação econômica de dependência.
 c) Sim, na condição de dependente do segurado, desde que credora de alimentos.
 d) Não, visto que será beneficiário apenas o cônjuge ou companheiro(a) enquanto perdurar o casamento ou a união estável.
 e) Sim, desde que o segurado não possua pais vivos, visto que após a separação os pais passam a ser automaticamente inscritos em substituição à ex-companheira.



Gabarito: C

MAIS QUESTÕES