Clique no banner abaixo para comprar

Evangelho do Dia 31 de outubro de 2014 (Lucas 14,1-6)

 1 Jesus entrou num sábado em casa de um fariseu notável, para uma refeição; eles o observavam. 
2 Havia ali um homem hidrópico. 
3 Jesus dirigiu-se aos doutores da lei e aos fariseus: “É permitido ou não fazer curas no dia de sábado?” 
4 Eles nada disseram. Então Jesus, tomando o homem pela mão, curou-o e despediu-o. 
5 Depois, dirigindo-se a eles, disse: “Qual de vós que, se lhe cair o jumento ou o boi num poço, não o tira imediatamente, mesmo em dia de sábado?” 
6 A isto nada lhe podiam replicar. 
Palavra da Salvação.

Questões Esaf - Nº 99


99. (Técnico da Receita Federal / 2006) A Seguridade Social será financiada por toda a sociedade, de forma direta e indireta, nos termos da lei, mediante recursos provenientes
dos orçamentos da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios. Será financiada também por contribuições sociais, mas não pela contribuição.
a) do empregador, da empresa e da entidade a ela equiparada na forma da lei, incidentes sobre a folha de salários e demais rendimentos do trabalho pagos ou creditados, a qualquer título, à pessoa física que lhe preste serviço, mesmo sem vínculo empregatício.
b) sobre a receita ou o faturamento, relativo a operações de comércio interno, do empregador, da empresa e da entidade a ela equiparada na forma da lei.
c) sobre o lucro do empregador, da empresa e da entidade a ela equiparada na forma da lei, independentemente de ser sujeito também pelo imposto de renda.
d) do importador de bens ou serviços do exterior, ou de quem a lei a ele equiparar, independentemente da incidência do imposto de importação que no caso couber.
e) sobre os proventos de aposentadoria ou pensão concedidos pelo Regime Geral de Previdência Social ao trabalhador ou demais segurados submetidos a tal regime.

Evangelho do Dia 30 de outubro de 2014 (Lucas 13,31-35)

31 No mesmo dia chegaram alguns dos fariseus, dizendo a Jesus: “Sai e vai-te daqui, porque Herodes te quer matar”. 
32 Disse-lhes ele: “Ide dizer a essa raposa: eis que expulso demônios e faço curas hoje e amanhã; e ao terceiro dia terminarei a minha vida. 
33 É necessário, todavia, que eu caminhe hoje, amanhã e depois de amanhã, porque não é admissível que um profeta morra fora de Jerusalém. 
34 Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas e apedrejas os enviados de Deus, quantas vezes quis ajuntar os teus filhos, como a galinha abriga a sua ninhada debaixo das asas, mas não o quiseste! 
35 Eis que vos ficará deserta a vossa casa. Digo-vos, porém, que não me vereis até que venha o dia em que digais: ‘Bendito o que vem em nome do Senhor!’”
Palavra da Salvação.

Questões Esaf - Nº 98


98 - Leia cada um dos assertos abaixo e assinale (V) ou (F), conforme seja verdadeiro ou falso. Depois, marque a opção que contenha a exata sequência.
( ) A contribuição social previdenciária dos segurados empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso é calculada mediante a aplicação da alíquota de oito, nove ou onze por cento sobre o seu salário de contribuição, de acordo com a faixa salarial constante da tabela publicada periodicamente pelo MPS.
( ) O segurado empregado, inclusive o doméstico, que possuir mais de um vínculo, deverá comunicar mensalmente ao primeiro empregador a remuneração recebida até o limite máximo do salário de contribuição, envolvendo os vínculos adicionais.
( ) No que couberem, as obrigações de comunicar a existência de pluralidade de fontes pagadoras aplicam-se ao trabalhador avulso que, concomitantemente, exerça atividade de empregado.
a) V F V
b) V V F
c) V V V
d) V F F
e) F F F
“Infelicita-se o povo, quando aqueles a quem ele se confiou, pretendendo ocultar sua própria corrupção, procuram corrompê-lo”.

Montesquieu (1869 — 1755), na obra "Do Espírito das Leis".

Evangelho do Dia 29 de outubro de 2014 (Lucas 13,22-30)

Naquele tempo, 13 22 sempre em caminho para Jerusalém, Jesus ia atravessando cidades e aldeias e nelas ensinava. 
23 Alguém lhe perguntou: “Senhor, são poucos os homens que se salvam?” Ele respondeu: 
24 “Procurai entrar pela porta estreita; porque, digo-vos, muitos procurarão entrar e não o conseguirão. 
25 Quando o pai de família tiver entrado e fechado a porta, e vós, de fora, começardes a bater à porta, dizendo: ‘Senhor, Senhor, abre-nos’, ele responderá: ‘Digo-vos que não sei de onde sois’. 
26 Direis então: ‘Comemos e bebemos contigo e tu ensinaste em nossas praças’. 
27 Ele, porém, vos dirá: ‘Não sei de onde sois; apartai-vos de mim todos vós que sois malfeitores’. 
28 Ali haverá choro e ranger de dentes, quando virdes Abraão, Isaac, Jacó e todos os profetas no Reino de Deus, e vós serdes lançados para fora. 
29 Virão do oriente e do ocidente, do norte e do sul, e sentar-se-ão à mesa no Reino de Deus. 
30 Há últimos que serão os primeiros, e há primeiros que serão os últimos”. 
Palavra da Salvação.

Questões Esaf - Nº 97

97. (Auditor-Fiscal da Receita Federal – 2005) Para os segurados empregados e trabalhadores avulsos, entende-se por salário de contribuição:
a) a remuneração auferida, sem dependência da fonte pagadora, em uma ou mais empresas ou pelo exercício de sua atividade por conta própria, durante o mês, observados os limites mínimo e máximo do salário de contribuição.
b) o valor recebido pelo cooperado, ou a ele creditado, resultante da prestação de serviços a terceiros, pessoas físicas ou jurídicas, por intermédio da cooperativa.
c) o valor por eles declarado, observados os limites mínimo e máximo do salário de contribuição.
d) vinte por cento do valor bruto auferido pelo frete, carreto, transporte, não se admitindo a dedução de qualquer valor relativo aos dispêndios com combustível e manutenção do veículo, ainda que parcelas a este título figurem discriminadas no documento.
e) a remuneração auferida em uma ou mais empresas, assim entendida a totalidade dos rendimentos que lhe são pagos, devidos ou creditados a qualquer título, durante o mês.

Evangelho do Dia 28 de outubro de 2014 (Lucas 6, 12-19)

 12 Naqueles dias, Jesus retirou-se a uma montanha para rezar, e passou aí toda a noite orando a Deus. 
13 Ao amanhecer, chamou os seus discípulos e escolheu doze dentre eles que chamou de apóstolos: 
14 Simão, a quem deu o sobrenome de Pedro; André, seu irmão; Tiago, João, Filipe, Bartolomeu, 
15 Mateus, Tomé, Tiago, filho de Alfeu; Simão, chamado Zelador; 
16 Judas, irmão de Tiago; e Judas Iscariotes, aquele que foi o traidor. 
17 Descendo com eles, parou numa planície. Aí se achava um grande número de seus discípulos e uma grande multidão de pessoas vindas da Judéia, de Jerusalém, da região marítima, de Tiro e Sidônia, que tinham vindo para ouvi-lo e ser curadas das suas enfermidades. 
18 E os que eram atormentados dos espíritos imundos ficavam livres. 
19 Todo o povo procurava tocá-lo, pois saía dele uma força que os curava a todos. 
Palavra da Salvação.

TCU recomenda que INSS e MPOG elaborem um plano de reposição dos servidores da autarquia


Em sessão realizada no dia  9/7/2014, após realização de Auditoria Operacional, os Ministros do Tribunal de Contas da União recomendaram ao INSS e ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), conjuntamente, que:
1. elaborem plano de continuidade de negócios que estabeleça procedimentos a serem efetuados em um cenário de aposentadorias em massa no INSS, no sentido de mitigar danos e permitir que o INSS mantenha suas atividades críticas em um nível aceitável;
2. elaborem plano  de reposição dos servidores em condições de aposentadoria, principalmente para as unidades com maiores índices de servidores recebendo abono permanência;
3. elaborem estudo no sentido de flexibilizar as regras de cálculo da  gratificação de desempenho nos proventos dos servidores aposentados do INSS, de maneira a permitir que os servidores em abono permanência possam se aposentar gradativamente.

O relatório do TCU também recomenda ao INSS que insira, nos critérios dos próximos Estudos de Lotação Ideal, a reposição prévia de servidores que implementem todas as condições de aposentadoria.

O acórdão do TCU também determina ao INSS e ao MPOG que encaminhem ao Tribunal, no prazo de 90 dias a contar do Acórdão, Plano de Ação que contenha o cronograma de adoção das eventuais medidas necessárias à implementação das deliberações acima, com a identificação dos responsáveis.

Clique aqui e confira o inteiro teor do ACÓRDÃO.

Questões Esaf - Nº 96

96. (Auditor-Fiscal da Receita Federal – 2005) Constituem contribuições sociais, de acordo com a Lei n. 8.212/91, exceto:
a) As das empresas, incidentes sobre a remuneração paga ou creditada aos segurados a seu serviço.
b) As dos empregados domésticos.
c) As dos trabalhadores, incidentes sobre o seu salário-de-contribuição.
d) As das empresas, incidentes sobre faturamento e lucro.
e) As dos proprietários rurais, incidentes sobre o seu faturamento.

Evangelho do Dia 27 de outubro de 2014 (Lucas 13,10-17)

Naquele tempo, 13 10 Estava Jesus ensinando na sinagoga em um sábado. 
11 Havia ali uma mulher que, havia dezoito anos, era possessa de um espírito que a detinha doente: andava curvada e não podia absolutamente erguer-se. 
12 Ao vê-la, Jesus a chamou e disse-lhe: “Estás livre da tua doença”. 
13 Impôs-lhe as mãos e no mesmo instante ela se endireitou, glorificando a Deus. 
14 Mas o chefe da sinagoga, indignado de ver que Jesus curava no sábado, disse ao povo: “São seis os dias em que se deve trabalhar; vinde, pois, nestes dias para vos curar, mas não em dia de sábado”. 
15 “Hipócritas!”, disse-lhes o Senhor. “Não desamarra cada um de vós no sábado o seu boi ou o seu jumento da manjedoura, para os levar a beber? 
16 Esta filha de Abraão, que Satanás paralisava há dezoito anos, não devia ser livre desta prisão, em dia de sábado?” 
17 Ao proferir estas palavras, todos os seus adversários se encheram de confusão, ao passo que todo o povo, à vista de todos os milagres que ele realizava, se entusiasmava. 
Palavra da Salvação.

Questões Esaf - Nº 95

95. (ESAF - Auditor-Fiscal da Previdência Social / 2002) Constituem parcelas integrantes do salário de contribuição, exceto:
a) o salário-maternidade.
b) gratificação natalina para todos os fins.
c) a remuneração paga.
d) o salário-base para o contribuinte individual.
e) a remuneração registrada na Carteira de Trabalho para o empregado doméstico.

Evangelho do Dia 26 de outubro de 2014 (Mateus 22,34-40)

34 Sabendo os fariseus que Jesus reduzira ao silêncio os saduceus, reuniram-se 
35 e um deles, doutor da lei, fez-lhe esta pergunta para pô-lo à prova: 
36 “Mestre, qual é o maior mandamento da lei?” 
37 Respondeu Jesus: “‘Amarás o Senhor teu Deus de todo teu coração, de toda tua alma e de todo teu espírito’. 
38 Este é o maior e o primeiro mandamento. 
39 E o segundo, semelhante a este, é: ‘Amarás teu próximo como a ti mesmo’. 
40 Nesses dois mandamentos se resumem toda a lei e os profetas”. 
Palavra da Salvação.

Questões Esaf - Nº 94

94. (ESAF - Auditor-Fiscal da Previdência Social / 2002) Não constitui receita das contribuições sociais:
a) as das empresas, incidentes sobre a remuneração paga ou creditada aos segurados a seu serviço.
b) as dos empregadores domésticos, incidentes sobre o salário-de-contribuição dos empregados domésticos a seu serviço.
c) as provenientes da União.
d) as das empresas, incidentes sobre o faturamento e o lucro.
e) as incidentes sobre a receita de concursos de prognósticos.

Clique no banner abaixo para comprar os livros de Hugo Goes