Por que o Verbo encarnou?


457. O Verbo fez-Se carne para nos salvar, reconciliando-nos com Deus: "Foi Deus que nos amou e enviou o seu Filho como vítima de expiação pelos nossos pecados" (1 Jo 4, 10). "O Pai enviou o Filho como salvador do mundo" (1 Jo 4, 14). "E Ele veio para tirar os pecados" (1 Jo 3, 5).

458. O Verbo fez-Se carne, para que assim conhecêssemos o amor de Deus: "Assim se manifestou o amor de Deus para connosco: Deus enviou ao mundo o seu Filho Unigênito  para que vivamos por Ele" (I Jo 4, 9). "Porque Deus amou tanto o mundo, que entregou o seu Filho Unigênito  para que todo o homem que acredita n'Ele não pereça, mas tenha a vida eterna" (Jo 3, 16).

459. O Verbo fez-Se carne, para ser o nosso modelo de santidade: "Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de Mim [...]" (Mt 11, 29). "Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por Mim" (Jo 14, 6). E o Pai, na montanha da Transfiguração, ordena: "Escutai-o" (Mc 9, 7). De fato, Ele é o modelo das bem-aventuranças e a norma da Lei nova: "Amai-vos uns aos outros como Eu vos amei" (Jo 15, 12). Este amor implica a oferta efetiva de nós mesmos, no seu seguimento (Mc 8, 34).

460. O Verbo fez-Se carne, para nos tornar "participantes da natureza divina" (2 Pe 1, 4): Pois foi por essa razão que o Verbo Se fez homem, e o Filho de Deus Se fez Filho do Homem: foi para que o homem, entrando em comunhão com o Verbo e recebendo assim a adoção divina, se tornasse filho de Deus. Porque o Filho de Deus fez-Se homem, para nos fazer deuses. O Filho Unigênito de Deus, querendo que fôssemos participantes da sua divindade, assumiu a nossa natureza para que, feito homem, fizesse os homens deuses.

Fonte: CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA

Comentários