Até 02/01/2016, a redação que está em vigor é a que foi dada pela Lei nº 12.470, de 2011:
I - o cônjuge, a companheira, o companheiro e o filho não emancipado, de qualquer condição, menor de 21 (vinte e um) anos ou inválido ou que tenha deficiência intelectual ou mental que o torne absoluta ou relativamente incapaz, assim declarado judicialmente;
II - os pais;
III - o irmão não emancipado, de qualquer condição, menor de 21 (vinte e um) anos ou inválido ou que tenha deficiência intelectual ou mental que o torne absoluta ou relativamente incapaz, assim declarado judicialmente;
A partir do dia 03/01/2016, a redação que estará em vigor é a que será dada pela Lei nº 13.146, de 2015:
I - o cônjuge, a companheira, o companheiro e o filho não emancipado, de qualquer condição, menor de 21 (vinte e um) anos ou inválido ou que tenha deficiência intelectual ou mental ou deficiência grave;
II - os pais;
III - o irmão não emancipado, de qualquer condição, menor de 21 (vinte e um) anos ou inválido ou que tenha deficiência intelectual ou mental ou deficiência grave;
E como fica a redação do inciso III dada pela Lei nº 13.135/2015?

Prevalece a modificação introduzida pela Lei 13.146/2015, nos incisos I e III do art. 16 da Lei 8.213/91, considerando que se trata de Lei posterior que regula a mesma matéria já modificada pela Lei nº 13.135/2015. Ou seja, a Lei 13.146/2015 revogou tacitamente as disposições inseridas pela Lei nº 13.135/2015 no art. 16 da Lei nº 8.213/1991.

Defendi o entendimento aqui exposto na 10ª edição do meu MANUAL DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO, bem como nas minhas videoaulas ministradas nos sites www.soinss.com.br, www.acasadoconcurseiro.com.br e www.concursovirtual.com.br. Esse entendimento foi confirmado pela Diretoria de Benefícios do INSS (DIRBEN/INSS) e pela Procuradoria Federal Especializada (PFE/INSS), em Nota Técnica publicada no dia 06/11/2015 e no Memorando-Circular Conjunto nº 54 DIRBEN/DIRAT/DIRSAT/PFE/INSS, de 6/11/2015.

O que vai ser cobrado na prova do concurso do INSS?

Considerando que a redação dada pela Lei 13.146/2015 só entrará em vigor no dia 03/01/2016;

Considerando que o edital do concurso do INSS será publicado até o dia 29/12/2015;

A redação do art. 16 da Lei 8.213/91 que deve ser considerada na prova do INSS é a seguinte:
Art. 16. São beneficiários do Regime Geral de Previdência Social, na condição de dependentes do segurado:
I - o cônjuge, a companheira, o companheiro e o filho não emancipado, de qualquer condição, menor de 21 (vinte e um) anos ou inválido ou que tenha deficiência intelectual ou mental que o torne absoluta ou relativamente incapaz, assim declarado judicialmente;
II - os pais;
III - o irmão não emancipado, de qualquer condição, menor de 21 (vinte e um) anos ou inválido ou que tenha deficiência intelectual ou mental que o torne absoluta ou relativamente incapaz, assim declarado judicialmente;
[...]
Ou seja, com relação ao art. 16 da Lei 8.213/91, não há nenhuma mudança a ser considerada para a prova do INSS. Continua tudo como dantes no quartel de Abrantes.