Clique no banner abaixo para comprar

Tu és Simão, filho de Jonas; tu serás chamado Cefas

Por Hugo Goes

A Bíblia nos diz que Jesus deu um nome novo a um pescador que se chamava Simão e este nome foi “Kepha” (em Aramaico) ou “Cefas” (transliterado para o grego).

Em aramaico, a palavra “Kepha” significa “Rocha”.

O nome que Jesus deu a Simão traduzido para o grego fica Petros; em latim fica Petrus; em português fica Pedro; em francês fica Pierre; em inglês fica Peter.

Mas Jesus não chamou Simão de Petros, Petrus, Pedro, Pierre ou Peter. Jesus mudou o nome de Simão para “Kepha”, em aramaico, pois Jesus falava aramaico.
Lê-se da direita para a esquerda.

Simão é chamado de “Cefas”, em muitas passagens da Bíblia:

João 1:42 E levou-o a Jesus. E, olhando Jesus para ele, disse: Tu és Simão, filho de Jonas; tu serás chamado Cefas (que quer dizer Pedro).
1 Coríntios 1:12 Quero dizer com isto, que cada um de vós diz: Eu sou de Paulo, e eu de Apolo, e eu de Cefas, e eu de Cristo.
1 Coríntios 3:22 Seja Paulo, seja Apolo, seja Cefas, seja o mundo, seja a vida, seja a morte, seja o presente, seja o futuro; tudo é vosso,
1 Coríntios 9:5 Não temos nós direito de levar conosco uma esposa crente, como também os demais apóstolos, e os irmãos do Senhor, e Cefas?
1 Coríntios 15:5 E que foi visto por Cefas, e depois pelos doze.
Gálatas 2:9 E conhecendo Tiago, Cefas e João, que eram considerados como as colunas, a graça que me havia sido dada, deram-nos as destras, em comunhão comigo e com Barnabé, para que nós fôssemos aos gentios, e eles à circuncisão;

Hoje, nós que falamos a língua portuguesa chamamos “Cefas” de São Pedro.

21 comentários:

  1. São Muito boas suas postagens professor.
    Que Deus continue te iluminando!

    ResponderExcluir
  2. A pedra é Cristo, não Pedro. Sendo a Igreja o corpo de Cristo, já que o próprio Jesus é o cabeça da Igreja, esta jamais seria fundada sobre um fundamento humano. A Pedra, meus amigos, é Cristo, rejeitada naquela época por muitos e ainda hoje desprezada por aqueles que trocam a glória do Criador pela glória da criatura, por aqueles que demonstram aparência de piedade, mas negam-Lhe o poder. CRISTO, não Pedro, é a ROCHA ETERNA, É SALVAÇÃO PARA TODO O QUE NELE CRÊ. Ainda, JESUS também falava o grego koinê, modalidade de língua helênica falada por todo o mundo daquela época(é como se fosse o inglês de hoje.) Inclusive, o Novo Testamento foi escrito em Grego Koinê. O termo "petros" foi usado para Pedro não por falta de outro termo no grego, mas porque ele, como todos nós, somos pequeninas pedras nas mãos da ROCHA DOS SÉCULOS, QUE É CRISTO. Grande abraço a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa! Simples assim, é totalmente contrário a todos os princípios bíblicos interpretar que a igreja de Cristo tem como fundamento um homem, que não o próprio Cristo, a bíblia deve ser interpretada em toda sua unidade se determinado preceito contraria o todo é porque estamos interpretamos errado, não há contradições na palavra e sim nas interpretações dadas a ela.

      Excluir
    2. Lógico que o fundamento da Igreja de Cristo é o próprio Cristo. Nenhum cristão nega isso. Mas quando Jesus, dirigindo-se a Pedro, disse essas palavras:

      "18 Por isso, eu te digo: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja, e as forças do Inferno não poderão vencê-la. 19 Eu te darei as chaves do Reino dos Céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus."

      Ele [Jesus] quis que sua Igreja não tivesse um governo anarquista. Ele quis que sua Igreja fosse dirigida por um colégio de Bispos. E entre esses Bispos, ele quis escolher um "primus inter pares" (primeiro entre iguais).

      Excluir
    3. Meu amigo JuniorWeb,
      Perdoe-me, mas dizer que Jesus falava com seus apóstolos, que eram todos judeus, em grego, é forçar a barra.

      É como se, atualmente, um pastor de um bairro popular de uma cidade brasileira falasse com suas ovelhas em inglês.

      Excluir
    4. A CONCORDÂNCIA STRONG, que é tão utilizada pelos evangélicos brasileiros, diz que Cefas ou Kepha é Rocha.

      Excluir
    5. O mais provável é que o Evangelho de Mateus tenha sido, inicialmente, escrito em aramaico ou hebraico e, depois, traduzido para o grego.

      Eu tenho uma Bíblia evangélica que eu gosto muito; é a "Bíblia de Estudo de Genebra", que é usada, principalmente, pela Igreja Presbiteriana. Nessa Bíblia, na introdução ao Evangelho de Mateus, está escrito: "Papias (60-130 d.C) disse que Mateus dispôs os oráculos no dialeto hebraico. Essa afirmação parece indicar que Mateus escreveu em hebraico ou aramaico [...]"

      Excluir
    6. Ainda na "Bíblia de Estudo de Genebra", está escrito:

      "Irineu (180 d.C) menciona um evangelho de Mateus escrito para os hebreus em seu próprio dialeto."

      Excluir
    7. Nenhum católico diz que Pedro tomou o lugar de Jesus. Levar a discussão para esse lado não é honesto.

      O que se discute em Mateus 16, 18 é o governo "terrestre" da Igreja.

      Quando os evangélicos tentam fazer malabarismo para dizer que Jesus chamou Simão de "pedra pequena" têm o objetivo de diminuir o papel de Pedro dentro do governo terrestre da Igreja.

      Quando os católicos demonstram que Jesus chamou Simão de Rocha, e disse que edificaria sua Igreja sobre esta mesma Rocha, o que os católicos querem demonstrar é a "primazia" de Pedro no governo terrestre da Igreja.

      Em outras passagens Jesus também é chamado de Kepha, assim como Pedro. Mas isso não tira a magnitude de Jesus como rocha da Salvação, nem da função de Pedro como Rocha da Unidade da Igreja.

      Ou seja, considerar Jesus com rocha da Salvação é consenso entre os cristãos.

      Excluir
    8. Lucbas17,
      Nenhum católico diz a Igreja de Cristo "tem como fundamento um homem". Eu também não disse isso em nenhum texto que escrevi.

      Excluir
    9. Comentando Mateus 16: 18, está escrito na "Bíblia de Estudo de Genebra", que é uma Bíblia Evangélica:

      "Não fosse pelo abuso desta passagem pela Igreja Católica-Romana, é pouco provável que qualquer dúvida fosse levantada de que a referência é a Pedro. Mas a pedra fundamental é Pedro como representante dos apóstolos, e cuja confissão a respeito de Cristo lhe foi revelada pelo Pai."

      Excluir
    10. Em Mateus 16, é importante não ficar restrito ao versículo 18, mas considerar também o versículo 19, que diz:

      19 Eu te darei as chaves do Reino dos Céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus."

      Alguém tem alguma dúvida que no versículo 19 Jesus está fazendo referência a Pedro?

      Excluir
    11. Também é importante ler João 21, 15-17, onde Jesus pede a Pedro: “Cuida dos meus cordeiros”; “Apascenta minhas ovelhas”; “Cuida das minhas ovelhas".

      Ou seja, cuida da minha Igreja.

      Importante frisar que em João 21, 15-17, Jesus já havia morrido e ressuscitado.

      Excluir
    12. Desculpa JuniorWeb, mas sua mente está cega.

      Excluir
    13. É óbvio que Jesus não falou em grego com os seus apóstolos. Ele falou na língua falada por ele e pelos apóstolos: aramaico.

      Mas vamos trabalhar também com a hipótese improvável, que é a de Jesus ter falado em grego com os apóstolos. Nesse caso, ele teria chamado Simão de "Petros". Aí surgiria a seguinte questão: Pedro é "Petros" e pedra é "petra". Veja o que a "Bíblia de Estudo de Genebra" (uma Bíblia Evangélica) diz sobre isso:

      "Esta diferença linguística não é significativa neste contexto."

      REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:
      Bíblia de Estudo de Genebra. São Paulo e Barueri, Cultura Cristã e Sociedade Bíblica do Brasil, 1999. p. 1124.

      Excluir
  3. Concordo plenamente contigo professor!

    ResponderExcluir
  4. Professor, sou totalmente de acordo com o sr.

    Tudo vc fundamenta no que está escrito. Muitas pessoas acreditam, cegamente, no que são lhes dito.

    O sr. pesquisa e de forma imparcial mostra a verdade.


    Forte abraço! E que Deus continue te abençoando, pois o sr. é digno da graça dele.

    ResponderExcluir
  5. Bem, nesse artigo eu quis apenas dizer que Jesus mudou o nome de Simão para Cefas. Isso é fato: na Bíblia traduzida por João Ferreira de Almeida, a mais usada pelos evangélicos brasileiros, está escrito no Evangelho de João, 1, 42:

    E levou-o a Jesus. E, olhando Jesus para ele, disse: Tu és Simão, filho de Jonas; tu serás chamado Cefas (que quer dizer Pedro).

    A palavra "Cefas" significa "Rocha". Isso também é fato.

    ResponderExcluir
  6. No artigo "quando Deus muda o nome de alguém", eu tento explicar porque Jesus mudou o nome de Simão. Está no seguinte link:

    http://hugogoes.blogspot.com.br/2013/04/quando-deus-muda-o-nome-de-alguem.html

    ResponderExcluir
  7. Nós podemos conjecturar muitas coisas sobre traduções de nomos mas é válido lembrarmos do que o próprio Pedro afirma sobre Jesus.
    Em Atos 4.9-13 Pedro diz: "Visto que hoje somos interrogados acerca do benefício feito a um homem enfermo, e do modo como foi curado,
    Seja conhecido de vós todos, e de todo o povo de Israel, que em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, aquele a quem vós crucificastes e a quem Deus ressuscitou dentre os mortos, em nome desse é que este está são diante de vós.
    Ele é a pedra que foi rejeitada por vós, os edificadores, a qual foi posta por cabeça de esquina.
    E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos.
    Então eles, vendo a ousadia de Pedro e João, e informados de que eram homens sem letras e indoutos, maravilharam-se e reconheceram que eles haviam estado com Jesus."
    Ele mais tarde escreve em I Pedro 2.6-7: "Por isso também na Escritura se contém:Eis que ponho em Sião a pedra principal da esquina, eleita e preciosa;e quem nela crer não será confundido.
    E assim para vós, os que credes, é preciosa, mas, para os rebeldes,a pedra que os edificadores reprovaram,essa foi a principal da esquina,"
    Sem dúvidas, Pedro declara que Jesus é a pedra principal, sobre a qual está fundada a igreja e a fonte da salvação, com o que concorda Paulo em I Coríntios 3.11: Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo.
    Em tudo o que foi falado, creio que o que realmente importa é onde encontro salvação, a resposta de Pedro é clara: Jesus, pois "em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos." Atos 4.12.
    Acredito que está reflexão sim, é relevante pois nos aponta o caminho para Jesus, que nos comprou o perdão total dos pecados pela fé somente, como Paulo escreve: "Concluímos pois que o homem é justificado pela fé sem as obras da lei. Romanos 3.28
    E: "Sabendo, contudo, que o homem não é justificado por obras da lei, mas sim, pela fé em Cristo Jesus, temos também crido em Cristo Jesus para sermos justificados pela fé em Cristo, e não por obras da lei; pois por obras da lei nenhuma carne será justificada." Gálatas 2.16
    A morte de Cristo na cruz, como pagamento total e completo por nossos erros e pecados, abriu o caminho para a salvação de todo aquele que confia (tem fé) Nele. Por isso Jesus tem o nome que está sobre todo nome.
    "Não faço nula a graça de Deus; porque, se a justiça vem mediante a lei, logo Cristo morreu em vão." Gálatas 2.21
    Mais sobre a salvação somente pela fé em Jesus, aqui:http://carm.org/somos-salvos-somente-pela-f%C3%A9-ou-precisamos-de-obras-tamb%C3%A9m
    Professor, parabéns por usar este espaço para expor o que acredita e permitir que outras façam o mesmo. Que Deus o abençoe em sua vida e trabalho.

    ResponderExcluir

Clique no banner e compre na Livraria Cultura

Clique no banner abaixo para comprar os livros de Hugo Goes